publicidade

Blog do Amaury Jr

Categoria : Educação


Artista faz quadros de celebridades usando emojis. Tem Leo DiCaprio, Gigi Hadid e mais

Foto: Reprodução Fred Watford

Se você olhar bem de perto as obras da imagem acima, irá se surpreender. São retratos de celebridades feitos pelo artista americano Yung Jake chamados “Emoji Art“. Na descrição de seu site, o artista coloca:”Nós fazemos coisas que você queria ter pensado em fazer”.

Ele escreve “nós” porque ele tem um parceiro criativo, Vince McElvie. Yung é especializado em arte digital e cria retratos hiper-realistas e pointillísticos, gerados inteiramente por emojis. Ele faz  tudo por meio do aplicativo emoji.ink, lançado por sua empresa, a Tig.ht Corp., e desenvolvido por McElvie. São trabalhos sensíveis, detalhados e profundamente simbólicos.

O artista está com uma exposição no  Dream Downtown Hotel, em Nova York, em parceria com a Tripoli Gallery até fevereiro de 2018.

Gigi Hadid Foto: Reprodução

Leonardo DiCaprio (Foto: Reprodução)

 

Detalhe de uma das artes (Foto: Reprodução)

 


Prefeitura arma coletiva sobre alimentação ao lado de “banquetaço” contra farinata

Suplicy em ato contra a farinata no centro de São Paulo (Foto: Arquivo blog)

 

Dois eventos um tanto destoantes acontecem ao mesmo tempo nesta quinta-feira, no centro de São Paulo. O Prefeito da cidade, João Doria Jr., marcou uma coletiva de imprensa sobre projeto Alimento Saudável, junto com o secretário municipal de Educação, Alexandre Schneider, para a ampliação da compra de produtos da agricultura familiar e de orgânicos para a merenda escolar da rede municipal de ensino. A coletiva estava marcada para as 11h da manhã desta quinta, no 6º andar do Edifício Matarazzo.

Foto: Reprodução Instagram

 

Perto dali, em frente ao Teatro Municipal de São Paulo, nomes importantes da gastronomia, como Bel Coelho, participam desde as 12h desta quinta-feira do “Banquetaço“, ao lado de ativistas da segurança alimentar e agricultores. O ato tem como objetivo exigir que o prefeito João Dória desista definitivamente da distribuição da farinata, granulado nutricional ultraprocessado com alimentos perto da data de vencimento para a população de baixa renda e estudantes das escolas municipais

Em sua conta no Instagram, a chef Bel Coelho, do restaurante Dui, deu o recado: “É um ato político apartidário que envolve dezenas de profissionais, como cozinheiros, nutricionistas, jornalistas, sociólogos, historiadores, a favor de uma alimentação de qualidade para todos”, explicou em vídeo.

O vereador Eduardo Suplicy também estava por lá, e cantou “Blowing in the Wind”, uma de suas canções preferidas de Bob Dylan.

Assista:

#Banquetaço amanhã ao meio dia no Teatro Municipal de São Paulo

Uma publicação compartilhada por Bel Coelho (@belcoelho) em

#Banquetaço

Uma publicação compartilhada por Bel Coelho (@belcoelho) em


Universidade Brasil comemora mais 5 bolsas de estudo com Corinthians campeão

Jogadores do Corinthians comemoram o hptacampeonato brasileiro (Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians)

 

Com a vitória do Corinthians sobre o Fluminense por 3 a 1 nessa quarta-feira, o time paulistano conquistou mais do que o heptacampeonato brasileiro. Ele garantiu também mais cinco bolsas de estudo integrais na Universidade Brasil, que serão distribuídas entre as ONGs participantes do projeto “Esporte com Educação”. São três bolsas pelos gols, mais uma pela vitória e uma pela rodada.

Leia mais: Universidade Brasil negocia campus na Arena Corinthians

Fernando Costa, reitor da Universidade Brasil, e sua mulher, Claudia Pereira, no camarote da universidade (Foto: Arquivo blog)

 

A parceria entre a Universidade Brasil e o Corinthians – o Flamengo também faz parte do projeto – beneficia jovens de baixa renda com bolsas de estudo de 100% durante toda a graduação. A seleção dos alunos é feita por ONGs parceiras, como a Casa dos Meninos 1, que também auxilia no trabalho de conscientização do aluno e da família sobre a importância do ensino superior. O aluno passa então por uma espécie de vestibular, e pode escolher entre os 53 cursos oferecidos. Os campeões até o momento são enfermagem, administração e educação física.

Leia mais: Parceria da Universidade Brasil com Corinthians e Flamengo já tem frutos: 15 jovens em sala de aula

Já foram distribuídas ao todo 91 bolsas, contando com o último jogo, e cerca de 50 alunos começaram seus estudos neste semestre.

Fernando Costa, reitor da Universidade Brasil, acompanhou de perto a partida, e recebeu amigos e familiares no camarote da universidade. No final do jogo, comemorou com os convidados mais esse gol de placa!

 


Prefeitura de SP fecha acordos socioeducativos com Instituto Ayrton Senna

Na manhã desta terça-feira (14), o prefeito João Doria, o Ministro da Educação Mendonça Filho, a presidente do Instituto Ayrton Senna, Viviane Senna, e o reitor da UNESP, Sandro Valentini, anunciaram acordos para promover a chamada “Formação Integral”, voltada para o desenvolvimento de habilidades e competências cognitivas e socioemocionais.

O encontro aconteceu na manhã desta terça (14), no Edifício Matarazzo (Foto: Arquivo Blog)

 

O evento, que reuniu empresários e educadores no Edifício Matarazzo, teve a presença do reitor da Universidade Brasil, Fernando Costa, e de sua mulher, Claudia Pereira.

Ao todo, três novos documentos foram divulgados:

1 – Acordo de cooperação entre a Prefeitura Municipal de São Paulo e o Instituto Ayrton Senna com o objetivo de ampliar as oportunidades para a formação e o desenvolvimento integral dos estudantes à política de educação.

2 – Memorando de entendimento entre a Prefeitura Municipal de São Paulo, o Instituto Ayrton Senna e a Unesp, com a finalidade de formar professores para o desenvolvimento das competências cognitivas e socioemocionais.

3 – Protocolo de intenções entre o MEC, a Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), a Unesp e o Instituto Ayrton Senna para a criação de uma comissão para apresentar proposta de Residência Pedagógica, com foco em educação integral.

O reitor da Universidade Brasil, Fernando Costa, e o prefeito João Doria discutiram sobre o futuro da educação universitária (Foto: Arquivo Blog)

 

A parceria prevê, em prol do aluno, ações como a reformulação da base curricular do Ensino Fundamental e a integração dos conteúdos das áreas de conhecimento com o desenvolvimento de competências para o século XXI.

Já para os professores, o projeto procura promover uma gestão da política de alfabetização da Rede Municipal de Ensino por meio da formação de professores para acompanhamento e análise de indicadores de sucesso, como a frequência nas aulas e os níveis de alfabetização e um curso de extensão a distância, com duração de 100 horas, para alunos de licenciatura em Pedagogia, ofertado pela Unesp.

Reunindo uma equipe com educadores e estudantes de 50 escolas, a parceria será projetada ao longo de 2018 e ainda não tem data para entrar em vigor.


Hospital de SP humaniza radioterapia de paciente de 8 anos com máscara do Hulk

Foto: Reprodução Facebook

 

A ala oncológica do hospital Beneficência Portuguesa, em São Paulo, foi palco de um episódio cheio de heróis envolvidos. Isso porque uma criança de oito anos que está passando pelo tratamento de um linfoma e deve fazer 12 sessões de radioterapia não aceitava a colocação da máscara facial termoplástica, que é utilizada para imobilizar os pacientes durante a aplicação. Mesmo que a máscara seja moldada especialmente para cada paciente e não machuque, ela pode incomodar um pouco devido à pressão que exerce.

O início do tratamento  é com anestesia para dar mais conforto durante as aplicações, mas além de seus efeitos colaterais, a punção da veia e a própria indução anestésica não estavam sendo fáceis. Na terceira sessão os profissionais que tratam o garoto tiveram uma ideia, já praticada em alguns locais no Brasil: por que não oferecer novamente a máscara sem a anestesia, e pintá-la com as cores de um super-herói? Renato, técnico do hospital, prontamente se dispôs a fazer isso acontecer.

Conversou com o pequeno herói, cortou a máscara onde era possível – para aumentar o conforto – e trouxe tinta verde do Hulk. Agora, o tratamento é realizado sem anestesia.

Muito se fala sobre tentativas de humanizar o tratamento de câncer, e esse é um exemplo simples de como ter empatia e amenizar procedimentos técnicos sem afetar sua eficácia.


CBF arma evento com 50 especialistas para discutir medicina esportiva

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

 

Nos últimos dia 24 e 25, o auditório da sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) recebeu os principais nomes da medicina esportiva do país e do mundo para o 3º Simpósio de Educação Continuada da Comissão Nacional de Médicos do Futebol (CNMF). O evento é organizado pela CBF e tem o apoio de Sidney Oliveira.

Com o objetivo de compartilhar conhecimento na área para o desenvolvimento da medicina esportiva, a terceira edição do evento teve na plateia 60 médicos (de clubes das Séries A, B e C) e 50 profissionais convidados. As palestras foram realizadas por 30 especialistas. Entre eles, integrantes do departamento médico da Seleção Brasileira, composto pelo preparador físico Fábio Mahseredjian, o médico Rodrigo Lasmar, o fisioterapeuta Ricardo Sasaki e o fisiologista Guilherme Passos. A comissão da Canarinho irá abordar o tema “Da convocação ao jogo”.

“Com esta terceira edição, a CBF segmenta um simpósio especificamente para o médico de futebol, trazendo profissionais de altíssimo conhecimento e prestígio não só nacional como internacional, e abrangendo todas as situações que se vive no dia a dia do futebol. Desde as mais simples até as cirurgias e tratamentos com as mais altas tecnologias existentes. Sempre prezando pela melhora das condições de atendimento e, consequentemente, pela integridade física do atleta”, destacou o médico Jorge Pagura, presidente da CNMF.

Entre os temas das palestras estão: lesões de membro superior, tronco e bacia; doping: do campo ao Tribunal; concussão em atleta de futebol; lesões musculares e fraturas por estresse. O médico americano especialista em nutrição e esporte, John Lewis (convidado da Ultrafarma), e John Kleinefeld, da FIFA, também palestraram.


LIDE reúne João Doria, presidente do Paraguai e time de empresários em Assunção

Sidney Oliveira, o presidente do Paraguai, Horacio Cartes, Sai Ponjan e João Doria (Foto: Divulgação)

 

Na última sexta-feira (20), cerca de 150 empresários e líderes corporativos se reuniram em Assunção, no Paraguai, para o 22º Meeting Internacional promovido pelo LIDE – Grupo de Lideranças Empresariais e LIDE Paraguai. João Doria Jr., fundador do LIDE, e o presidente do Paraguai, Horacio Cartes, receberam nomes como Sidney Oliveira, presidente da Ultrafarma, e Flávio Rocha, presidente da Riachuelo, além do chef e apresentador Edu Guedes.

Comandado por Luiz Fernando Furlan, chairman do LIDE, o encontro no Bourbon Conmebol Convention Hotel debateu as relações econômicas, institucionais e comerciais entre o Brasil e o país fronteiriço.

Com a presença do prefeito da capital durante a abertura oficial, Mario Ferreiro destacou  a busca por expansão de Assunção, consequência do aumento do setor hoteleiro no país.

Edu Guedes e Erica Reis; Sergio Cafalli e Renata Morais (Fotos: Divulgação)

 

“Temos mais de um 1,5 milhão de pessoas trabalhando na região metropolitana. Este é um bom número, mas ainda precisamos recuperar fontes de trabalho locais”, afirmou.

Aproveitando o tema, após seu discurso, a ministra do Turismo no Paraguai, Marcela Bacigalupo, entregou uma carta de interesse turístico ao chairman do LIDE, que disse estar impressionado com o progresso e as recentes transformações do Paraguai.

Investimentos e negócios

“O Paraguai quer ser o melhor parceiro do Brasil”, preconizou o ministro da Indústria e Comércio do Paraguai, Gustavo Leite, no início de sua apresentação no primeiro painel da manhã, dedicado às “Oportunidades de investimentos e complementação de negócios”.

“A ideia é que o Paraguai venha a substituir os produtos que as empresas brasileiras hoje trazem da China”, sugeriu o ministro.

Duda Ferreira e Sai Ponjan; Stella Theodorakis e Ivo Wohnrath (Fotos: Divulgação)

Evolução econômica

Dyogo Oliveira, ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, do Brasil, deu continuidade ao segundo painel do encontro, intitulado “Evolução econômica da região para o mercado global”.

Destacando a recuperação da economia brasileira, para Oliveira o Brasil deve ser o principal “cuidador” do Mercosul: “Cabe ao Brasil a responsabilidade de manter o equilíbrio dessas relações. As ações brasileiras serão sempre direcionadas à construção conjunta do crescimento dos países integrantes do bloco”, defendeu o ministro.


Para Ministro da Educação, é inaceitável usar o Enem para discursos de ódio e intolerância

Mendonça Filho, Ministro da Educação (Foto: Divulgação)

 

“Ter o espaço de uma prova de acesso à universidade como um espaço de discurso de intolerância e de ódio, para mim é inaceitável”. Foi assim que o Ministro da Educação, Mendonça Filho, resumiu sua opinião sobre a suspensão da regra do Enem que prevê nota zero para quem desrespeitar os direitos humanos na redação.

O pedido foi feito em caráter de urgência pela Associação Escola Sem Partido, e foi acatado pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região a pouco mais de uma semana do primeiro dia de prova (5). A decisão é provisória, e foi divulgada nessa quinta-feira (26). A entidade considera a regra uma “punição no expressar de opinião”. “Ninguém é obrigado a dizer o que não pensa para poder ter acesso às universidades”, argumentou a Associação Escola Sem Partido.

Para Mendonça, ninguém pode sofrer preconceitos do ponto de vista de pensamento ou linha ideológica, ou até de simpatias do ponto de vista político. Mas os direitos humanos são consagrados na Declaração Universal, e são uma cláusula pétrea da Constituição Federal. “A gente defende um estado amplo, laico e liberal no aspecto do pensamento, mas que, ao mesmo tempo, respeite os direitos humanos, que são direitos fundamentais”, completou.

“Acho que há uma certa confusão com relação aos princípios da liberdade, que são amplos e consagrados pela Constituição, como a liberdade de expressão”, diz Mendonça. “Mas ao mesmo tempo esse jovem não pode utilizar a redação para pregar a violência, o nazismo, o terrorismo, a segregação racial ou de ordem social de qualquer natureza”.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pela aplicação do Enem, irá recorrerá da sentença assim que for notificado. O Ministério da Educação (MEC) emitiu uma nota de esclarecimento em que reafirma que todos os seus atos são balizados pelo respeito irrestrito aos Direitos Humanos, conforme a Declaração Universal dos Direitos Humanos, previsto na Constituição Federal Brasileira.

O que não pode

De acordo com a Cartilha do Participante, que estabelece os critérios de correção da redação, a defesa de tortura, mutilação, execução sumária e qualquer forma de “justiça com as próprias mãos” configura desrespeito aos direitos humanos e pode levar à anulação da prova. O que não significa os alunos não possam defender, por exemplo, a prisão perpétua ou a pena de morte, uma vez que conferem ao Estado a administração da punição ao agressor.

Também ferem os direitos humanos a explicitação de qualquer forma de discurso de ódio voltado contra grupos sociais específicos, bem como a incitação a qualquer tipo de violência motivada por questões de raça, etnia, gênero, credo, condição física, origem geográfica ou socioeconômica.


Fernando Costa e Amaury Jr. recebem a vice-governadora do MS para um papo sobre educação

Nesta quinta-feira, após um almoço com Fernando Costa, reitor da Universidade Brasil, para falar de educação, a vice-governadora do Mato Grosso do Sul, Rose Modesto, passou pela produtora para tomar um café com o apresentador Amaury Jr.

Durante o encontro, Rose convidou Amaury a conhecer as belezas de seu Estado, como a cidade de Bonito e o Pantanal, dois dos destinos mais exuberantes e preservados do nosso ecossistema. Também debateram o universo da educação.

 

Amaury Jr. ao lado da vice governadora do Mato Grosso do Sul, Rose, e do Dr. Fernando Costa, da Universidade Brasil


As 5 vitaminas mais importantes para o nosso corpo, segundo o médico John Lewis

Médico americano John Lewis e Amaury Jr. (foto: arquivo blog)

 

O Programa Amaury Jr. entrevistou o médico americano John Lewis, especializado em medicina esportiva, de nutrição e suplementos e professor na Universidade Miller, em Miami. Ele destacou as 5 vitaminas que não podem faltar para uma vida saudável, e que dificilmente são ingeridos em número suficiente apenas com a alimentação. São elas:

1. Vitamina D: é provavelmente a vitamina mais barata que iremos conseguir, afinal, ela pode ser obtida por meio do sol. Mas, segundo o Dr. Lewis, como todos estão tão preocupados com o risco de câncer de pele, acabam esquecendo os benefícios que o sol traz ao corpo humano. Para quem não se expõe ao sol com frequência, ele indica a suplementação.

2. Omega 3: essencial para a prevenção de diversas doenças, o omega 3 estimula o cérebro e ajuda na circulação do sangue. É capaz até de reverter um quadro de depressão. No momento em que os estímulos cerebrais entram no eixo certo, há disposição física para colocar as coisas em prática.

3. B12: a deficiência da vitamina B12 pode causar tontura, cansaço, falta de sono e perda de memória. É uma das vitaminas mais difíceis de se conseguir naturalmente. Só se acha em alimentos de origem animal – principalmente nas vísceras, mas também no peixe, carne e queijo. No caso de vegetarianos e vegans, é recomendado que haja suplementação da vitamina,  já que legumes, frutas, gorduras vegetais e cereais não contêm B12.

4. Magnésio: quase não se dá a importância ao magnésio, mas sem ele a absorção do cálcio é dificultada. Portanto, não basta estar com bons níveis de cálcio no organismo. Se os níveis de magnésio estiverem baixos, os riscos de problemas musculares como contraturas, formigamentos, dormência e tremores se elevam.

5. Vitamina C: se você ainda não incluiu uma laranja todos os dias na sua dieta, talvez seja bom suplementar a vitamina C, que é crucial para o desenvolvimento das células do nosso corpo. Com 100 mg diárias, está feita a melhoria no seu sistema imunológico.

***

O médico veio ao Brasil na última semana à convite da Ultrafarma, do empresário Sidney Oliveira, para dar palestras no auditório da sede da Confederação Brasileira de Futebol, que recebeu os principais nomes da medicina esportiva do país para o 3º Simpósio de Educação Continuada da Comissão Nacional de Médicos do Futebol (CNMF). O evento é organizado pela CBF com apoio da empresa Sidney Oliveira.