publicidade

Blog do Amaury Jr

Ana Maria Braga e Carmen Mayrink Veiga (in memorian) premiadas no Rio

O Prêmio São Sebastião de Cultura é o reconhecimento da Arquidiocese do Rio àqueles que fazem arte e cultura na cidade e nos “aproximam do Criador” (Foto: Reprodução Instagram)

 

Aconteceu na noite de sexta-feira (19), no Teatro Cesgranrio, no Rio Comprido, a solenidade de entrega do Prêmio São Sebastião de Cultura. Os eleitos foram escolhidos pelo conselho da Associação Cultural da Arquidiocese do Rio de Janeiro, que tem como presidente o fundador da Cesgranrio, Carlos Alberto Serpa. O cardeal Dom Orani Tempesta foi quem comandou as homenagens.

Ana Maria Braga, Carlos Alberto Serpa e o cardeal Dom Orani Tempesta, que comandou as homenagens (Foto: Divulgação)

 

As categorias e seus respectivos condecorados foram: “Promoção Social”, padre Marcelo Paiva; “Artes Plásticas”, Sítio Burle Marx; “Divulgação da Fé”, padre Alexandre Paccioli; “Guilherme Arinos”, Evanildo Bechara; “Audiovisual”, Canal Futura; “Artes Cênicas”, Gustavo Gasparini; “Música”, Projeto Música no Museu; “Comunicação (pessoa física)”, Ana Maria Braga; “Comunicação (pessoa jurídica)”, Programa Vox Populi, da Rádio Catedral; “Esporte”, Lars Grael; “Prêmio Especial”, Bloco Cordão do Bola Preta; “In Memoriam”, Carmen Mayrink Veiga, que foi representada pela filha Antonia Frering.

Antonia Frering, à direira, representou a mãe, Carmen Mayrink Veiga. O troféu é criação de Ziraldo (Fotos: Reprodução Instagram)

 

Para Carlos Alberto Serpa, presidente do conselho da Associação desde 2008, o Prêmio é o reconhecimento da Arquidiocese do Rio àqueles que fazem arte e cultura na cidade e nos “aproximam do Criador”.

 

Leia também: