PUBLICIDADE
Topo

Histórias do arquivo XXVII

Da Redação

06/07/2020 09h46

O primeiro filme de Tonia Carrero foi em 1947 – Querida Suzana – de Alipio de Ramos. Ela estava linda, esplendorosa;  só tinha concordado  em aparecer no filme   (enfeitando-o) se lhe deixassem cantar. Colocaram-na num estúdio, mas não havia jeito. Seu canto era um horror . Tentaram resolver o problema contratando as Três Marias – grupo famoso naquela época- para cantar junto a ela.

Veio o primeiro ensaio e a constatação : não dava. De repente, não mais que de repente, tudo se afinou e ficou aquela beleza , como por encanto . As quatro mulheres tinham combinado que Tônia só moveria os lábios, deixando o resto por conta do trio.

Isso foi possível porque a gravação se fazia num aquário de vidro. Do lado de fora só se controlava o áudio . Uma das Três Marias alteava a voz com se fosse Tonia e as outras duas garantiam o coral.

Não há quem não queira ver Querida Suzana só para conferir o detalhe do primeiro , e único, sucesso de Tônia Carrero como cantora. Apenas mexendo os lábios.

Sobre o autor

Amaury Jr. é jornalista e apresentador de TV. É o mais conhecido colunista social do Brasil e considerado o criador do colunismo social eletrônico no país, onde mantém um programa de TV há 39 anos ininterruptos.

Sobre o blog

O blog traz notícias, bastidores e informações exclusivas sobre quem é assunto no showbiz, na cultura, na política, nos negócios e em todas as rodas sociais.

E-mail: contato@amauryjr.com.br

Amaury Jr.