publicidade

Blog do Amaury Jr

Crianças sapecas: famosos contam o que aprontaram na infância

 

 

Neste dia das crianças, separamos lembranças da infância de alguns famosos. A apresentadora de RedeTV!, Daniela Albuquerque contou para o blog que cabulava aula para ir tomar banho de cachoeira. Mas o que mais marcou essa época era o medo de levar bronca da mãe depois de aprontar alguma coisa. Era tanto, que Dani fazia um tipo de simpatia para evitar: “eu amarrava um monte de matinho um no outro. Coisa de cidade do interior, né? Funcionou algumas vezes… Mas minha grande sorte era ter alguém em casa na hora, porque minha mãe não gostava de brigar comigo na frente dos outros.”

Já o apresentador do reality de confeitaria “Bake Off Brasil”, Fabrizio Fasano, conta que quando tinha 8 anos de idade, seu pai lhe deu de presente de natal uma motinho “Ela chegou em casa num caminhão. Mas não quiseram me dar a chave porque eu era muito pequeno. Desci na garagem com a  minha irmã de 4 anos e coloquei ela na moto. Ela caiu, o pedal entrou no pé dela. Isso porque eu nem tinha a chave. Imagina a confusão quando meus pais chegaram em casa.” A primeira moto foi destruída, mas a paixão pelo veículo de duas rodas perdura até hoje: “só ando de moto.”

Fabrizio Fasano Jr. (Foto: Angelo Pastorello)

 

Outra criança sapeca era a modelo Flavia Lucini, que já desfilou para a Victoria Secret’s: “eu era muito moleque. Já fiz guerra de laranja podre com meus amigos, tinha uns 10 anos. Depois, com uns 13 chegou o dia de uma prova que eu não tinha estudado. Era uma escola pública da minha cidade, que tem 300 habitantes. Joguei farinha no ventilador para a prova ser adiada”, conta rindo. Flavia nasceu em Barra Grande, no Paraná.

Flavia Lucini (Foto: Reprodução Instagram)

 

Bom.. ela virou adolescente há pouco tempo, mas já tem saudades da infância. A atriz mirim Larissa Manoela, agora aos 16 anos, conta que certo dia, aos 3 anos, estava no supermercado com sua mãe e queria um doce. “fiz o maior escândalo, me joguei no chão. Minha mãe fingiu que não me conhecia. Fiquei lá largada do lado das prateleiras. Depois que vi que não ia funcionar,  que minha mãe não ia me dar bola, levantei do chão, enxuguei minhas lágrimas e segui o baile. Fingi que nada tinha acontecido.”

Larissa Manoela em 2009 (Foto: Reprodução)

 

Claudia Raia contou para o blog que “quando eu tinha 10 anos minha mãe me deu um cheque para eu pagar meu inglês. A gente morava em Campinas, fazíamos tudo a pé. Quando eu estava indo fazer o pagamento, vi uma vitrine com um vestido de paetê que era uma graça, lindo! Eu pensei ‘não posso viver sem esse vestido’ e comprei ao invés de pagar o curso. Um mês depois a minha mãe dá um berro ‘Maria Claudia!!!’. Claro que era o cursinho ligando para avisar que o pagamento não tinha sido feito . ” A atriz está produzindo um espetáculo só com jovens, o ‘Fala Sério, Gente!’, que fala dessa fase da infância e adolescência.

Tais Araújo tinha uma vontade inusitada quando criança: queria ter o cabelo igual ao do Chitãozinho e Chororó “eu queria cortar uma franja, coisa que é impossível pra um cabelo como o meu. Pedi pra minha mãe cortar e ela se recusava falando que não adiantava, que não ia ficar igual ao deles.Na época tinha uma moda de colar o cabelo da amiga na agenda. Fui lá e cortei minha franja sozinha. Ficou péssimo.”

 

Taís Araújo (Foto: Reprodução Instagram)