publicidade

Blog do Amaury Jr

Categoria : Cultura


Assediada 100 vezes? É o que afirma Natalie Portman

(Foto: Divulgação)

 

Mais uma grande atriz internacional volta a acender o holofote sobre os casos de assédio na indústria cinematográfica. Trata-se de Natalie Portman, vencedora do Oscar por sua atuação em “Cisne Negro” – e que revelou em entrevista à revista “Porter” que tem “100 histórias” de assédio e abuso sexual por homens poderosos em Hollywood e que só percebeu a extensão com a chegada dos movimentos Time’s Up e MeToo.

“Eu pensava que não tinha nenhuma história até perceber que tinha 100 histórias. Eu acho que muitas pessoas estão repensando esses conceitos, de coisas que acabamos não dando a devida atenção por achar que faz parte do processo”, explicou.

Natalie também contou à publicação que um dos casos aconteceu entre ela e um produtor em um jatinho particular: “Estávamos só nós dois e apenas uma cama arrumada. Nada aconteceu, não fui abusada. Eu simplesmente dei um basta e disse: ‘Isso me deixa desconfortável’, e fui respeitada. Mas foi super errado. Isso é inaceitável e manipulador. Eu fiquei assustada”.

Ainda na reportagem, a atriz pontuou a importância das denúncias e dos relatos das mulheres: “Muitas pessoas falaram há muito tempo e não foram ouvidas”.

 

Leia também:


Bettie Page, a rainha das pin-ups, tem curiosidades reveladas em livro

(Foto: Divulgação)

 

Um dos maiores símbolos sexuais americanos do século XX, a ex-modelo e atriz Bettie Page foi a responsável por popularizar o termo ‘pin-up‘. Mesmo após sua morte, em 2008, ainda povoa o imaginário masculino – apesar de sua história ter sido marcada por tragédias pouco conhecidas, como conta o jornalista Richard Foster, em livro recém-lançado pela Editora Noir.

(Foto: Divulgação)

 

Seu nome de batismo era mesmo Bettie Page e foi com seus espartilhos de couro e renda, cinta-ligas, sapatos de saltos altíssimos e chicotes que ela brilhou com fotos eróticas, mesmo sem nunca ter estrelado um filme nas salas de cinema.

(Fotos: Reprodução)

 

Foram sete anos estampando cartões postais e páginas de revistas, até que, em 1957, foi obrigada a se aposentar para não ser presa após acusação de incitar a pornografia. Praticamente esquecida entre anos de 1960 e 1970, começou a ressurgir a partir da década de 1980 e teve sua consagração definitiva nos anos seguintes com a ajuda da internet, onde seu nome e imagem estão até hoje entre os mais buscados.

(Foto: Divulgação)

 

A biografia “Bettie Page”, além de revelar a trajetória de uma estrela singular, aborda os tormentos e agruras da ex-modelo, que foi abusada sexualmente pelo pai, teve casamentos turbulentos e fracassados e chegou a virar uma fanática religiosa. Mais: esses rumos tortuosos a enlouqueceram a ponto de esfaquear três pessoas em surtos psicóticos fazendo com que ela ficasse cerca de 12 anos trancafiada em manicômios. Quase uma aventura policial, não?

Fica a dica da leitura!

 

Leia também:


Edição de 2019 do Emoções em Alto Mar já tem metade dos ingressos reservados

Foto: Divulgação/ Claudia Schembri

 

A edição 2018 do Emoções em Alto Mar mal terminou e metade dos ingressos para o cruzeiro com o Rei do ano que vem já estão reservados, segundo a produção do evento. O projeto existe há 13 anos.

Do dia 31 de janeiro a 04 de fevereiro, os 3.780 passageiros que estiveram à bordo este ano aproveitaram cassino, karaokê e shows especiais de Roberto Carlos no Costa Favolosa. Estiveram por lá, além do Rei, o comediante Tom Cavalcante e Carlinhos de Jesus, que foi uma atração à parte: o dançarino e coreógrafo deu uma aula de dança e fez a galera chacoalhar o esqueleto em alto mar.

Eri Johnson comandou um karaokê de quase duas horas em que foram sorteados 15 mulheres e 7 homens para subirem ao palco e cantarem músicas de Roberto. Tiago Abravanel também marcou presença no Cruzeiro e soltou a voz no seu Baile do Abrava.

 

Leia mais:


Colar de diamantes de Elizabeth Taylor será leiloado em Miami

Foto: Reprodução

 

Não há quem não saiba do amor que Elizabeth Taylor tinha por sua coleção de jóias. Só em 2011, ano em que a atriz faleceu, foram arrecadados U$ 116 milhões (cerca de R$ 375 milhões) em leilão organizado pela Christie’s Auction.

O fato é que um dos colares arrematados na ocasião voltou ao mercado e está disponível para compra em um novo leilão que acontecerá durante a feira  Miami Beach Jewelry & Watch Show, que começou no último dia 01 de fevereiro. Um porta-voz do evento assegurou que a peça possui certificado de autenticidade da Christie’s. No entanto, o valor inicial do colar não foi divulgado.

Estarão ainda disponíveis também artigos vintage e contemporâneos da Cartier, Rolex, Tiffany & Co., Van Clef & Arpels, Harry Winston, Hermes, Celine, Chanel e Gucci.

Se interessou? Clique aqui.

 


Consultora de moda brasileira é candidata ao senado italiano. Entenda!

(Foto: Divulgação)

 

A consultora de moda Helena Montanarini, referência de estilo no país, está empenhada em alçar novos voos completamente diferentes dos que a notabilizaram. Isso porque acaba de se lançar candidata a uma vaga no Senado do parlamento da Itália.

Descendente de italianos, juntou-se ao recém-fundado Passione Itália, partido criado no Brasil, que tem o empresário e político Andrea Matarazzo como presidente de honra e Renata Bueno, a primeira deputada ítalo-brasileira a já ocupar vaga no parlamento italiano.

Para as eleições deste 2018, este grupo brasileiro integra uma coligação com o partido Civica Popolare.

Helena e Renata, que tenta a reeleição, têm como propostas defender os direitos dos cidadãos ítalo-brasileiros, fortalecer as relações comerciais entre os dois países e incentivar mulheres e jovens empreendedores por meio de projetos que promovam o intercâmbio cultural entre os países.

Por meio de mensagens no WhatsApp, Montanarini tem pedido aos amigos que são cidadãos italianos ou que tenham eleitores conhecidos que a recomendem ou votem nela!

Leia mais:


Imagem do dia: Erick Jacquin clicado por Angelo Pastorello

Foto: Angelo Pastorello

 

Ao visitar o estúdio do fotógrafo Angelo Pastorello, para ser clicado para o projeto “Expressões e Histórias”, em prol de crianças refugiadas, o chef Erick Jacquin aproveitou para participar da série “Sofá Azul”, que Pastorello está montando. “Ele é expressivo, bem humorado, irreverente”, conta o fotógrafo.

Por falar em Jacquin, o jurado do reality “Masterchef” pode ser visto nas telas todas as terças-feiras, 22h30, na Band, quando vão ao ar as reprises do programa “Pesadelo na Cozinha”.

 

Leia também:


Já ouviu a marchinha em ‘homenagem’ a Gilmar Mendes?

Gilmar Mendes, ministro do STF,  é a figura central da marchinha composta por João Roberto Kelly (Foto: Divulgação)

 

O compositor João Roberto Kelly, autor de clássicos carnavalescos que são verdadeiros hinos, como “Cabeleira do Zezé”, “Maria Sapatão” e “Mulata Iê-Iê-Iê”, lançou no mês de janeiro mais uma marchinha chamada “Alô, Alô, Gilmar”, numa brincadeira com o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal.

A canção, que na verdade é uma sátira política e está sendo entoada em blocos e exibida no YouTube, diz assim: “Alô, Alô Gilmar/ Eu tô em cana/ Vem me soltar/ Eu roubei, eu roubei, eu roubei/ Não estou preso à toa/ Mas no mundo/ Não tem quem escape/ De uma conversinha boa”.

Aos 79 anos, Kelly ainda não sabe se a marchinha será eternizada, como suas antigas composições. Para ele trata-se apenas de uma “brincadeira de Carnaval”. Assista:

 

Leia também:


Bisbilhotices: mistério com Maitê Proença

(Foto: Divulgação)

 

Historinha dos nossos arquivos:

. Só uma coisa intrigou e incomodou muito a atriz Maitê Proença quando sua filha Maria era um bebezinho: ela babava em demasia. Babava tanto que começou a preocupar a nossa Maitê. O pediatra não achou nada de anormal, mas era desconfortável mostrar Maria aos amigos naquele estado..

Um belo dia, passeando, Maitê conhece uma senhora que se dizia esotérica – e na conversa entraram no assunto de Maria. E a expert:
-Você passou algum desejo na gravidez?

Maitê fez um esforço de memória e lembrou-se que o desejo mais forte e estranho que teve durante a gravidez, e repetidas vezes, foi o de comer cachorro quente. Mas não deu bola, já que sempre foi vegetariana e aquele desejo só podia ser um equívoco do seu paladar.

E a esotérica:
-Taí. É por isso que sua filha baba desse jeito. Saia já daqui e vá comer um cachorro-quente. I-me-dia-ta-mente.

Por uma estranha força, Maitê obedeceu e traçou não um, mas dois.
Maria, no dia seguinte, parou de babar.

 

Leia também:


Nem pé torcido tirou animação de Jojo Todynho no Baile da Vogue

Jojo usou dois looks diferentes durante a noite (Fotos: Arquivo Blog)

 

Uma das musas do Baile da Vogue neste 2018, Jojo Todynho, de 20 anos, foi um dos destaques da festa, que aconteceu no Hotel Unique, em São Paulo.

A dona do hit “Que tiro foi esse” vestiu dois looks durante a noite: um longo de renda dourada com uma fenda poderosa e um macacão com mais de 6 mil paetês alinhados e bordados à mão, desenhado sob medida por Amir Slama – e que vale R$40 mil.

 

Leia mais:

 

O que poucos sabiam é que, apesar de posar para fotos, brilhar no palco e cantar seu hit aos convidados,  o pé da musa estava torcido. “Estou andando devagarinho, suportando a dor”, contou em entrevista a Amaury Jr. que vai ao ar neste sábado, 23h30 na TV Bandeirantes.

Durante a entrevista, Jojo também se emocionou: “Estou em êxtase. É um afrontamento para as pessoas, né? Eu preta, pobre e gorda alcançando cada dia mais meus objetivos. Estou sendo essa quebra de padrão” – e continua: “Sou musa da Vogue, estou mostrando para as mulheres que corpo bonito não é tudo. O que vale é o caráter, a essência. Sem humildade não se chega a lugar nenhum”.

Se o pé machucado não foi empecilho para a festa, quem dirá para o carnaval: “Estarei desfilando na segunda-feira pela Beija-Flor, quebrando tudo!”


Taís Araújo celebra dia de Iemanjá

Foto: Reprodução Instagram

 

Nesta sexta, 02 de fevereiro, é comemorado o dia de Iemanjá, a Rainha do Mar e dos pescadores. Na cultura popular brasileira, a deusa representa a música e literatura e é um dos orixás mais famosos do candomblé.

Taís Araujo postou em sua conta no Instagram uma arte em que aparece como uma linda sereia, e a legenda: “Dentro do mar tem rio 💙”. A ilustração foi feita por Atila Britto.

 

Leia também: