publicidade

Blog do Amaury Jr

Categoria : TV


Antonio Calloni para viver Roger Abdelmassih: “Abri minhas gavetas e tirei a maldade”

Por Bruno Meier

Antonio Calloni como Roger Sadala, o Abdelmassih da Globo: “um homem que “adoeceu” com o tamanho do poder que teve nas mãos e virou um criminoso”. Foto: Globo / Ramón Vasconcelos

 

Em agosto de 2017, Antonio Calloni recebeu uma ligação de Monica Albuquerque, executiva artística da Globo, que lhe falou do difícil papel que lhe reservaram: viver Roger Abdelmassih em Assédio, série sobre os crimes do médico condenado a 181 anos de prisão por abusar sexualmente de pacientes. Assédio é inspirada no livro A clínica — A farsa e os crimes de Roger Abdelmassih, de Vicente Vilardaga, lançado em 2016.

Em sua primeira entrevista sobre o personagem, o ator conta como construiu o médico. “Abri minhas gavetas internas e tirei a perversão, a maldade, a bondade, o amor… Ele amava profundamente (e a sua maneira) a família. Mas tornou-se um criminoso pelas más escolhas que teve”, diz. “Roger é um homem que “adoeceu” com o tamanho do poder que teve nas mãos e virou um criminoso”.

Hoje com 74 anos, Abdelmassih já foi considerado um dos principais especialistas em reprodução humana no Brasil. Em novembro de 2010, ele foi condenado a 278 anos de reclusão. No ano seguinte, teve seu registro profissional cassado pelo Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp). Após passar três anos foragido, o ex-médico foi preso no Paraguai em agosto de 2014. Em outubro daquele ano, sua pena foi reduzida para 181 anos, 11 meses e 12 dias, por decisão judicial.

A série Assédio terá sua estreia em 21 de setembro, apenas para assinantes do serviço de streaming da Globo, o GloboPlay. Ainda não há previsão de lançamento na Globo.  Escrita por Maria Camargo e dirigida por Amora Mautner, a série tem chances de ser uma das obras mais fortes e violentas dos últimos tempos.

A seguir, a entrevista de Antonio Calloni sobre o tema e seu novo personagem, Roger Sadala (para evitar processos, a Globo decidiu não usar o sobrenome do original).

 

Antes de receber o convite para viver Roger Abdelmassih, quais eram suas impressões dele?

Antes e depois do convite, as impressões continuam as mesmas: um homem que “adoeceu” com o tamanho do poder que teve nas mãos e virou um criminoso. 

Qual sua reflexão sobre o personagem e a motivação para seus crimes?

O instinto venceu a cultura. O desequilíbrio venceu o equilíbrio. A libido descontrolada aliada ao poder de gerar a vida, fizeram de um grande médico, um criminoso.

 Como construiu seu Roger? 

Vi vários, incontáveis, vídeos do Roger (real) falando. Conversei e visitei o consultório e os laboratórios do Dr. Dale – Clínica Dale no RJ – Ginecologia, Medicina da Reprodução e obstetrícia. Mas a principal fonte foi o texto da Maria Camargo, muito bem escrito. O personagem é livremente inspirado no médico real. É importante ressaltar que é uma obra de ficção e não um documentário.

 Qual foi a cena mais difícil de fazer?

TODAS! Eu acreditei o tempo inteiro nele. Imagine como isso é difícil! E eu acreditei. Acreditei para torná-lo real. Acho que consegui.

 O que mudou do tema assédio para você com a série e por que crê que se fala muito mais do tema nos últimos anos?

A série, Assédio, é entretenimento feito com muita responsabilidade, ética e bom gosto. Vai gerar debate e envolver o público numa história de suspense, dor, amor e muita luta. O tema aflorou nos últimos anos, principalmente, mas não exclusivamente, por causa do amadurecimento, empoderamento, coragem e maturidade das mulheres. 

 Como você crê que este personagem ficará marcado na sua carreira?  

Espero que esse personagem contribua para o debate e seja lembrado como um trabalho artístico feito com muita dedicação e responsabilidade. Nada que é humano me é estranho, temos todas as possibilidades dentro da gente. Somos capazes de tudo. Os que têm a sorte de poder escolher, e fazem boas escolhas, escolhem fazer o bem (que é mais fácil e gera mais prazer). Os que fazem escolhas ruins, mais cedo ou mais tarde, pagam por isso. Para fazer o personagem, abri minhas gavetas internas e tirei a perversão, a maldade, a bondade, o amor… ele amava profundamente (e a sua maneira) a família. Mas tornou-se um criminoso pelas más escolhas que teve. Assim é a vida…


Reunião de Ciro com artistas teve papo sobre TV e regulação do streaming, além de Caetano cantando “Tempos Modernos”

Por Bruno Meier

 

Mariza Leão, produtora de cinema, abriu ontem seu apartamento em Ipanema para reunir artistas em torno de Ciro Gomes, presidenciável do PDT. “Foi um encontro afetuoso e, principalmente, motivador”, resumiu Leão ao blog.

O encontro reuniu nomes como Caetano Veloso, Marcelo Adnet, Debora Bloch, Vladimir Brichta e Tico Santa Cruz. Ciro esteve acompanhado da namorada, Giselle Bezerra, e ficou aproximadamente quatro horas no evento, saindo do prédio às 11 da noite.

Perto da saída de Ciro da sala de Mariza, Tico Santa Cruz puxou a música “Tempos Modernos”, de Lulu Santos. Ciro e Caetano ao lado seguiram o coro que animou os presentes (assista o vídeo abaixo).

Patricia Pillar, ex-mulher de Ciro, ajudou a organizar o encontro ao lado de Mariza. Mariza foi colaboradora do programa de governo do candidato quando ele disputou a eleição presidencial em 2002.

Ao blog, Mariza Leão contou do encontro:

Como foi?

Foi um encontro afetuoso e principalmente motivador para quem está preocupado com os rumos do país. Um encontro onde ele pode falar de forma direta e franca o que pensa e quais seus projetos, caso seja eleito.

Quais questões – e áreas (cinema, teatro, museus, etc) – relativas à cultura foram abordadas e quais foram as respostas do presidenciável? Houve alguma promessa?

Não nos detemos sobre nenhuma demanda específica mas falamos no âmbito do audiovisual a que o próximo governo terá que renovar a lei de de cota de tela, a lei do audiovisual, além de enfrentar a regulação do VOD, dentre outras. Falamos muito sobre identidade nacional, e da relação entre cultura e soberania nacional.

Como ficaria o futuro Ministério da Cultural num eventual governo Ciro? Aliás, teria esse ministério?

Não falamos sobre isso. Falamos sobre economia, educação, correlação de forças políticas e principalmente sobre como enfrentar os movimentos obscurantistas que crescem de forma preocupante. Não foi uma reunião de demandas mas sim de comunhão de idéias e projetos.

 

 

 


Miguel Falabella revela tomar suco de rã diariamente para energia e imunidade

Miguel Falabella: careca e viciado em suco de rã | Foto: Reprodução Instagram

 

MESA DE PISTA, as rapidinhas da televisão, das artes, dos negócios e da política

 

A revelação pegou de surpresa até quem estava próximo quando ouviu: Miguel Falabella toma caldo de rã diariamente pela manhã há quatro décadas. “Há quarenta anos faço isso. Compro a rã, fervo, coo, coloco na geladeira. De manhã, esquento uma xícara em jejum”, revelou a Amaury Jr. no último sábado na festa de aniversário de Wolf Maia e Liége Monteiro na casa do diretor, no Pacaembu, em São Paulo.  

A revelação foi motivada depois que o apresentador da Band questionou o segredo da vitalidade de Falabella, a origem de seu fôlego para realizar tantas produções e atividades – atualmente, o ator está em cartaz com o musical Annie, em São Paulo. Ele vive o milionário Daddy Warbucks e está careca pelo personagem.

“Quando era garoto, fui numa festa e uma moça falou para mim: ‘você nunca quer ficar doente? Quer ter energia? Toma caldo de rã’. Eu acredito que a rã aumenta a imunidade, o bem-estar. É um animal que se regenera né?”, continuou Falabella explicando como desenvolveu o hábito.

Aos que ficaram interessados, Miguel garante: “Não tem gosto de nada.”

A entrevista completa com Miguel Falabella vai ao ar neste sábado, às 23h30, na Band.

 

 

Leandro Karnal: piano de cauda e coleção de Budas em seu novo apartamento nos Jardins, em São Paulo (Foto: Divulgação)

 

Leandro Karnal, o historiador pop, está curtindo seu novo piano de cauda instalado no recém adquirido apartamento na Alameda Joaquim Eugênio de Lima, em São Paulo. Para o novo apê, o professor da Unicamp levou toda a coleção de Budas, comprado em suas andanças pelo mundo, como Tailândia, Afeganistão e, detalhe local, na rua 25 de Março, em São Paulo. Chama atenção no novo apê as flores do recinto, sempre florido, comprados na região dos Jardins pelo próprio.

. No último sábado, Wolf Maya armou uma festa para festejar os 65 anos em sua casa no bairro do Pacaembu, em São Paulo. Mas o ex-diretor da Globo avisou que ficará pouco na capital paulista. Ele comprou uma passagem para Nova York, com embarque nos próximos dias, apenas de ida. Não sabe quando volta. Seu planejado livro também foi adiado por tempo indeterminado.

 

. Ana Hickmann, Cleo (ex-Pires), Luan Santana, Fernando e Sorocaba, Zezé e Luciano Camargo, Reynaldo Gianecchini e o jornalista Dony de Nuccio confirmaram presença para o camarote do show do tenor Andrea Bocelli, no dia 29 e 30 de setembro, no Allianz Parque, em São Paulo. O comandante do espaço, em parceria com o restaurante japonês Nagairô, o empresário Dorival Perez, conhecido como Pinguim, está vibrando com a sua disputada lista.

 

Valéria Monteiro: 34 000 quilômetros de viagem (Foto: Divulgação)

 

. Valéria Monteiro percorreu 34 000 quilômetros pelos rincões do Brasil para conhecer as entranhas – e também os entraves – do nosso país. Por ora, o PMN rejeitou sua candidatura à Presidência alegando que não tem recursos para arcar uma candidatura própria.

. A autora Manuela Dias terá de esperar sua estreia no horário das 9 da Globo. Silvio de Abreu, diretor de dramaturgia da Globo, decidiu nas últimas semanas que sua novela será adiada para novembro de 2019. Antes, estava programada para entrar depois de O Sétimo Guardião, de Aguinaldo Silva, para novembro deste ano. Motivo do adiamento: Adriana Esteves. A atriz fará parte de Troia, título provisório da novela de Manuela, e ainda está no ar como Laureta, em Segundo Sol.

. Por falar em Silvio de Abreu, chama atenção entre os diretores que circulam no Projac o fôlego do chefão das novelas da Globo. Aos 75 anos, ele entra às 10 da manhã e só sai lá pelas 10 da noite. Quando não estica mais um pouco. A rotina exaustiva foi o principal motivo que o fez desistir da bancada de jurados do Faustão, substituído por Boninho.

Fabrício Boliveira: da gagueira à maravilha de “um personagem negro, rico e vilão na TV”

Fabrício Boliveira: “O machismo é uma escravidão, até mesmo para quem tem todos esses privilégios” (Foto: Divulgação)

 

Em alta na novela Segundo Sol, o baiano Fabrício Boliveira, 36 anos, revelou à revista GQ que, mesmo gago na infância, sempre sonhou em ser um contador de histórias. De acordo com a revista, Boliveira ajuda a compor um cenário de homens mais sensíveis, menos reféns do machismo e da beleza imposta em gerações passadas. “Não é mais confortável viver neste lugar, a não ser que você seja branco, hétero e rico. O machismo é uma escravidão, até mesmo para quem tem todos esses privilégios”.

Na semana do centésimo capítulo de Segundo Sol, seu personagem, Roberval, é o responsável por uma das principais reviravoltas da trama das 9. Roberval comprará a mansão de Severo (Odilon Wagner), unindo a família Athayde no mesmo teto.

O ator vibra com o papel e diz que é maravilhoso fazer pela primeira vez na TV um personagem “negro, rico e vilão”.

Fabrício Boliveira é um dos três nomes de setembro da próxima GQ, que sai com múltiplas capas. Os outros atores são Emílio Dantas e Chay Suede.

 


VÍDEO: Beatriz Segall relembra caso de taxista que ganhou na loteria por causa de Odete Roitman

 

 

A atriz Beatriz Segall, morta nesta quarta-feira aos 92 anos, recusava-se a falar de Odete Roitman. Alegava que era um assunto repetitivo demais. “Chega a um ponto que você não aguenta mais. Pô, eu sou muito muito mais que Odete Roitman”, declarou certa vez para uma revista.

Mas, para Amaury Jr. numa em entrevista em 2011, contou uma história inédita de um taxista carioca que a agradeceu por ter ganho na loteria graças a uma cena da novela Vale Tudo (1988), de Gilberto Braga.

Segall morreu por volta das 12h30 desta quarta-feira (5). A causa foram problemas respiratórios. Ela estava internada no hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde o corpo será velado.

Assista:


Anitta, Larissa Manoela e outros dois famosos que vão virar desenho animado

 

 

Se as emissoras de TV abertas praticamente limaram das suas programações o público infantil (com exceção do SBT que dedica suas manhãs para o público), quatro celebridades brasileiras com menos de 30 anos estão envolvidos em projetos para eles próprios viraram desenho animado.

A última a anunciar é a atriz Larissa Manoela. No ar atualmente em As Aventuras de Poliana, no SBT, Larissa revelou que seu projeto já tem nome: será Lari Baby e terá veiculação no YouTube. O público alvo são as crianças com menos de seis anos. “Estamos planejando esse projeto há um ano e ele está quase nascendo” disse a atriz. Um trecho de um clipe infantil com 15 segundos de duração já está disponível: ali, há um avatar da Lari Baby carregando uma flor para que um cachorrinho de estimação a regue.

 

Antes de Larissa, Felipe e Luccas Neto, os irmãos fenômenos de popularidade entre os jovens no YouTube, deram o ponta pé para o lançamento de Animanetos, animação dublada pelos próprios com estreia para setembro, também no YouTube. A inspiração da dupla é o cartunista Maurício de Souza que criou o Monica Toy, desenho animado que Souza criou para ter seu principal personagem, a Monica, no YouTube.

A primeira a desenvolver um projeto de desenho foi a cantora Anitta. Seu Clube da Anittinha é o único que tem contrato com um canal de TV: será transmitido no infantil Gloob, do Grupo Globo, com estreia para outubro, na semana das crianças.

Em agosto, a cantora divulgou as primeiras imagens do desenho animado. A animação contará a história da cantora e terá vários personagens inspirados em sua mãe, pai, irmão, amigos, além de seus animais de estimação. Na trama, a personagem vai morar em um trailer chamado “Poderosa” que se transforma em trio elétrico sempre que acionado pela Anittinha. Os desenhos serão voltados para o público infantil com temas como “hora de dormir”, “natureza” e “falar inglês”. Os amiguinhos de Anittinha terão os nomes de Rositcha, Renuvem, Mauro Mar, Marshmelle, Gatrick, Juju Coral e Estreller. “Eu sempre tive um público infantil muito grande, mas nunca tive nenhum trabalho focado especificamente para eles”, justificou Anitta.

 


Roque é internado após passar mal em gravação no SBT

 

 

Roque está internado no hospital São Camilo, após passar mal em gravação no SBT. Informações dão conta que o funcionário sentiu inicialmente tonturas, antes de ser levado ao hospital.

Gonçalo Roque, o eterno assistente de palco de Silvio Santos, é funcionário número um do SBT. Figura queridíssima nos bastidores da emissora, tem uma função fundamental para o programa de Silvio Santos: é ele que organiza a plateia, entra no estúdio antes de o patrão começar a gravar e aquece as “colegas de trabalho” para uma maratona de quase seis horas de gravação. Roque recebe e cuida dos artistas que entram no palco para participar dos quadros do Programa de Silvio Santos.

Nos últimos meses, ele passou a ter o cuidado de uma secretária para acompanhá-lo em todas as funções na emissora. Lea Thomazi Fonseca, ex-animadora de plateia, é responsável por zelar de sua saúde diariamente.


Bruno Meier, ex-Veja, é contratado para equipe de Amaury Jr.

 

O jornalista Bruno Meier, ex-Veja, acaba de ser contratado para equipe de Amaury Jr.

Na nova função, ele estará ao lado do apresentador, tanto atrás e à frente das câmeras, em seu programa na Band e chefiará o blog com notas diárias hospedado no BOL / UOL.

Sua estreia no programa Amaury Jr. acontecerá neste sábado 1, numa entrevista com o filósofo Mario Sergio Cortella em um evento realizado na última semana, em São Paulo.

Aos 31 anos, o jornalista trabalhou durante nove anos como repórter e editor da revista VEJA. Egresso do Curso Abril de Jornalismo, passou pelas editorias de educação, tecnologia e cultura, onde se firmou por mais de seis anos na seção de Artes e Espetáculos, responsável pela cobertura de televisão, livros, cinema e música. Na revista, publicou entrevistas com personalidades nacionais e estrangeiras, de diversas áreas, como a escritora JK Rowling, o cineasta Pedro Almodóvar, o humorista Chico Anysio, o presidente da Amazon Jeff Bezos e o cantor Ricky Martin, personagem das Páginas Amarelas, segunda entrevista após Martin revelar sua homossexualidade (a primeira entrevista dele foi para a amiga Oprah Winfrey).

Com uma poderosa agenda de contatos de empresários e celebridades nacionais, Bruno virou o titular da coluna Gente, seção criada desde a primeira edição da revista, em março de 2016. Nesse período, foi convidado para apresentar o programa Veja Gente com Bruno Meier transmitido ao vivo nas redes sociais e pela home da publicação. O ator Antonio Fagundes foi o convidado de estreia. 

O jornalista ainda tem uma trajetória no mercado livreiro. Em 2015, lançou A Vida É uma Festa, livro sobre a história de Amaury Jr e objeto de aproximação da dupla. Também editou e escreveu livros como ghost writer para celebridades nacionais. Com os dois livros da atriz Larissa Manoela, vendeu mais de 600 000 exemplares.

“Além de uma amizade da qual me orgulho muito, Amaury é uma referência na arte de entrevistar e na maneira de fazer televisão. A maior prova é a sua longeva e bem-sucedida trajetória ininterrupta na TV aberta há 38 anos. Estar ao seu lado neste momento é motivo de felicidade e realização”, afirma Meier.


Irmãos Neto terão seu próprio desenho animado: “Mamãe acertou o raio duas vezes”, diz Luccas

 

Felipe e Luccas Neto, os irmãos fenômenos de popularidade entre os jovens no YouTube, deram o ponta pé para o lançamento de seu próprio desenho animado. Em setembro, eles colocam no ar o primeiro episódio de Animanetos, animação dublada pelos próprios. A princípio, será um projeto piloto.

A inspiração da dupla é o cartunista Maurício de Souza que criou o Monica Toy, desenho animado que  Souza criou para ter seu principal personagem, a Monica, no YouTube.

Recentemente, Anitta também anunciou o seu Anittinha, que será transmitido no canal infantil Gloob.

Felipe e Luccas, além de campeões de audiência no YouTube, se tornaram também campeões de vendas nas livrarias brasileiras. Ambos contratados da editora Pixel, da Ediouro, Felipe, 30 anos e o primeiro brasileiro a atingir 1 milhão de inscritos em canal no YouTube, vendeu mais de 250 000 exemplares com seus dois livrões. Luccas, 26 anos, cujo público-alvo são meninos de 3 a 9 anos, lançou o primeiro este ano e vendeu até agora impressionantes 260 000 exemplares.

Há apenas um ano e meio à frente de um canal para crianças no YouTube, Lucas bateu um recorde no mercado editorial brasileiro este ano: vendeu 55 000 exemplares antes mesmo que seu primeiro livro, As Aventuras na Netoland, chegasse às lojas — o que já o coloca como líder na categoria infantojuvenil da lista de mais vendidos. A Saraiva, a maior rede de livrarias do país, anunciou o título da Pixel como o mais comercializado em pré-venda em sua história, batendo até mesmo Harry Potter.

“Mamãe acertou o raio duas vezes”, resume Lucas.