publicidade

Blog do Amaury Jr

Efeito Harvey Weinstein: Terry Richardson é afastado de revistas por assédio sexual

Terry Richardson (Foto: Reprodução)

 

O fotógrafo americano Terry Richardson, mundialmente conhecido por trabalhos como o clipe de “Wrecking Ball”, de Miley Cyrus, está proibido de trabalhar com algumas das maiores revistas de moda do mundo. De acordo com o jornal britânico “The Telegraph”, a editora Condé Nast International, por trás de revistas como “Vogue”, “GQ”, “Glamour” e “Vanity Fair”, decidiu proibir as publicações de trabalhos com Terry.


Leia mais: Harvey Weinstein não é o único: 7 poderosos da TV e do cinema acusados de assédio

Terry, de 53 anos, foi acusado de assédio várias vezes, por diferentes mulheres. Segundo elas, ele era inapropriado durante as sessões de fotos. Em entrevista de 2014 ao “Page Six”, o fotógrafo afirmou: “Colaborei com mulheres adultas que estavam completamente cientes da natureza do trabalho”.

O vice-presidente executivo da editora, James Woolhouse, enviou um e-mail aos funcionários, em que diz: “Estou escrevendo algo de muita importância: a Condé Nast não irá mais trabalhar com o fotógrafo Terry Richardson. Qualquer trabalho feito que ainda não tenha sido publicado, deve ser tornar arquivo morto e ser substituído.”

Leia mais: Ex-assistente de Weinstein recebeu 140 mil euros por silêncio

Não há nenhum processo criminal correndo na justiça contra o fotógrafo.

Foi Terry quem dirigiu o clipe de Anita que foi gravado no morro do Vidigal e que está para ser lançado. A cantora não se pronunciou sobre o assunto.

Anitta em foto tirada por Terry Richardson durante gravação do clipe da cantora (Foto: Reprodução Instagram)