publicidade

Blog do Amaury Jr

Categoria : Cinema


Diretoras de TV de Hollywood pedem cotas para mulheres

Cena da série Scandal (Foto: Reprodução)

Em um encontro promovido pelo canal FX nesta quarta-feira, na Television Critics Association (TCA), produtoras e diretoras de séries como “American Horror Story”, “The Americans” e “Scandal” pediram cotas de gênero em Hollywood, segundo o “Daily Mail”.

Durante a coletiva do evento, Maggie Kiley disse: “Não quero ter que chegar a dizer que fui contratada por ser mulher, mas talvez neste momento haja a necessidade de cotas”. Ela é a diretora das séries “Scream Queens” e “American Horror Story”.

Um relatório elaborado pela Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) sobre a diversidade em Hollywood mostrou que as minorias representam 40% da população americana, mas são somente 10% dos produtores de filmes ou séries. A diferença é ainda maior em relação às mulheres, que são metade da população do país e apenas 10% daqueles que estão por trás das câmeras. Bizarro.

“Não somos iniciantes. Apenas precisamos que nos deem uma oportunidade”, disse a diretora Rachel Goldberg. Elas contaram que têm de superar inúmeras barreiras para conseguir comandar uma produção, enquanto os homens precisam apenas ter feito um curta-metragem.

Em 2016, a FX lançou a Half Initiative, com o objetivo de conseguir que pelo menos metade dos produtores do canal seja de mulheres ou de minorias. O número de mulheres diretoras na emissora passou de 12%, em 2015, para 51%, em 2016.


Sucessos de bilheteria, Saga Crepúsculo e Jogos Vorazes podem ganhar continuação

A história dos vampiros pode ganhar uma continuação (Foto: Divulgação)

 

Dois dos maiores sucessos de bilheteria dos últimos tempos, a Saga Crepúsculo e Jogos Vorazes podem voltar às telonas.
Em entrevista à revista “Variety”, o presidente da “Lionsgate”, distribuidora dos longas, John Feltheimer, revelou que para que as novas sequências ganhem vida só é necessário autorização por parte das duas autoras – Stephenie Meyer e Suzanne Collins.

“Existem muitas histórias para serem contadas, e estamos prontos para mostrá-las assim que as autoras dos livros também estiverem”, afirmou.

Para o diretor da Lionsgate só é preciso o sinal verde das duas autoras (Foto: Divulgação)

 

Feltheimer ainda contou que a empresa poder negociar com os donos de cinemas e as operadoras de streaming para que os filmes lançados cheguem mais rápido a esses serviços.

Para a distribuidora, a continuação seria muito lucrativa. Vale lembrar “Amanhecer: Parte 2″ arrecadou cerca de 830 milhões de dólares, enquanto “Jogos Vorazes: A Esperança – O Final” faturou US$ 652 milhões.


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>