publicidade

Blog do Amaury Jr

Dom Helder Câmara é nomeado patrono dos direitos humanos

Dom Helder é um dos ícones da igreja católica contra a ditadura militar e foi quatro vezes indicado ao Nobel da Paz (Foto: Reprodução)

 

O presidente Michel Temer sancionou esta semana lei que concede a Dom Helder Câmara, morto em 1999, o título de patrono brasileiro dos direitos humanos.

Dom Helder ficou conhecido, principalmente em Pernambuco, como um dos ícones da igreja católica contra a ditadura militar. Foi nomeado Arcebispo de Olinda e Recife em 1964, ano em que o regime teve início. O religioso participou de organizações e movimentos nos quais foi um líder contra o autoritarismo e os abusos aos direitos humanos praticado pelos militares. Câmara foi também um dos fundadores da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e o único brasileiro indicado quatro vezes ao Prêmio Nobel da Paz.

A Casa Museu Dom Helder Câmara, no Recife (PE), é aberta à visitação pública (Fotos: Reprodução)

 

Ainda a título de informação, o local onde Dom Helder Câmara passou os últimos anos de vida, nos fundos da Igreja de Nossa Senhora da Assunção das Fronteiras, no Recife, foi transformado em museu, aberto à visitação pública. No endereço estão expostos objetos, livros, quadros, roupas e móveis de uso pessoal do arcebispo.