publicidade

Blog do Amaury Jr

16 sugestões gastronômicas de dar água na boca, por Washington Olivetto

 

Washington Olivetto, um dos mais premiados publicitários do país, é  gourmet confesso (Foto: Divulgação)

 

O publicitário Washington Olivetto, um dos mais premiados do país, é um gourmet confesso. Apesar de dizer que não tem mão para ser chef, sempre teve o hábito de fazer anotações e analisar restaurantes e pratos no Brasil e exterior. Descendente de italianos, nunca escondeu que aprecia comer e beber bem.

Por conta disso, o próprio Olivetto faz aqui uma saborosa lista com suas preferências gastronômicas em solo nacional. No entanto, avisa que “não frequenta restaurantes, frequenta pratos acompanhados de ambientes, atmosferas ou experiências”. Eis a relação:

1. Risotto del Contadino, do restaurante Fasano, em São Paulo, acompanhado do vinho que o Manoel Beato (sommelier) quiser que eu beba naquela noite.

2. Coxinhas do Frangó (SP).

3. Couverts do Rodeio, em São Paulo e do Antiquarius, no Rio.

4. Cotoletta di Vitello, do Parigi (SP), prato que eu já frequentava quando o Rogério abriu o pequeno Fasano da rua Amauri; e o bollito, do mesmo restaurante.

5. Aves e polentas do D´Amici, no Leme (RJ).

6. Peixe alla Neroni, do casal Paulo e Conceição, donos do Margutta, em Ipanema (RJ).

7. Sanduíche Beirute do Frevo, na rua Oscar Freire e Bauru do Ponto Chic de Perdizes, ambos São Paulo.

8. Pizzas caprese e de atum da Quintal do Bráz (SP), Capricciosa de Ipanema (RJ) e Bráz do Jardim Botânico (RJ), esta acompanhada de duas outras grandes atrações da casa: os Negroni, tão bons quanto os do Harry´s Bar de Veneza, e o Cristo Redentor enquadrado no espelho do terraço.

9. Carpacci do mar e spaghetti alle vongole do Satyricon (RJ).

10. Tudo que o assanhado Murakami, do Kinoshita (SP), e o contido Jun, do Jun Sakamoto (SP), recomendarem que eu frequente.

11. Polpettone do Jardim de Nápoli (SP), acompanhado de gnocchi ou fusilli.

12. Culinária ítalo-paulista que o Toninho Buonerba prepara no seu Boteco do Tonico.

13. Filé à parmegiana do restaurante do Cidinho, em Araraquara, interior de São Paulo.

14. Capeletti in brodo do restaurante Butelli, em Farroupilha, no Rio Grande do Sul.

15. Moquecas do Yemanjá, em Salvador.

16. Pratos spicy do Koh Pee Pee de Porto Alegre (RS), um tailandês que não fica nada a dever ao restaurante do hotel Amanpuri, em Puket, onde, por sinal, eu também tenho meu prato favorito.