publicidade

Blog do Amaury Jr

Prefeito João Doria dormia 4 horas por noite, agora só 3h. Isso é saudável?

Já virou regra: Doria trabalha até meia-noite, faz esteira por duas horas e descansa entre 2h e 5h da madrugada (Fotos: Divulgação e Reprodução)

 

Não é novidade que o ritmo do prefeito de São Paulo, João Doria Jr., é incansável – e acompanhá-lo é tarefa difícil até para seu secretariado. Motivo: ele para de trabalhar à meia-noite, faz esteira por duas horas e descansa entre 2h e 5h da madrugada, totalizando apenas 3 horas de sono. No dia seguinte, antes das 7h da manhã, como por passe de mágica, está pronto e disposto para mais uma maratona.

No entanto, é saudável descansar apenas 3 horas por noite? Quais as consequências que o curto prazo de sono pode trazer? Conversamos com a pneumologista Lia Bittencourt, coordenadora médica do Instituto do Sono.

“O recomendado são de 7h a 8h de sono para o adulto, mas há famílias que a genética entende que 4 ou 5 horas são suficientes. É raro, mas essas pessoas ficam bem e em até 5 horas passam por todas as fases do sono”, explica Lia, que faz questão de salientar: “Mas dormir 3 horas por noite não é saudável e pode trazer problemas”, complementa.

Leia mais:

 

Segundo a pneumologista, poucas horas de sono podem trazer consequências que começam com o déficit de atenção, passam por erros de digitação, no controle de máquinas, desatenção ao volante e até problemas de memória. “Em casos agudos, pode estar relacionado com ganho de peso, diabetes, mais resfriados e doenças infecciosas, já que nossa imunidade diminui. Há inclusive estudos que indicam que o pouco tempo de sono pode estar relacionado ao câncer e aumento da taxa de mortalidade”, pontua a especialista, que apresenta o porquê: “existem algumas substâncias benéficas para o nosso corpo que só são produzidas à noite, quando dormimos. A pressão arterial também é outro ponto, pois ela cai no repouso”. A conclusão: “Lá na frente quem dorme puco vai pagar o preço”. Se cuida, Doria!