publicidade

Blog do Amaury Jr

Categoria : TV


Filho de Magal, galã da web participará de reality da Band

Rodrigo West, filho de Sidney Magal, está escalado para novo reality da Band (Foto: Reprodução Instagram)

 

Um novo programa da rede Bandeirantes estreia na próxima segunda-feira. O Exathlon Brasil é um reality show com duração de três meses que contará com duas equipes de dez participantes – sendo dez atletas famosos e dez atletas amadores – que disputarão um prêmio de R$ 350 mil na República Dominicana. As provas exigem muito preparo físico e força mental. Será apresentado pelo jornalista Luís Ernesto Lacombe.

Entre os dez famosos estão, entre outros, Pedro Scooby, surfista e marido de Luana Piovani, a ginasta Daniele Hypolito, o campeão olímpico do vôlei Giba, Betina Schmidt, ex-jogadora de vôlei, a campeã olímpica de salto Maurren Maggi e Rodrigo West. O último nome não te lembra ninguém? É porque não é tão famoso assim. Ainda. Rodrigo é o filho gato de Sidney Magal que explodiu na web algumas semanas atrás. Ele é fotógrafo e foi escalado para o reality de última hora. Já foi jogador de vôlei profissional na Europa, mas uma lesão o tirou das quadras. Atualmente pratica esportes aquáticos como surfe, kitesurfe e mergulho.

Os dez participantes famosos do novo reality da Band (Foto: Divulgação)


Programa Amaury Jr.: Tici Pinheiro sobre casamento: “Para poucos e bons”

Cesar Tralli e Ticiane Pinheiro (Foto: Reprodução Instagram)

 

No Programa Amaury Jr. que irá ao ar na noite desta terça-feira, Ticiane Pinheiro contou mais alguns detalhes sobre o tão esperado casamento com o jornalista Cesar Tralli.

“Ele me enrolou por três anos, mas agora sou uma mulher noiva!”, brinca Tici, e continua: “É muito especial escolher cada detalhe. A gente ainda está fechando tudo. Vai ser um casamento muito íntimo, para poucos e bons”.

A apresentadora falou ainda sobre seu canal no Youtube, que já tem mais de 100 mil inscritos: “Lá consigo mostrar meu dia-a-dia. Consigo ter meu momento de brincar, ser eu mesma e mostrar um pouco mais da minha vida.”

Leia mais: Tá na moda ser youtuber? Fernanda Souza e outras 10 famosas provam que sim

Os dois oficializaram a união durante viagem de férias para Punta del Este, no Uruguai, em junho deste ano. O casamento será dia 2 de dezembro em um hotel em Campos do Jordão, no interior de São Paulo.

Na última terça, o apresentador do “SPTV” revelou em sua conta no Instagram que quer ter filhos, e logo.


Grace Gianoukas vai voltar à Rede Globo em 2018, para novela das 18h

Foto: Reprodução

A atriz Grace Gianoukas voltará ao ar na Rede Globo no ano que vem. Ela assinou com a emissora carioca e agora faz parte do elenco de “Orgulho e Paixão”, de Marcos Bernstein, novela das 18h que substituirá “Tempo de Amar” – que estreia ainda este mês. A direção será de Fred Mayrink.

Seu último papel nas telinhas foi como Teodora, em “Haja Coração”, no ano passado. O personagem fez tanto sucesso que o autor da novela, Daniel Ortiz, teve que fazer malabarismos para mantê-la até o final – Teodora morria no meio da trama.

Grace está em cartaz atualmente na peça “Hortance – A Velha”, no Teatro Renaissance, em São Paulo. A comédia, de autoria de Gabriel Chalita, com a colaboração de Michelle Ferreira, Fred Mayrink e daprópria Grace Gianoukas, desembarca na capital paulista depois de reconhecida e aclamada passagem pelo Rio de Janeiro.

Serviço:
Onde: Alameda Santos, 2233, Jardim Paulista, tel. (11) 4003-1212
Quando: de 9 de setembro a 29 de outubro
Quanto: R$ 80
Venda online: ingressorapido.com.br


Gracyanne Barbosa recria foto de Kim Kardashian para Programa Amaury Jr.

Ellen Vic e Gracyanne Barbosa recriam foto icônica de Kim Kardashian (Foto: Arquivo blog)

 

No Programa Amaury Jr. que foi ao ar na última terça,  Gracyanne Barbosa recriou a foto de Kim Kardashian que quebrou a internet em 2014, em que a socialite apoia uma taça no bumbum na capa da revista “Paper”.

A musa fitness contou durante a entrevista que vai passar dois meses em Portugal para alinhar os detalhes de seu novo empreendimento: vai lançar uma rede de academias com seu nome.

A inauguração está prevista para logo depois do carnaval, mas antes Gracyanne vai participar de todas as etapas, da escolha da aparelhagem às modalidades oferecidas. “Como estou todo o tempo em academia, sei como funciona”, explica. “Também quero uma área mais feminina, em que as meninas possam malhar tranquilas”.

Gracyanne contou também segredos da intimidade com seu marido, o cantor Belo. Confessou que apesar de seu bumbum ser a parte de seu corpo preferida do mozão, ele “não aproveita” como deveria.

Entre seus seis milhões de seguidores, conta que além dos brasileiros, muitos russos, australianos e americanos também a acompanham nas redes sociais.

Falou ainda de sua alimentação – são oito refeições por dia – e treinos pesados. Assista à entrevista na íntegra abaixo:


William Bonner ficará imobilizado por 8 semanas após lesão

O apresentador ficará imobilizado por 8 semanas (Foto: Divulgação)

 

O jornalista William Bonner publicou em seu perfil oficial do twitter nesta terça-feira (05) uma imagem de seu pé imobilizado.

No post publicado nesta tarde, o apresentador comenta que vai usar uma bota ortopédica durante oito semanas, mas não entra em detalhes sobre o motivo da lesão e um possível afastamento do Jornal Nacional.


Série sobre assassinato de Gianni Versace divulga primeiro teaser. Assista!

Segunda temporada da antologia criada por Ryan Murphy, o mesmo diretor de “American Horror Story” e “Glee”, “O Assassinato de Gianni Versace: American Crime Story”, teve seu primeiro teaser divulgado nesta terça-feira.

As primeiras imagens foram divulgadas com exclusividade pela “Entertainment Weekly” (Foto: Reprodução)

 

 

O vídeo de apenas 20 segundos mostra a câmera se afastando da entrada da mansão do estilista,interpretado por Édgar Ramirez, até ouvirmos os tiros que o matou.

Além de Ramirez, o elenco também é composto por Penélope Cruz no papel de sua irmã, Donatella, Darren Criss como o assassino e Ricky Martin, responsável por dar vida a Antonio D’Amico, namorado de Gianni.

Ainda sem data para ser lançado, a sequência vai estrear em 2018.

Confira:


Dunga se diz vacinado contra pressão de empresários, elogia Neymar e conta casos da Seleção; assista à entrevista completa

Dunga e Amaury Jr. (Foto: Arquivo blog)

 

O ex-treinador da seleção brasileira, Dunga foi o entrevistado do Programa Amaury Jr. que foi ao ar nessa quarta-feira (16), na RedeTV! Foi sua primeira entrevista desde que saiu da Seleção. Como já demos aqui no blog, o ex-treinador rebateu Renan Calheiros com um desafio: “Andamos eu ele na Av. Paulista. Vamos ver quem é mais respeitado.”

Veja mais: Em primeira entrevista pós-Seleção, Dunga rebate Renan Calheiros: “Desafio ele a aparecer na Av. Paulista comigo. Quero ver quem é mais respeitado”

Revelou também o caso de um atleta que usou a mídia para conseguir convocações: “Tinha um jogador em 2010 que era muito interessante. Ele colocava toda hora os lances dele na televisão e o público ficava fascinado, porque realmente eram fantásticos, só que eram de 8 anos atrás. Não era o lance daquele momento. Até que eu parava e pensava que não estava vendo esse cara jogar tudo isso. Aí depois de um certo tempo, você percebe que as imagens eram com outra camisa e, que eram de 8 anos atrás, e não do time atual”, diz.

O técnico ainda se diz vacinado contra pressão vinda de empresários de atletas. “A pressão dos empresários você não vê. A imprensa acha que usa, mas ela é usada para fazer a pressão sobre certos jogadores.”

Sobre a transferência de Neymar ao PSG, o ex-técnico aprova: “Agora o time vai ser feito para ele.”

Assista à entrevista completa abaixo:


Juliana Paes sobre foto em embalagens de maconha: “Acho um reflexo do sucesso da novela”

Após ter a foto de sua personagem estampada em embalagens de maconha no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, Juliana Paes comentou o ocorrido na noite desta terça-feira (15) :

A foto da personagem em pacotes de maconha viralizou nas redes sociais (Foto: Reprodução/Twitter)

“Eu vi e acho um reflexo do sucesso da novela.  Não vi com humor, nem com alarde, mas como um reflexo do sucesso, de pra quantas pessoas a gente tá falando. Eu canso de dizer que a novela não tem função de educar. A função primordial de uma novela é o entretenimento. É entreter, envolver as pessoas em uma história. Se por acaso a gente consegue promover uma reflexão,  um debate dentro de casa, na sala das pessoas, um diálogo mais acalorado entre pessoas de divergentes opiniões, ótimo, mas a função primordial de uma novela é o entretenimento e isso a gente está fazendo muito bem e obrigada”, declarou

Ao lado de Bruna Marquezine, a atriz marcou presença em um evento fechado para a imprensa nos Jardins, em São Paulo.

Paes é responsável por dar vida à traficante Bibi Perigosa, protagonista da novela das 21h, “A Força do Querer”.


Jurado do ‘Bake Off Brasil’, Fabrizio Fasano solta o verbo sobre política, paternidade e hipocrisia

Fabrizio Fasano Jr. (Foto: Angelo Pastorello)

 

Era grande a expectativa em torno da estreia da terceira temporada do programa “Bake Off Brasil”, do SBT, que aconteceu nesse sábado (12). Não se sabia como o afastamento da apresentadora Ticiana Villas-Boas – por conta do envolvimento de seu marido, Joesley Batista, no escândalo de corrupção que atingiu o presidente – iria afetar a atração, que teve bom desempenho nas edições anteriores, garantindo o segundo lugar no horário.

Mas parece que o coração do programa está mesmo na bancada do juri, já que a estreia cravou 10 pontos de audiência – a média das temporadas anteriores. Mais especificamente, na persona do jurado mal-humorado, sincerão e por vezes indelicado “interpretado” por Fabrizio Fasano.

Sem nenhum preparo profissional na área, mas conhecedor das coisas boas da vida, Fabrizio usa essa experiência de glutão – ele chegou a pesar 170 quilos – para avaliar os preparos. Sem papas na língua, ele admite que tem um pouquinho de exagero nos comentários desfavoráveis. Mas afirma que não é um personagem: “Eu sou assim, sou conhecido por isso. Se quiser saber minha opinião sobre o que for, é só perguntar”. Parece que o tipo faz sucesso: “Sou o malvado favorito”.

Nesta entrevista, segue no estilo metralhadora giratória, não importa o assunto: corrupção, paternidade e a hipocrisia do brasileiro. Confira:

Blog do Amaury Jr.: Você não é chef e não tinha experiência nessa área até entrar para o “Bake Off”. Você se sente preparado para julgar?

Fabrizio Fasano: No “Bake Off” todo mundo sabe que não sou chef, sempre deixei claro. Defendo a tese de que teoricamente tive oportunidade de experimentar na minha visa coisas que muitos chefs não experimentaram. Não estou ali para dar minha avaliação técnica, e dizer se põe mais fermento ou menos fermento, mais farinha ou menos farinha, que é a função da confeiteira que está comigo, porque são dois jurados. Estou ali como uma pessoa que conhece as coisas e ponto.

Blog do Amaury Jr.: Um connoisseur?

Fabrizio Fasano: É. Eu sei te dizer se uma sobremesa é boa ou ruim, ate porque minha referencia é essa, né? Tô acostumado a comer bem a vida inteira. Eu faço várias receitas, mas não sou chef. Eu gosto, mas de cozinhar pra 6, 7 pessoas. Quer fazer um risoto pra 40 pessoas? Não, obrigado, vai ficar uma merda.

Blog do Amaury Jr.: Esse é o tipo de coisa que você fala para os participantes do programa. Você faz de propósito, ou é mal-humorado mesmo?

Fabrizio Fasano: Sou o malvado favorito. Eu sou assim, não existe ali um personagem. eu sou super crítico. Tem um leve exagero, um pouquinho sempre tem. Mas a princípio eu jamais vou falar pra você aquilo que não acho. Se quiser saber minha opinião sobre algo, é só perguntar. Meus filhos reclamam: “Porra pai, mas você só fala do que eu faço de errado!”. Não preciso ficar elogiando o que já faz certo. Presto muito mais atenção no que está errado do que no que está certo. E o programa, no final das contas, é pra isso, né?

Blog do Amaury Jr.: E faz sucesso…

Fabrizio Fasano: O público gosta. No começo, eles me odiaram. No começo, chamei um negócio de cocô de cavalo. Nossa, virou um agá minha vida… Foi o primeiro programa, eu estava morrendo de medo, não sabia de nada. Já tinha feito um programa de TV, mas não como jurado de um reality.

Blog do Amaury Jr.: Você já foi economista, publicitário, fotógrafo… Como acabou na TV?

Fabrizio Fasano: É uma poesia esse filme. Eu queria ser médico, não fui, aí trabalhei com meu pai, mas não era feliz, aí fui ser publicitário, era um saco, sou formado e tenho pós em economia. Quando tinha 30 anos, queria ir pra Nova York fazer o Actor’s Studio. O Ricardo van Steen ficava na minha orelha: “você tem que ser ator, você tem uma beleza diferente”. Aí ele me convidou pra fazer esse filme, “Noel, o Poeta da Vila”. Eu tava enorme, pesando 170 quilos – peso 115 hoje. Sempre tive essa veia artística. Trabalhei 12 anos em publicidade, fui um puta executivo de publicidade, viajava 240 dias por ano, ia fazer reunião em Bangkok de três horas e voltava, chegava no final do ano tinha 500 mil milhas pra gastar.

Blog do Amaury Jr.: E o que mudou?

Fabrizio Fasano: Ganhava um caminhão de dinheiro na época, mas aí meus filhos nasceram, eu não conseguia entender eles crescendo. Eu sempre fui um cara muito ligado a eles, mas não só na coisa do carinho, do amor, mas do ser pai. Estar presente, ensinar, participar da vida deles. Quero estar junto, quero ver crescer, quero ensinar a andar de bicicleta, a andar de patins. Tinha comprado um sítio em Sorocaba, levava às vezes um monte de criancinhas. Porque, por incrível que pareça, tem pais que estão cagando, né? Não veem a hora de levar embora. Então tinha amiguinho que ia quase todo fim de semana. Mas comecei a sentir muita falta disso. Chegou num ponto que ficava 10, 15 dias viajando. Um dia grudaram na perna e começaram: “Quando é que você volta? Por que demora tanto pra voltar?”. Naquele dia eu mudei, falei: “Não é isso que eu quero pra mim. Isso vai me deixar rico e infeliz”.

Blog do Amaury Jr.: E como está sendo fazer o programa sem a Ticiana? O que mudou pra vocês?

Fabrizio Fasano: É uma coisa que me entristece muito, porque adoro ela. Não mudou nada, praticamente. A Carol tá fazendo o trabalho dela superbem feito, a Beca, que assumiu o papel da Carol, tá fazendo um trabalho superbem feito. O programa é líder de audiência em 36 países, tá sendo feito de uma maneira primorosa pelo SBT.

Blog do Amaury Jr.: A que você credita esse sucesso?

Fabrizio Fasano: Talvez o mercado esteja mais carente, porque chef tem um monte, já virou moda. Todo mundo acha que ser chef é ser o Alex Atala. É uma puta vida de merda, os caras trabalham que nem um filha da puta, sábado, domingo, segunda, terça, quarta… Carregam peso, suam… mas é uma puta profissão.

Carol Fiorentino, Ticiana Villas Boas e Fabrizio Fasano Jr. (Foto: Reprodução Instagram)

Blog do Amaury Jr.: E os negócios da família, como vão?

Fabrizio Fasano: Esse mercado de alto luxo brasileiro, de serviço, tá passando por uma fase bem difícil. Pessoas que vinham quatro vezes por mês passaram a vir duas, quem vinha duas vem uma. O Rio de Janeiro acabou [a rede Fasano abriu em 2014 seu primeiro hotel no Rio]. Tem um monte de coisa lá e um monte de coisa aqui. O que você ganha aqui você perde lá, é um problema.

Blog do Amaury Jr.: Como vê a situação econômica atual?

Fabrizio Fasano: O Brasil é um país quase milagroso. Mesmo com esse monte de merda acontecendo, a economia ainda dá sinais de que quer melhorar. Mas temos uma classe política que não dá nem pra falar… Hoje eu estava num programa, falei que político ladrão virou redundância, porque não existe um que não seja. E os caras ficaram me olhando, porque o dono deve ser o mais. Acho o Brasil de uma hipocrisia…

Blog do Amaury Jr.: Por que exatamente?

Fabrizio Fasano: Vamos pegar um caso típico, o Joesley Batista. 90% das pessoas que vejo meterem o pau nele são menos competentes do que ele, porque roubaram, são ladroes – se bem que ele não roubou, ele foi corruptor, é diferente -, mas foram tão corruptos quanto ele e não conseguiram fazer o dinheiro que ele fez. As grandes fortunas desse país, nenhuma foi feita à base da cartilha, da Bíblia, nenhuma. E fica todo mundo sentando o pau [no Joesley]. Agora, se ele tivesse pego o telefone e ligado pra uma meia dúzia deles uma semana antes de sair a delação, e esses caras tivessem vendido ou comprado dólar e tivessem ganho bilhões, ele ia ser deus pra todo mundo. O cara não paga pensão da mulher, fura fila, pega vaga de idoso, e só porque não ganhou dinheiro, acha que pode.

Blog do Amaury Jr.: As pessoas justificam os pequenos atos de corrupção com a falta de justiça do país, ou com o fato de que todo mundo faz…

Fabrizio Fasano: Olha, vou falar uma coisa… Meu pai trabalhava à noite, minha mãe ia pra fazenda com meus irmãos mais cedo e eu ficava esperando ele, e ia dirigindo o carro dele. Com 14, 15 anos, pegava a Castelo Branco. Quantas e quantas vezes ele não desceu do carro pra comprar guarda? Eu tenho certeza absoluta de que ele jamais pensou que estava me dando um exemplo de corrupção. Eu passei minha vida corrompendo guarda na estrada. Eu era amigo dos caras, mandava garrafa de uísque pra eles e viajava a 250 por hora. Vou ser hipócrita e dizer que se, há 20 anos, meu pai tivesse tido a oportunidade, porque conheceu eu um filha da puta de um presidente da república que sentou na frente dele e disse: “Sou o cara mais corrupto do mundo, se você me arrumar dinheiro eu dou o que você quiser”, ele ia falar não?

Blog do Amaury Jr.: E você, ia falar o quê?

Fabrizio Fasano: Eu provavelmente ia falar sim. Porque naquela época ninguém sabia desse risco. Mas hoje é diferente! Se a gente quer mudar o país… Eu não tô falando que tá certo! Não tô falando que concordo, e que as coisas têm que continuar assim. Se ele [Joesley] não tivesse feito isso há 15 anos, que já era uma empresa grande – ele faturava R$ 4 [bilhões] e hoje fatura cento e não sei quanto, alguém ia ter feito! Vamos combinar que não só esse mercado, como o de commodities, é uma baixaria generalizada. É assim que ele foi criado, que o pai dele foi criado, que o avô dele foi criado. Tá certo? Não, tá tudo errado! Mas daí pra ele virar o bandido número 1? E isso me chateia por causa da Tici, que acabou entrando no processo. É marido dela, é pai do filho dela, acho que tá com toda razão, vai falar o quê? “Ai, não sabia, vai à merda”? Ela provavelmente não sabia de muita coisa, ninguém sabia, nem a agenda do Temer sabia!

Blog do Amaury Jr.: E qual a sua posição política?

Fabrizio Fasano: Sempre fui apolítico. Pega um Collor de Mello, que já foi impitimado, e volta a ser senador, caralho! Esse cara há cinco anos tinha um puta poder de novo. José Sarney! Dá até pra entender, porque era aquela coisa do coronelismo, mas o tempo foi passando, a internet chegou. É isso que me deixa irritado. Somos um paisinho de merda. Como a Venezuela, que tá pagando por ter eleito o cara não sei quantas vezes. O mundo tá passando por um processo também, você vê um Trump ganhar uma eleição, é uma coisa chocante. Mas vamos combinar que, por pior que esse Trump seja, ele jamais vai ser um vigésimo do escroto que foi esse Lula.

Blog do Amaury Jr.: Por quê?

Fabrizio Fasano: Porque ele teve todo o poder na mão, todo o dinheiro, teve toda a chace de fazer desse país um país de primeiro mundo, e literalmente destruiu essa merda. Na base do populismo, de manter o poder. Se tivesse feito as coisas certas, estaria no poder até hoje. Você já viu essa Gleisi falando? Defendendo o Maduro? Não é possível, essa mulher tem que ser presa.

Blog do Amaury Jr.: Não precisa ir até a Venezuela…

Fabrizio Fasano: Quem tem dúvida de que [o presidente Nicolas Maduro] é um escroto? Já provou que é um imbecil incompetente. Não é que não sou um cara político, e acho que sou errado nisso. O bacana de você estar na mídia é poder ajudar naquilo que você fala, naquilo que você traduz, nas pessoas que você entrevista. Você vai formando opinião na cabeça das pessoas. Quando falo alguma coisa, as pessoas me ouvem. Óbvio que não sou nenhum Luciano Huck, nenhum Faustão, mas é a minha maneira de ajudar, que que eu posso fazer?

 


Estreia das mulheres na “Dança dos Famosos: Galisteu e Mariana Xavier empatadas em primeiro lugar

Foto: Reprodução Rede Globo

 

Começou nesse domingo a 14ª edição da “Dança dos Famosos”, no “Domingão do Faustão”, na Rede Globo. O ritmo de estreia das mulheres foi o baladão, com Ivete Sangalo, Arthur Xexéu, Sophia Abraão no juri artístico e Carlinhos de Jesus e Sueli Machado no júri técnico.

Seis mulheres dançaram nessa noite. A primeira a se apresentar foi a atriz Cris Vianna, vestida com um macacão azul super justo, e seu professor, Rafael. Ivete logo soltou: “Que mulher gostosa!”, e deu 10 para a dupla. Já Carlinhos de Jesus deu 9.6., alegando que, por ser um mulherão, Cris precisa fazer passos ‘menores’.

Em seguida veio Mariana Xavier com um look prateado e meia calça rosa, e seu professor, Leo Santos. Foi um show de carisma, simpatia e muita animação. Mariana deu um show! Sophia Abraão elogiou a segurança que ela passava ao público. E Ivete completou: “Você tem um ritmo cravado no tempo: 10!”. A jurada técnica Sueli Machado elogiou muito a gata: “Você tem uma presença! Só um toque: não precisa olhar para o chão. 9.9”.

A terceira a se apresentar foi Baby do Brasil, com a roupa combinando com o cabelo roxo e muito brilho. No auge de seus 65 anos, Baby arrasou! Muitos passos no ar e muita simpatia. Arthur Xexéo elogiou: “Ritmo, energia e alegria. 9.6”.

Adriane Galisteu chegou maravilhosa em um macacão verde com transparências e coque no alto da cabeça para ser a quarta mulher a se apresentar e avisou: “Vou dançar com o coração.” Seu professor, Marcos Lobo arrasou na coreografia. Ivete pontuou que Galisteu não entra em nada para perder: “Ela se dedica muito! É 10.” Carlinhos de Jesus achou que as “pegadas” – passos que levantam a mulher no ar – foram excessivas. “Esse é meu ponto de vista. Se fosse uma pegada de gran finale, tudo bem. Agora três são demais.”

Isabela Santoni e seu professor, Diego Maia, chegaram cheios de transparências em tule para a quinta apresentação. “Tua juventude é uma vantagem nessa disputa. 10.” disse Arhur Xexéo. A jurada técnica Sueli Machado disse que Isabela saiu um pouco do ritmo e deu 9.7.

A última a se apresentar foi a atriz Maria Joana com seu professor, o dançarino Reginaldo Sama. Cheios de pedrarias e correntes, arrasaram! Tudo fluiu naturalmente em uma coreografia bem complicada. Carlinhos deu um recado para o coreógrafo: “Deixa ela dançar mais! Explora mais o potencial que ela tem. 9.8”. Sueli foi categórica: “Você nasceu para a dança”;

Hoje não teve eliminação e na próxima semana é a vez dos homens dançarem o baladão.

Classificação final da noite:

Mariana Xavier e Leo – 9.8

Adriane Galisteu e Marcus – 9.8

Isabella Santoni e Diego – 9.8

Maria Joana e Reginaldo – 9.7

Cris Vianna e Rafael – 9.2

Baby do Brasil e Rodrigo – 9.2

 

 


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>