publicidade

Blog do Amaury Jr

Categoria : Sem categoria


Nicki Minaj desembarca em São Paulo para show privado

Foto: Amauri Nehn/Brazil News

 

Nicki Minaj acaba de desembarcar em São Paulo para o show fechado que irá fazer nesta quarta-feira,16, no Credicard Hall. Será o lançamento de um serviço de streaming no Brasil apenas para convidados.

O rapper Rincon Sapiência fará o show de abertura para a cantora.

Foto: Amauri Nehn/Brazil News

 

Foto: Amauri Nehn/Brazil News

 

Foto: Amauri Nehn/Brazil News


FLASHBACK: o dia em que Sérgio Mallandro fingiu sua morte em programa ao vivo

 

 

Tudo ocorria normalmente nas gravações do matutino “Manhã Mulher”, da Bandeirantes, direto da casa localizada na Praça das Guianas, nos Jardins, cenário do programa liderado por Amaury Jr.

Sérgio Mallandro, no auge de seu Festa do Mallandro, era o convidado do dia.

No meio da gravação, ele para, fecha os olhos e finge convulsionar. O apresentador, preocupado, pede socorro e sugere chamar uma ambulância.

Assista ao vídeo:

 

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Flashback: o dia em que Sérgio Mallandro fingiu sua morte em programa ao vivo

Uma publicação compartilhada por Blog do Amaury Jr. (@blogdoamauryjr) em


Aos 18 anos, ator de ‘Malhação’ usa salto alto e diz que gosta de se ‘montar’

 

foto: reprodução Instagram

 

 

Em seu primeiro trabalho na TV, o ator paraibano Pedro Vinícius, de 18 anos, recebeu a missão este ano de viver Michael, gay bem resolvido que tem fortes relações como o lado feminino em Malhação, vidas brasileiras.

Em entrevista ao site do jornal Extra, ele revelou que tem muitas semelhanças com o papel que vive na novela. Exemplo: adora um salto alto e roupas femininas. “Já me ‘montei’ algumas vezes. Há pessoas que estranham bastante, e me olham com cara de reprovação, mas eu já encarei a realidade que eu não agradarei a todos”, diz.

Confira outros destaques da entrevista:

Preconceito na escola: “Já fiquei no meio de uma roda em que meninos me xingavam, já tive meus livros arrancados da minha mão e jogados no chão, seguido da frase ‘eu vou te ensinar a ser homem’, bem como já tive ‘amigos’ que se ofereceram para me ensinar a andar e falar como homem, porque para eles, tudo o que eu fazia, era muito ‘mulherzinha’. E eu sou mesmo muito mulherzinha, bichinha, afeminado, viadinho. Tudo isso eu sou, e me orgulho”.

foto: reprodução instagram

 

O dia que se “montou”: “Foi no  período que estava no ensino médio. Foi uma catástrofe, eu usava uma peruca ondulada meio grisalha que ia até o meio das costas e fazia uma maquiagem escura, sem fazer uma pele antes. As roupas eram das minhas amigas que me emprestavam. Era muito divertido, e eu achava tudo isso um máximo, afinal eu estava descobrindo uma parte muito nova minha, e que hoje em dia eu não conseguiria viver sem de maneira alguma. Eu ainda tenho muita vontade de me montar, adoraria sair com as drag queens cariocas numa noite de miga.

Quando se assumiu gay: “Eu nunca gostei de rotular minha sexualidade, acredito que a sexualidade é fluida. Eu gosto de me relacionar com qualquer tipo de pessoa, independentemente de ser homem ou mulher, desde que eu me sinta atraído por elas e elas por mim. E eu sei que gostava de “pessoas”(e não necessariamente só de meninas ou só de meninos) desde os 10 anos, por aí. Eu tinha umas paixonites por meninas que estudavam comigo, mas também sentia muita atração por alguns meninos. E quando eu comecei a perceber isso, foi muito difícil porque eu não tinha com quem falar sobre, e conforme o tempo passava, aquela atração misturada com uma curiosidade ia aumentando e aumentando até que um dia eu tive a oportunidade de ficar com um menino. E eu tive a absoluta certeza que também gostava de ficar com meninos. Por medo das pessoas e do que elas podiam fazer comigo, eu guardei segredo por muito tempo. Mas sempre lidei muito naturalmente com isso dentro de mim. Hoje sou muito bem resolvido com isso”

foto: reprodução instagram

 

Reação dos pais: “Eu só tenho minha mãe. A história da minha mãe descobrindo que eu não sou hétero é bem engraçada. Eu acho, pelo menos. No final de 2015, eu tinha colocado na minha cabeça que não ia contar nada para minha mãe, mas que ia agir como eu sempre agi em casa e que isso não era um fator a ser conversado, já que eu sigo a seguinte lógica: “se as pessoas heterossexuais não precisam falar pros pais que são heterossexuais, porque eu tenho?”. E assim foi feito. Tinha um dia que eu estava em João Pessoa, de férias, e eu e minha mãe começamos a falar de como tinha sido o ano na Escola (que fica no Rio). Ela perguntou sobre professores, notas e os amigos, daí chegou uma hora que ela perguntou: “Mas e aí? Beijou muita menina?”, eu respondi que sim. E ela perguntou: “E menino? Também?”, aí eu respondi sim. Estávamos na cozinha, ela estava fazendo o almoço e eu sentado numa cadeira. Ela só parou e virou para mim: “O quê?”. E aí foi o resto das férias inteiras conversando com minha mãe, falando pra ela que tudo bem ser assim, e que eu sabia que não era uma fase e etc.. E ela me falando para ter cuidado, que ficava preocupada com as pessoas lá fora e tudo mais. Sempre tivemos uma relação incrível, e ela sempre me aceitou e me amou de qualquer jeito, a única coisa que ela sempre falou pra mim foi: “Seja honesto!”, e pronto.

foto: reprodução instagram


Jojo Todynho ostenta carro conversível de R$ 200 mil em Orlando

Jojo Todynho em Orlando (Foto: Divulgação)

 

Jojo Todynho está curtindo férias em grande estilo. A funkeira apareceu ostentando um Mustang conversível em Orlando, nos Estados Unidos.

O carrão vale R$ 200 mil e não é vendido no Brasil. Foi alugado por Jojo para transitar entre um parque e outro do Complexo Disney, que conhece pela primeira vez na vida. “Dessa vez estou aqui em Orlando a passeio, tirei uns dias de folga pra conhecer o Mickey porque quando voltar a agenda tá pesada! Ai vou direto trabalhando até o carnaval.”

O namorado Renan Pitbull não foi com ela desta vez. “Ele está trabalhando e vai tirar férias para ir comigo para o carnaval de Salvador”, conta.


Ator brasileiro entra para o time da Netflix

 

Leandro Lima é a nova aposta da Netflix. O ator paraibano, namorado da top Flavia Lucini, vai integrar o elenco da nova série do serviço de streaming, “Coisa Mais Linda”, ambientada no fim dos anos 1950 e com lançamento previsto para 2019.

Elenco de “Coisa Mais Linda”, nova produção brasileira da Netflix (Foto: Divulgaçã0)

Filmada no Brasil, a série terá cenas ambientadas em São Paulo e Rio de Janeiro e vai contar a história de Maria Luiza, jovem e rica paulistana que se muda para o Rio de Janeiro para abrir um restaurante com seu marido. Ao chegar, ela descobre que ele a abandonou e fugiu com todo o dinheiro. Desesperada, se recupera e parte em busca de um novo sonho em meio à vibração da cidade ao ritmo da emergente Bossa Nova.

Os sete episódios da primeira temporada ainda tem nomes como Maria Casadevall, Pathy Dejesus, Fernanda Vasconcellos, Mel Lisboa, Thaila Ayala e Ícaro Silva.

Leandro também faz parte do elenco do longa “Chacrinha: O Velho Guerreiro”, como Queixada. Dirigido por Andrucha Waddington e com estreia prevista para outubro deste ano.


Sidney Oliveira, da Ultrafarma, e Dunga recebem homenagem em Porto Alegre

 

 

O empresário Sidney Oliveira, da Ultrafarma, viajou para Porto Alegre para receber, ao lado do amigo Dunga, a Medalha do Mérito de Saúde da cidade na manhã desta segunda-feira, 24.

A homenagem aconteceu durante a comemoração do 121 aniversário do hospital da Brigada Militar de Porto Alegre, juntamente com a visitação das novas dependências do hospital, em Porto Alegre. O convite foi uma forma de agradecimento da ajuda que o empresário e o ex-técnico da Seleção brasileira prestam ao hospital.

 

Carlos Vereza visita Bolsonaro no hospital. “É um dever”, diz o ator.

 

Foto: Reprodução Twitter

 

O ator Carlos Vereza visitou Bolsonaro no hospital Albert Einstein, em São Paulo.

A conta oficial do presidenciável divulgou um vídeo agora à tarde:

O ator fala, no fim do vídeo:

“É um dever meu, pelas crianças, pela família, pelo país. Estamos juntos”.

 


Vida de Roberto Civita, criador da Veja e Exame, vai virar filme

Por Bruno Meier

 

 

A produtora Giros vai produzir o filme sobre a vida de Roberto Civita (1936-2013). A história do homem que criou publicações como Veja, Exame e Realidade e comandou por décadas a Abril, editora que em seu auge empregou 10 000 funcionários e publicou mais de 300 títulos (atualmente, a empresa possui uma dívida de 1,6 bilhão de reais e entrou em recuperação judicial), será contada com base no livro O dono da banca, escrito pelo jornalista Carlos Maranhão.

Maurício Magalhães, sócio da Giros, e Maranhão são os nomes que tem liderado o projeto. A direção caberá a Laís Bodanzky, de Bicho de Sete Cabeças (2000) e Como Nossos Pais (2017).

Os produtores quebram a cabeça para escolher o ator que viverá Civita. Ao menos um nome de peso já recebeu o livro e o roteiro. A previsão de estreia é para 2020.


Após rompimento, Chay Suede e Laura Neiva voltam a se seguir no Instagram

Foto: Reprodução Instagram

 

Quando terminaram, em julho deste ano, estavam até de casamento marcado.  Agora, três meses depois do rompimento e com a poeira já mais baixa, parecem estar se reaproximando. Chay Suede e Laura Neiva voltaram a seguir no Instagram.

A atriz completou 25 anos na última sexta-feira e se divertiu bastante durantes as comemorações. Ela deixou claro em entrevista recente ao programa “TV Fama“, que o casal “continua se gostando”. “A gente não brigou, nem deixou de gostar. A gente continua se gostando, só não estamos mais juntos”.

Leia mais: 

 


Lobão revela período na prisão por maconha: “Comprava rivotril para todos dormirem”

Foto: arquivo blog

 

Lobão relembrou o período que passou na prisão por causa de maconha no Programa Amaury Jr., exibido na madrugada de domingo. Perguntado pelo apresentador como foram os três meses, ele disse:

“No período de cadeia, eu pensava assim: ‘é claro que isso aqui é um inferno’. Tem ratos, 50 pessoas numa cela de 5 metros quadrados, uma coisa absurda, 50 graus à sombra; na frente da cela, havia uma mesa de autópsia. Pior impossível. Mas eu pensava assim: ‘isso aqui em termos de experiência de vida, é muito rico’. Conheci, e não só conheci, como fui protagonista na prisão. Eu, por exemplo, fiz melhorias incríveis na prisão. Tínhamos trinta pessoas num espaço que caberiam, incomodamente, cinco. Tinha ciranda para dormir: enquanto três dormiam, outros ficavam esperando. E tinham três chefes de boca de fumo dentro da cela. E, portanto, rolava muita cocaína e eu ficava apavorado. Como vocês cheiram cocaína nesse calor, nessa coisa incômoda, todos suando? Pensei: tenho de parar com esse péssimo hábito desses meninos na cela”, disse. “Falei assim: vou consultar um amigo meu para pegar uma receita de um psiquiatra e comprar uma caixa de rivotril. E aí, chegou a caixa de rivotril. De agora em diante, vamos trocar de droga. Foi uma maravilha. Jogava rivotril para toda unidade penitenciária. Todos dormiam”.

Na mesma entrevista, o cantor fez uma avaliação sobre as donas dos hits atuais no Brasil, como Anitta, Pabblo Vittar e Jojo Toddynho. “”Elas não têm relevância alguma. Meu ouvido não é penico. Sou seletivo, 100% elite. Não quero nem saber”.

Leia mais: VÍDEO: Lobão sobre Anitta e Jojo: “Meu ouvido não é penico”

Assista o trecho sobre o período na prisão: