Topo
Blog do Amaury Jr.

Blog do Amaury Jr.

Maitê Proença: o dia em que a atriz falou do assassinato da mãe pelo pai

Amaury Jr.

28/01/2019 15h12

Maitê Proença no Roda Viva

 

A grande atriz Maitê Proença completa 61 anos nesta segunda-feira (28).

Figura das mais interessantes, sempre atrás de novidades na vida e em sua carreira, com uma passagem importante pela dramaturgia da Globo, a atriz demorou décadas para falar de um trauma de sua vida. Em 2017, convidada do programa Roda Vida da TV Cultura, ela tocou em um assunto que raramente aborda publicamente: a morte da mãe, Margot Proença Gallo. Em 1970, o procurador de Justiça Augusto Carlos Eduardo da Rocha Monteiro Gallo, pai da atriz, esfaqueou a mulher onze vezes por ciúmes do professor de francês dela. Maitê tinha então apenas 12 anos.

Questionada sobre o episódio pelo jornalista Bruno Meier, hoje editor do blog do Amaury Jr., ela disse:

"Não gosto de falar muito sobre isso. Tínhamos uma família perfeita. Depois da morte da minha mãe, ele [pai] foi morar em uma chácara e, mais tarde, morou em um manicômio. Eu perguntei porque não atirou em minha mãe, e ele disse que a faca era uma extensão do corpo dele. Eu acho que aquele homem não era um assassino".

Emocionada, ela revelou que sentiu "asco físico" pelo pai. "Eu sabia que ele não ia voltar a matar, mas era muito complicado ver aquele homem que tinha destruído a própria vida e que matou também quem ele mais amava, uma pessoa que eu amava mais do que a ele", desabafou. "Eu tinha uma casa perfeita, estudava na escola perfeita, tudo era perfeito e, num belo dia, tudo isso acabou."

Maitê lembra que não estava preparada, com tão pouca idade, para superar esse trauma. "O meu problema trouxe desdobramentos terríveis, pois meu pai se matou, meu irmão mais velho se matou e várias outras coisas que não vou contar aqui, mas que lido com elas até hoje", disse. "Eu sou feliz porque consegui me organizar dentro disso."

Sobre os autores

Amaury Jr.

É jornalista e apresentador de TV. É o mais conhecido colunista social do Brasil e considerado o criador do colunismo social eletrônico no país, onde mantém um programa de TV há 39 anos ininterruptos.

Bruno Meyer

Começou no jornalismo pela revista Veja. Foi repórter de cultura e titular da coluna Gente, espaço focado na cobertura de personalidades no Brasil e mundo. É autor do livro "A Vida É uma Festa" e editor deste blog.

E-mail: bruno@amauryjr.com.br

Sobre o blog

Notícias, bastidores e informações exclusivas sobre quem é assunto no showbiz, na cultura, na política, nos negócios e em todas as rodas sociais.

E-mail: contato@amauryjr.com.br