publicidade

Blog do Amaury Jr

Categoria : Cultura


Giovanna Lancellotti faz balanço de Rochelle em ‘Segundo Sol’

Por Bruno Meier

Lancelloti sobre o trabalho em “Segundo Sol”: “Foi muito transformador, principalmente porque (a doença da síndrome) nada disso estava programado” | Créditos: Manuela Scarpa/Brazil News

 

 

Antes de encarnar a patricinha e blogueira Rochelle de Segundo Sol, Giovanna Lancellotti foi avisada pelo autor João Emanuel Carneiro: sua missão seria cabeluda. “Ele deixou claro que Rochelle era uma diabinha”, diz a atriz. Tendo como arma uma franja que acentua seu olhar de monstrinha mimada, Giovanna pagou para ver — e agora colhe os louros. Com sua crueldade fútil e incorreção social, Rochelle foi daquelas personagens secundárias que emergem para ombrear com medalhões — como Adriana Esteves e sua Laureta.

Aos 25 anos, e acostumada a viver personagens simpáticas em quatro novelas anteriores, Giovanna sabe que, ao menos até agora, Rochelle é o personagem de sua carreira. “Quando olho para trás, e nem é tão atrás, me sinto honrada. Vou morrer de saudade”, diz a atriz em entrevista ao blog do Amaury Jr. 

Sua personagem viveu uma explosiva transformação, como bem disse a atriz, durante os seis meses de novela. Logo no primeiro capítulo, Rochelle matou o peixinho de aquário da irmã adotiva Manu (Luisa Arraes), com quem vivia às turras. E a personagem só piorou. Incriminou uma empregada para encobrir que furtara um anel, escondeu drogas no quarto de Manu e escancarou o racismo quando a irmã descobriu que ela arrastara a asa para seu namorado: “Você acha que eu ia ficar com um negro?”.

 

Giovanna Lancelloti em evento em São Paulo na terça-feira 6: “Vou morrer de saudades da Rochelle” | Créditos: Manuela Scarpa/Brazil News

 

 

Em nova fase de decadência da família, Rochelle não se cansou de humilhar a mãe e o pai. Ao descobrir as malas de dinheiro sujo de Severo, foi chantagear o avô. Até que, nas mãos do autor João Emanuel, surgiu o diagnóstico da síndrome de Guillain-Barré: “Foi muito transformador, principalmente porque nada disso estava programado – o lance da síndrome veio pela repercussão do público. Isso me deixa mais feliz. Independente das maldades da Rochelle, ela sempre foi muito verdadeira e as pessoas gostaram. Não que apoiassem as maldades dela. Foi muito lindo, para mim, como atriz. Visitei hospitais, centros de habilitação. Foi um mês pra isso. Com dieta, emagreci 4 quilos para nas cenas de hospitais ela estar bem frágil”, diz Giovanna.

Segundo Sol termina esta semana e já pode-se registrar duas marcas da novela. Uma é de ter transformado o horário nobre das 9 da noite num palco vibrante de um debate moral – com personagens que pouco faziam escolhas claras entre o bem e o mal. Que o dirá Rochelle! E segundo pelo talento e a vibrante interpretação de Giovanna Lancellotti.

 

Giovanna: “Independente das maldades da Rochelle, ela sempre foi muito verdadeira e as pessoas gostaram” | Foto: Reprodução Instagram

 


Ex-BBB Kaysar Dadour é aprovado para nova novela sobre refugiados da Globo

Reprodução Instagram

 

Refugiado sírio, o ex-participante do “BBB” Kaysar Dadour foi aprovado para Órfãos da terra, próxima novela das 18h de Thelma Guedes e Duca Rachid, com estreia prevista para o dia 28 de março do ano que vem na Globo. Ele fez teste nas últimas semanas e recebeu a notícia por telefone por um produtor de elenco da emissora.

Na trama, a mocinha, vivida por Julia Dalavia, fugirá da Síria para o Brasil e se apaixonará pelo personagem de Renato Góes, também de origem árabe. Outros refugiados participaram de testes comandados pelo diretor Gustavo Fernandez e por um produtora de elenco. Eles terão tanto papéis fixos quanto participações.

Órfãos da terra tem previsão de ir ao ar a partir de março, na Globo. Também estão confirmados no elenco Paula Burlamaqui, Marcelo Médici, Alice Wegmann e José de Abreu, entre outros.

Reprodução Instagram

 

 

Kaysar já fez sua estreia como ator no longa baseado na série “Carcereiros”, em que interpreta um presidiário. A produção, estrelada por Rodrigo Lombardi e dirigida por José Eduardo Belmonte, deverá estrear ano que vem.


Fernanda Montenegro e elenco de “Central do Brasil” se encontram 20 anos depois

 

Walter Salles, Vinicius de Oliveira e Fernanda Montenegro | Foto: Roberto Filho / Brazil News.

 

Vinte anos depois de lançado, “Central do Brasil” reuniu Fernanda Montenegro e Vinícius de Oliveira na sessão especial do filme no Festival do Rio, na noite deste sábado (3), em Botafogo, no Rio de Janeiro. Os dois são personagens centrais da premiada produção. O diretor Walter Salles também marcou presença no evento, que teve como um dos pontos altos o discurso emocionado da atriz, de 89 anos, sobre o filme.

Outros nomes do elenco e da equipe de produção, como Othon Bastos e Stella Freitas, também participaram da homenagem especial. O longa de Walter Salles foi selecionado para o Festival de Berlim de 1998 e ganhou os Ursos de Ouro (melhor filme) e Prata (melhor atriz). Foi selecionado para o Oscar de filme estrangeiro e Fernanda, indicada para melhor atriz.

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, há poucos dias, Fernanda avaliou a experiência de participar do filme e a repercussão dos prêmios. “Foi como ir numa viagem a Marte. Voltei sem nada, mas aquilo foi um tumulto em minha vida, um terremoto.”, disse. “Voltei com muitas boas recordações [sobre participar do Oscar]. Fiquei ali, naquele mundo do grande cinema, tratada com o maior carinho por Jennifer Jones e por Lauren Bacall, com quem mantive correspondência por um tempo, depois. Jane Fonda, Meryl Streep, Gregory Peck. Convivi durante aqueles dias com todos eles. Foi um sonho para uma pessoa como eu”.

Lançado em 1998, o longa conta a história de Dora, vivida por Fernanda, que escreve cartas na estação Central do Brasil, no Rio de Janeiro, para pessoas analfabetas. Quando volta para casa, ela relê as cartas com sua amiga Irene (Marília Pêra) e, juntas, decidem quais textos merecem ou não ser enviados aos destinatários. Quando uma de suas clientes é atropelada, seu filho Josué (Vinícius de Oliveira), de 9 anos, fica perdido na estação. Mesmo a contragosto, Dora acolhe o garoto e acaba acompanhando-o até uma cidade do interior do Nordeste à procura do pai dele.

O drama de Walter Salles também marca a última vez em que o Brasil teve um filme seu indicado à categoria de Melhor Filme Estrangeiro no Oscar: fazem exatos 20 anos que nosso país não é representado na premiação.

 

Vinicius de Oliveira, seu filho Benjamin e Fernanda Montenegro | Foto: Roberto Filho / Brazil News.

Walter Salles e Fernanda Montenegro na sessão especial do filme Central do Brasil | Foto: Roberto Filho / Brazil News.

 

Mariana Ximenes | Foto: Roberto Filho / Brazil News.

 

Fernanda Montenegro | Foto: Roberto Filho / Brazil News.

 

Zuenir e Mary Ventura | Foto: Roberto Filho / Brazil News.


Luana Piovani explica mudança para Portugal: “Vejo a violência do Rio se aproximar a cada dia”

 

Luana Piovani: “No Rio, as pessoas usam o mesmo fuzil que eles usam no Iraque, na Síria, na Faixa de Gaza”. (Foto: Cristina Villares)

 

 

Luana Piovani tem data marcada para deixar o Brasil e se mudar com a família – o marido, o surfista Pedro Scooby, e os três filhos – para Portugal: a mudança será feita em 15 de janeiro de 2019. A atriz não esconde o incômodo com a violência diária do Rio de Janeiro. “É o motivo principal. Tenho muito medo da violência do Rio, que está um pouco pior que as outras cidades no geral”, disse aos jornalistas Bruno Meier e Michelle Kallousieh, do blog do Amaury Jr., no quarto de um hotel de luxo essa semana, onde divulga seu novo trabalho televisivo para 2019.

Mesmo morando em condomínio fechado, Luana enfatizou que não quer dar sorte para o azar. “Vejo a violência se aproximar cada dia mais e eu não quero dar a oportunidade para falta de sorte de viver alguma coisa. No Rio, as pessoas usam o mesmo fuzil que eles usam no Iraque, na Síria, na Faixa de Gaza. Então, não existe segurança. Deus que cuida. Meu carro é blindado, mas se qualquer pessoa com fuzil quiser te abordar, você não vai reagir”.

Luana Piovani, o marido, o surfista Pedro Scooby, e os três filhos: a data de mudança é 15 de janeiro de 2019 (Reprodução Instagram)

 

Sem contrato com a Globo (o último trabalho foi a série Dupla Identidade, em 2014) e com um canal no YouTube, ela foi convidada pelo executivo Marcello Cotro, vice-presidente de marketing, digital e criativo do canal pago E! a ter um programa para chamar de seu. Em Luana É de Lua, ela mostrará um pouco de seu dia a dia familiar ao mesmo tempo em que abordará temas considerados tabus, como fantasias sexuais e assédio. Ao blog, ela diz que tem diversas fantasias – bissexual, homossexual, de sexo grupal, ménage, voyerismo – mas não consegue realizá-las. “Fiz uma escolha por não realizá-las, mas me permito te-las. Porque não realizo? Não sei. Não sei se tenho medo, ou insegurança. Das minhas fantasias que exponho ali, não realizei nenhuma”, disse.

A primeira temporada do reality investigativo, produzido pela Popcon, de Tatiana Quintella, terá dez episódios de 30 minutos cada e tem estreia prevista para junho de 2019.

Leia mais:


#EleSim: Lala Rudge, Thassia Naves e as blogueiras de luxo que abriram seus votos

Thassia Naves e Lala Rudge, blogueiras (Foto: Reprodução Instagram)

 

Um número cada vez maior de blogueiras especializadas no mercado de luxo tem seu posicionado a favor do candidato Bolsonaro. Lala Rudge, com 1.6 milhões de seguidores no Instagram, é uma delas. Além de ter feito posts na rede social falando abertamente sobre sua posição, Lala tem deixado dicas de quais outras blogueiras concordam com tal posicionamento.

Na publicação da chef Helena Rizzo, do estrelado restaurante Maní, em São Paulo, que causou fúria nos últimos dias desde que Rizzo postou uma foto em que aparece com sua equipe mostrando o dedo do meio e as hashtags #elenão, #elenunca, #elejamais, Lala marcou as amigas Thassia Naves, Nati Vozza, Lele Saddi, entre outras blogueiras e pediu boicote aos restaurantes da chef Rizzo, deixando claro que não concorda com o posicionamento de Helena, contra Bolsonaro.

Thassia Naves, com 3 milhões de seguidores, dá sinais que concorda com a amiga Lala, mas esconde rastros. Nas suas fotos, internautas dizem que seus comentários têm sido apagados e outros bradam com convicção: “Thassia é Bolsonaro!!”. A blogueira curtiu publicações a favor do candidato (veja abaixo)Nati Vozza, com 780 mil seguidores, fala abertamente e responde comentários defendendo Jair.

No twitter, os internautas não estão surpresos:

 

 

 

 

 


Thaila Ayala curte dias de folga em Salvador com Renato Goés

 

foto: reprodução Instagram

 

Thaila Ayala está curtindo dias de folga na Bahia com o namorado, o também ator Renato Goés. Em seu Instagram, postou registro nesta quarta-feira, 26, com o bairro do Pelourinho, em Salvador, como paisagem de uma janela. Na legenda, escreveu: “Deixa a luz do céu entrar”.

Thaila está no elenco do longa Coração de Cowboy, que estreia na próxima quinta-feira, 27, ao lado de Gabriel Sater, Françoise Forton e Jackson Antunes.

 

foto: reprodução instagram

 

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Pelô. 🍀

Uma publicação compartilhada por Renato Góes (@renatogoess) em


Isis Valverde se recusa a gravar vinheta de fim de ano da Globo

 

A tradicional vinheta de fim de ano da Globo – “Hoje é um novo dia …” – será gravada neste fim de semana com atores, apresentadores e jornalistas da emissora, todos reunidos no Projac, no Rio. Mas um nome do primeiro escalão de seu elenco não aparecerá na vinheta: a atriz Isis Valverde.

Convidada, ela disse não – e alegou motivos pessoais. Leia-se a gravidez de oito meses.


Mão boba: Deborah Secco apalpa Giovanna Antonelli em evento em SP

Letícia Colin, Giovanna Antonelli e Deborah Secco em evento em SP (Foto: Brazil News/ Manuela Scarpa)

 

Rivais em “Segundo Sol“, Giovanna Antonelli e Deborah Secco são só amores na vida real. As duas participaram de um lançamento de uma marca de lingerie na noite desta quarta-feira, 19, em São Paulo, e ao chegar, Deborah Secco deu uma apalpada no bumbum de Giovanna.

Letícia ColinAntonia Morais, Lethicia Bronstein, Mariah Bernardes e Marcella Tranchesi também compareceram ao evento.

 

Letícia Colin, Antonia Morais, Lethicia Bronstein, Giovanna Antonelli, Deborah Secco, Mariah Bernardes e Marcella Tranchesi (Foto: Manuela Scarpa/Brazil News)

 

Antonia Morais, Letícia Colin e Giovanna Antonelli (Foto: Manuela Scarpa/Brazil News)


Em noite política, Vladimir Brichta se destaca em prêmio: “Bingo, sim. Bozo, sim. “Bozonaro”, não”

Vladimir Brichta (Foto: Divulgação)

 

 

Bingo – O rei das manhãs mereceu. Se ainda não assistiu, assista!

O filme foi o grande vencedor do Prêmio do Cinema Brasileiro 2018, ontem, no Rio. Com 15 indicações, o longa inspirado na vida de Arlindo Barreto, que vestiu por anos a fantasia do palhaço Bozo na TV, e dirigido por Daniel Rezende, levou oito troféus Grande Otelo, entre eles o de Longa-metragem de Ficção, Ator Coadjuvante, Direção de Arte, Montagem e Voto Popular.

Se, em edições anteriores, os discursos foram diversos, com atores subindo ao palco para falar de temas distintos, nesta edição, o tema unânime do meio cinematográfico foi política: a hashtag #EleNão, lançada por grupos de mulheres contra o candidato à presidência pelo PSL Jair Bolsonaro, esteve presente em quase todos os discursos dos premiados, como a da produtora Sara Silveira, a atriz Sandra Corveloni e o ator Vladimir Brichta.

Brichta, vencedor do prêmio de melhor ator do ano, foi quem mais se destacou no discurso em referência ao seu personagem em Bingo.

— Bingo, sim. Bozo, sim. “Bozonaro”, não — bradou Brichta.

Adriana Esteves e Vladimir Brichta (Foto: Roberto Filho / Brazil News)


Fátima Bernardes: do casamento da “Minnie e o Mickey da TV” à liberdade aos 56 anos

O anúncio, direto e formal, aconteceu em junho de 2017: “Em respeito aos amigos e fãs que conquistamos nos últimos 26 anos, decidimos comunicar que estamos nos separando”. Um minuto depois, a mensagem seguia: “Continuamos amigos, admiradores do trabalho um do outro e pais orgulhosos de três jovens incríveis”. Por fim, a conclusão: “É tudo o que temos a declarar sobre o assunto. Agradecemos a compreensão, o carinho e o respeito de sempre”.

Divulgado simultaneamente em dois perfis na rede social Twitter, o texto era absolutamente idêntico, a não ser por um detalhe: a assinatura. No perfil do marido, o nome da mulher antecedia o dele, um sinal de elegante deferência e uma maneira de não deixar dúvida de que o tom era absolutamente consensual. No dela, o nome dele vinha antes, com o mesmo efeito.

Foi nesses termos que William Bonner e Fátima Bernardes chegavam a um ponto final em um relacionamento que fez parte do dia a dia de milhões de telespectadores por mais de duas décadas.

 Do casal que, para usar uma definição usada por Fátima certa vez, eram “o Mickey e Minnie da TV brasileira”, Fátima mudou, cresceu, rejuvenesceu.

Bonner foi o primeiro a aparecer acompanhado, onze meses depois do anúncio do término de seu casamento: o jornalista e a fisioterapeuta Natasha Dantas apareciam juntos numa mesa de canto num restaurante pacato no bairro carioca do Horto. Nessa fase, Fátima fazia uma declaração, a primeira delas, dizendo o período de luto, após 26 anos de casados, acabou — mas não sabe quando vai se interessar por alguém.

Foi Fátima conhecer o pernambucano Tulio Gadelha, 30, que tudo mudou. As notícias em torno do novo relacionamento se tornaram cada vez mais frequentes, seja pela exposição e legendas apaixonadas via redes sociais até a diferença de 25 anos de idade do casal.

A exibição, às vezes exaustiva, em redes sociais aconteceu de forma natural. “Resolvi me apoderar do meu momento e dizer o seguinte: o que quero mostrar da minha vida são essas fotos, nesses lugares. Você não vai me ver postando foto em restaurante, com um superprato. Vai me ver fazendo coisas que têm a ver com o que eu acredito ser a essência do que estou vivendo”, contou a apresentadora para o jornal O Globo.

Desde que apareceram, cada um com seu respectivo, o ex-casal viver numa espécie de reality show. “Saudável é viver a própria vida”, escreveu William Bonner no Instagram, dias depois da divulgação das fotos de sua ex, Fátima Bernardes, com o novo namorado. Bonner espetou ainda quem vai às redes só para comentar a vida alheia: “O simples fato de o bem-estar dessas pessoas ser tão afetado pelos caminhos que os outros escolheram pra si é um indicativo de que elas precisam de ajuda”.

Na noite deste domingo, 16, Fátima ganhou uma festa surpresa organizada pelo namorado, amigos e familiares. Durante um jantar com a mesa cheia, Tulio  surpreendeu a jornalista chegando com um bolo de aniversário, com direito a velinha. “E eu que pensei que nem ia comemorar, ganhei essa surpresa linda! Já comecei bem meu novo ano. Amei!”

 

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

E eu que pensei que nem ia comemorar ganhei essa surpresa linda! Já comecei bem meu novo ano. Amei!

Uma publicação compartilhada por Fátima Bernardes (@fatimabernardes) em