publicidade

Blog do Amaury Jr

Categoria : Gastronomia


Jon Bon Jovi lança vinho rosé. Outros 5 famosos também estão no ramo

Da esq. para dir.: Jesse, Jon Bon Jovi, e Gérard Bertrand (Foto: Divulgação)

 

Jon Bon Jovi resolveu apostar em um novo ramo: acaba de lançar sua própria marca de vinho rosé.

O cantor assinou uma parceria que envolve, além do seu filho, Jesse, o conhecido enólogo francês Gerard Bertand. Assim nasceu o Diving Into Hampton Water: “Criar este vinho com o Gerard foi tão criativo quanto colaborar com outro compositor. O Gerard usa o seu talento e conhecimento de vinhos como um música talentoso. E trabalhar nisto com o meu filho tem sido uma experiência incrível”, afirmou Jon. O valor de cada garrafa está estimado em U$25, cerca de R$ 80,85.

Foto: Divulgação

 

Alguns famosos já tomaram caminhos semelhantes ao transformar sua paixão por vinhos em negócio e até construir sua própria vinícola. Aqui no Brasil, o comentarista Galvão Bueno produz uvas no Rio Grande do Sul, em uma fazenda de 108 hectares no município da Candiota, no pampa gaúcho.

Leia mais:

Ao programa “Globo Rural”, da Rede Globo, Galvão afirmou que “é um dos maiores prazeres da minha vida, e uma realização pessoal sem tamanho”. Ele acompanha de perto o trabalho de colheita. Seus vinhos são vendidos a partir de R$ 46, e o rótulo mais caro sai por R$ 590.

Foto: Divulgação/ Galvão Wines

 

Entre as celebridades internacionais, a atriz e diretora Drew Barrymore é uma das aficionadas que transformou o hobby em negócio. Drew produz seus vinhos na Califórnia. Fazem parte da lista um branco, o Barrymore Pinot Grigio 2014, um tinto, o excelente Drew’s Blend Pinot Noir 2013, e o mais recentemente lançado Barrymore Rosé de Pinot Noir. Todos elaborados pela vinícola californiana Carmel Road. Drew realmente participa do projeto. “Vinho tem a ver com tradição e família”, já disse ela, que ama brancos e tintos e conta que se inspirou muito no avô. Sua entrada no mundo vinícola aconteceu em 2010.

Seus rótulos são distribuídos no Brasil pela importadora World Wine, da família de Celso La Pastina. Os valores para o consumidor giram em torno de R$ 200 por garrafa.

Foto: Divulgação

 

O agora ex-casal Angelina Jolie e Brad Pitt também tinha uma vinícola no Chateau que possuíam e que foi o local de seu casamento na França, mas venderam o imóvel depois do divórcio. Um único barril autografado, com cerca de 300 garrafas, chegou a custar U$S 13 mil – cerca de R$ 40 mil.

Na região da Toscana, o cantor Sting tem uma propriedade vinícola de 370 hectares, onde gosta de passar o verão europeu com a família. Sua primeira safra foi produzida em 2007 com o nome “Sister Moon“, mesmo nome de uma canção de Sting, e insinua também que as uvas foram plantadas seguindo as fases da Lua. Dizem que assim elas crescem melhor. No ano passado, fez uma turnê de degustação de vinhos junto com sua mulher.

Também na Itália, Ed Sheeran comprou uma vila perto da cidade de Paciano, na província de Perugia, e ao sul de Montepulciano, para produzir seus próprios vinhos.

Já a cantora Fergie tem desde 2012 sua marca de vinhos, a Ferguson Crest.


Le Cordon Bleu chega a São Paulo e Rio com cursos a partir de R$ 23 mil

Foto: Divulgação Le Cordon Bleu

 

Depois de longa expectativa e vários atrasos, a famosa rede francesa de escolas de alta gastronomia, Le Cordon Bleu, finalmente vai começar a operar em São Paulo e no Rio de Janeiro ainda neste semestre.

A fama da escola por aqui se deve principalmente ao reality show culinário da Band, o “Masterchef”, que tem como um dos prêmios máximos um curso na unidade francesa da escola – além do prêmio em dinheiro, um carro, equipamentos de cozinha e a publicação de um livro de receitas.

Agora não é mais preciso ganhar a competição para estudar na Le Cordon Bleu, mas o investimento é alto. Nas duas unidades serão oferecidos os mesmos cursos de gastronomia e de patisserie. O pacote completo custa R$ 141.6 mil, e as opções mais em conta de uma das especialidades giram em torno de R$ 23 mil.

Unidade da escola de gastronomia Le Cordon Bleu em São Paulo (Foto: Divulgação)

 

Em SP, o campus fica na Vila Madalena e as aulas devem iniciar em maio. No Rio, a escola aterrissa no Botafogo, e as aulas aulas estão previstas para abril.

Confira a relação completa dos cursos oferecidos:

Gastronomia:

Diplôme de Cuisine: programas de mais elevado nível de formação nas técnicas da clássica culinária Francesa. Exige os certificados Basic, Intermediate e Superior, que podem ser cursados separadamente (abaixo). Duração 9 meses. Valor: R$ 72.550

Basic Cuisine: técnicas básicas de culinária, com duração de 3 meses. Valor: R$ 24.800

Intermediate Cuisine: pratos regionais franceses clássicos e técnicas de cozinha europeias. Duração de 3 meses, custo de R$ 23.000

Leia mais:

Superior Cuisine: técnicas de culinária do mundo inteiro. Duração de 3 meses. Valor: R$ 24.750

Confeitaria:

Diplôme de Pâtisserie: elaboração de sobremesas requintadas e com técnicas avançadas da culinária mundial. Composto pelos três certificados Basic Pâtisserie, Intermediate Pâtisserie e Superior Pâtisserie, que podem ser cursados separadamente (abaixo). Duração: 9 meses. Valor total: R$ 69.050

Basic Pâtisserie: técnicas de sobremesas inspiradas na culinária Francesa. 3 meses, R$ 23,750

Intermediate Pâtisserie: novas técnicas para melhorar as habilidades. 3 meses. R$ 22.300

Superior Pâtisserie: 3 meses, R$ 23.000

Curso completo de gastronomia e confeitaria:
Grand Diplôme é respeitado em todo o mundo como referência do que há de mais avançado na gastronomia.
Com duração de 9 meses, o Grand Diplôme combina os clássicos Diplôme de Cuisine e Diplôme de Pâtisserie (acima). Valor: R$ 141.600,00


Barista faz arte em xícaras de café – e o resultado impressiona!

(Fotos: Reprodução Instagram)

 

O barista sul-coreano Lee Kangbin tem feito muito sucesso com suas criações – e justamente porque ele não se contenta em só preparar o café. Lee na verdade transforma uma simples xícara em obra prima. Suas criações são impressionantes, recriam telas de renomados artistas, paisagens ou personagens de animação – e têm feito enorme sucesso entre os clientes da cafeteria C. Trough, em Seul, e nas redes sociais, onde tem milhares de likes.

(Fotos: Reprodução Instagram)

 

(Fotos: Reprodução Instagram)

 

Kangbin criou até um termo para designar seu trabalho: “Cremart”, que significa uma mistura de creme com arte.

(Fotos: Reprodução Instagram)

 

(Fotos: Reprodução Instagram)

 

(Fotos: Reprodução Instagram)

 

Leia também:


Hortência, Tom Cavalcante e João Carlos Martins levam Medalha Cidade de SP

(Foto: Leon Rodrigues/Secom)

 

O prefeito de São Paulo, João Doria, recebeu convidados no Theatro Municipal da capital nesta terça-feira (30) para a entrega da Medalha Cidade de São Paulo. Trata-se de um reconhecimento a 20 grandes nomes pelos bons serviços prestados à cidade e às causas comunitárias, culturais, esportivas, econômicas, da ciência e do empreendedorismo.

(Foto: Leon Rodrigues/Secom)

 

Leia mais:

 

Instituída em 2009 como” Medalha 25 de Janeiro”, a iniciativa faz parte das comemorações pelo aniversário da capital paulista. Personalidades como a escritora Lygia Fagundes Telles, o cartunista Mauricio de Sousa e o arquiteto Oscar Niemeyer já receberam a medalha. Em abril de 2017, o prefeito João Doria alterou a denominação da homenagem para Medalha Cidade de São Paulo.

(Foto: Leon Rodrigues/Secom)

 

Entre os homenageados deste ano, sendo 6 mulheres e 14 homens, Claudia Raia, o jornalista Gilberto DimensteinHortência Marcari, o maestro João Carlos Martins, Tom Cavalcante, o promotor cultural Paulo Borges, entre outros.  

Gabriela Duarte recebeu a medalha em nome da mãe, a atriz Regina Duarte (Foto: Eduardo Ogata/Secom)

 

Confira a lista completa abaixo, por ordem alfabética:

 

Alex Allard – Empreendedor
Fundador do Groupe Allard, empresário visionário e inovador do projeto Cidade Matarazzo, foi reconhecido como um dos 100 businessman franceses mais influentes do mundo.

Carlos Jereissati – Empresário
Formado em administração de empresas pela Fundação Getúlio Vargas, atua na Iguatemi Empresa de Shopping Centers desde 1997. Em 2005, assumiu a presidência da companhia e, ao longo dos últimos dez anos, liderou o processo de abertura de capital e inaugurou oito novos empreendimentos.

Claudia Raia foi representada pelo filho Enzo, que recebeu a medalha pelas mãos do vice-prefeito Bruno Covas (Foto: Eduardo Ogata/Secom)

 

Claudia Raia – Atriz
A atriz se tornou uma das principais artistas na promoção e valorização do teatro musical na cidade, contribuindo com a consolidação da capital como destino para o turismo cultural, atraindo visitantes de diversas localidades e fomentando a economia local.

Eduardo Lyra – Empreendedor Social
Autor do livro “Jovens Falcões” e fundador do Instituto Gerando Falcões, que com mais de 20 programas sociais atende milhares de famílias. Foi selecionado pelo Fórum Econômico Mundial como um dos 15 jovens brasileiros que podem mudar o mundo. Saiu na lista da revista Forbes entre os 30 jovens mais influentes do Brasil. Foi eleito Paulistano Nota 10 pela revista “Veja“. Eduardo Lyra vem causando uma verdadeira transformação social mudando a realidade de muitos jovens nas periferias de São Paulo. Há 20 anos, o pai de Edu abandonou o crime e pagou sua dívida com a Justiça.

Fernanda Feitosa – Promotora cultural
Idealizadora e diretora da SP-Arte, maior Festival de Arte da América Latina, é uma apaixonada por artes. Nasceu no Rio, mas mudou-se para São Paulo com 9 anos. Na adolescência, foi bicampeã sulamericana de natação. Depois se formou em Direito pela USP. E fez mestrado em direito internacional em Boston. Voltou para São Paulo, cidade onde escolheu viver e que colocou no mapa internacional das artes.

Geraldo Rufino – Empreendedor
Empreendedor, escritor e palestrante, iniciou a vida como catador de latas na periferia de São Paulo, fazendo suas primeiras investidas aos 8 anos. Quebrou seis vezes, sendo a última em 2003 depois de um investimento mal-sucedido. Nunca levou os episódios como algo desesperador. Em 1985, ao fundar a JR Diesel, transformou o segmento de desmanche de veículos.

Gilberto Dimenstein – Jornalista
Ganhou todos os principais prêmios destinados a jornalistas e escritores. Foi acadêmico-visitante no programa de direitos humanos da Universidade de Columbia (Nova York). Integrou a incubadora de projetos sociais de Universidade Harvard. Atualmente coordena o “Catraca Livre“. Em São Paulo, Dimenstein promove ações de lazer e de cultura para a valorização da cidade e seu patrimônio histórico, cultural e comunitário.

Hortência (Fotos: Reprodução Instagram e Eduardo Ogata/Secom)

 

Hortência Marcari – Desportista
É uma das maiores jogadoras de basquetebol de todos os tempos. Uma das maiores homenagens já recebidas por ela foi o convite para fazer parte do Hall da Fama do Basquetebol Feminino, dos Estados Unidos, em 2002, e do Naismith Memorial Basketball Hall of Fame, em 2005. Atualmente, é empresária, palestrante e comentarista da Rede Globo. Valorizou o esporte na cidade de São Paulo como aprimoramento físico, mental e de cidadania.

Ismael Ivo – Coreógrafo e bailarino
Nascido na periferia de São Paulo, enxergou a dança como sua arma para transpor todas as barreiras. Foi o primeiro bailarino brasileiro e negro a ser convidado a dirigir um teatro estatal na Alemanha, o de Weimar. Assumiu em 2017 a direção do Balé da Cidade de São Paulo, ligado ao Theatro Municipal, onde vem contribuindo com a disseminação da dança e a formação de novos talentos na capital paulista.

Ives Gandra Martins (Foto: Eduardo Ogata/Secom)

 

Ives Gandra Martins – Jurista
Advogado, é autor de mais de 80 livros individuais e 300 em colaboração, publicados em 21 países sobre os mais diversos temas, dentre os quais direito, economia, filosofia, política, história, literatura, sociologia, teologia e música. Possui 38 títulos universitários e pertence a 32 Academias. Considerado um dos mais importantes juristas brasileiros.

Jefferson Rueda – Chef de Cozinha
Já trabalhou em alguns dos principais restaurantes de São Paulo. Abriu o Bar da Dona Onça junto com sua esposa, a chef Janaina Rueda, e passou uma temporada de seis meses em cozinhas renomadas na Europa, como a do El Celler Can Roca, Can Fabes e Santi Santamaria. Em 2015, inaugurou A Casa do Porco Bar, que reúne toda experiência adquirida ao longo de sua vida. Conquistou diversos prêmios nacionais e internacionais, como o 8º lugar na lista dos 50 Melhores Restaurantes da América Latina e uma estrela no Guia Michelin.

João Carlos Martins – Maestro
Nasceu em São Paulo, em 1940, e ocupa um lugar ímpar no cenário musical brasileiro, tendo sido considerado um dos maiores interpretes de Bach do século XX pela crítica internacional. Abandonou definitivamente os palcos como pianista em 2002 por problemas físicos e, há 12 anos, iniciou os seus estudos de regência. Fundou a Bachiana Filarmônica e desenvolve um trabalho com adolescentes através da sua Bachiana Jovem. Ensina música para jovens carentes da periferia de São Paulo, descobrindo talentos e promovendo a democratização da cultura e inclusão social na capital paulista.

Mayana Zatz – Geneticista
Professora titular de genética do instituto de Biociências da Universidade de São Paulo, Diretora do Centro de Pesquisas em Genoma Humano e Células-tronco, Coordenadora do projeto Instituto Nacional : envelhecimento e doenças genéticas. Publicou 300 trabalhos científicos que já foram citados 16.500 vezes. Tem participado ativamente de discussões sobre políticas de apoio à ciência e aspectos éticos relacionados com os avanços científicos que interessam a toda a sociedade.

(Foto: Eduardo Ogata/Secom)

 

Nizan Guanaes – Publicitário
Fundador do Grupo ABC, é considerado o publicitário número um do Brasil e um dos líderes de melhor reputação, segundo pesquisa da revista Exame. Foi nomeado um dos cinco brasileiros mais influentes do mundo pelo Financial Times e uma das 100 pessoas mais criativas nos negócios, segundo a revista Fast Company. Embaixador da Boa Vontade da UNESCO, Nizan Guanaes tem dedicado, há mais de 20 anos, grande parte do seu tempo a causas sociais, principalmente relacionadas a empreendedorismo, educação e preservação do patrimônio cultural de São Paulo e do Brasil.

Paulo Borges – Promotor Cultural
Com mais de 30 anos de experiência em moda, é o visionário que lidera a organização da moda brasileira como setor e que abraça a causa da disseminação de uma cultura de moda e design no País. É o criador do São Paulo Fashion Week, o maior evento de moda da América Latina, fundador do IN-MOD (Instituto Nacional de Moda e Design) e líder do movimento Amo Moda Amo Brasil.

Regina Duarte – Atriz
Mãe de três filhos e avô de seis netos,  iniciou a carreira no teatro amador em 1961 e hoje tem um lugar de destaque na teledramaturgia. Ao longo de sua carreira vem defendendo a cidade de São Paulo como centro de cultura no Brasil.

Roberto Minczuk – Maestro
Fez sua estreia internacional à frente da Filarmônica de Nova York, onde foi Maestro Associado, o primeiro a ocupar este posto após Leonard Bernstein. Regeu mais de 100 orquestras internacionais, entre elas as Filarmônicas de Londres, Tóquio e Israel. Atualmente, é o Maestro Titular da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo.

Rubens Ometto – Empresário
Presidente dos Conselhos de Administração da Cosan Limited, Cosan S.A, Comgás, Rumo e Raízen, além de acionista controlador das empresas. Tem mais de 30 anos de experiência na gestão de grandes empresas. Um dos empresários mais atuantes no setor do agronegócio, é um dos fundadores da Associação Brasileira da Indústria de Cana e, desde 2015, membro do Conselho Nacional de Desenvolvimento Industrial.

Geraldo Rufino, Hortência e Jefferson Rueda; Tom Cavalcante e Patricia (Fotos: Reprodução Instagram)

 

Tom Cavalcante – Humorista
Um dos maiores humoristas do Brasil, carrega o raríssimo dom de captar a essência do comportamento humano de cada indivíduo e traduzi-la com absoluta riqueza de detalhes no gestual, no olhar e na reprodução da voz. Nascido em Fortaleza, Tom escolheu e adotou a cidade de São Paulo, onde desenvolveu sua vida profissional.

Viviane Senna – Educadora, presidente do Instituto Ayrton Senna
A empresária fundou com sua família, em novembro de 1994, o Instituto Ayrton Senna, assumindo a presidência da organização. Com mais de 20 anos de história, a organização defende que todas as crianças e jovens tenham direito à educação integral, que os prepare para os desafios do Século 21. Para concretizar este objetivo, pesquisa e produz novos conhecimentos em pedagogia, gestão educacional e avaliação de impacto e os transforma em soluções educacionais inovadoras que são levadas para as redes públicas, nos ensinos fundamental e médio, em larga escala.


Amaury Jr. revela a jornalistas como será sua estreia na Band

Guillermo Pendino e Amaury Jr. durante a coletiva de imprensa (Foto: Comunicação Band)

 

Durante encontro com jornalistas em seu novo estúdio na TV Bandeirantes, Amaury Jr. era só sorrisos, orgulhoso pelos convidados do programa de estreia, que vai ao ar neste sábado (27) às 23h30.

O apresentador mostrou em vídeo um aperitivo do que vem por aí e revelou que gravou exclusivas com o rei Roberto Carlos e Maiara e Maraisa. Também entrevistou o presidente Michel Temer no Palácio do Planalto, e o prefeito de São Paulo, João Doria, no heliponto da prefeitura.

A direção artística da atração é de Guillermo Pendino, que esteve ao lado de Amaury durante a coletiva.

Roberto Carlos e Amaury Jr. (Foto: Comunicação Band)

 

Leia mais:

 

O jornalista e crítico gastronômico Dias Lopes será o consultor de um quadro de gastronomia, com jantar temático realizado em restaurantes como Fasano, onde o apresentador entrevistará convidados.

Outra novidade serão os links ao vivo durante o Baile do Copa, no carnaval, direto do Copacabana Palace, no Rio de Janeiro.

Amaury agradeceu ainda o apoio do empresário Sidney Oliveira, presidente da Ultrafarma: “Mais que um parceiro, um amigo de verdade. Você tem papel fundamental na minha volta a Bandeirantes. Obrigado!”

Sidney Oliveira, da Ultrafarma, Amaury Jr. e Rubens Comini (Foto: Arquivo Blog)

 

Detalhe do novo estúdio, na Band (Foto: Arquivo Blog)

 

Sidney Oliveira e Amaury Jr (Foto: Comunicação Band)


São Paulo recebe título de Capital Latino-americana da Cultura Gastronômica

À esquerda, salada Waldorf do restaurante Maní e, à direita, cassoulet de frutos do mar do Dui. Exemplos da prestigiada gastronomia paulistana (Foto: Divulgação)

 

Nesta quinta-feira (18), em Madri, na Espanha, durante a Feira Internacional de Turismo, a cidade de São Paulo recebeu o título de “Capital Latino-americana da Cultura Gastronômica”, um reconhecimento à qualidade e diversidade da gastronomia paulistana. O título foi entregue pelo secretário-executivo do Ministério do Turismo, Alberto Alves, ao embaixador do Brasil em Madri, Antônio José Ferreira Simões.

“É uma honra para o Ministério do Turismo participar desse evento da concessão de um título tão importante para uma cidade brasileira. Esse fato, sem dúvida, contribui para que a gastronomia do Brasil, como um todo, seja um dos principais ativos do turismo nacional”, comemorou Alberto Alves.

 

Leia também:

 

A gastronomia brasileira, aliás, é um dos itens melhor avaliados pelos turistas internacionais que visitam o país. De acordo com recente pesquisa, mais de 95% dos estrangeiros que estiveram no Brasil em 2016 aprovaram a gastronomia do país. A avaliação positiva é ainda maior se fizermos um recorte de avaliação por cidade – a gastronomia paulistana foi aprovada por 97,5% dos turistas internacionais no mesmo ano.


16 sugestões gastronômicas de dar água na boca, por Washington Olivetto

 

Washington Olivetto, um dos mais premiados publicitários do país, é  gourmet confesso (Foto: Divulgação)

 

O publicitário Washington Olivetto, um dos mais premiados do país, é um gourmet confesso. Apesar de dizer que não tem mão para ser chef, sempre teve o hábito de fazer anotações e analisar restaurantes e pratos no Brasil e exterior. Descendente de italianos, nunca escondeu que aprecia comer e beber bem.

Por conta disso, o próprio Olivetto faz aqui uma saborosa lista com suas preferências gastronômicas em solo nacional. No entanto, avisa que “não frequenta restaurantes, frequenta pratos acompanhados de ambientes, atmosferas ou experiências”. Eis a relação:

1. Risotto del Contadino, do restaurante Fasano, em São Paulo, acompanhado do vinho que o Manoel Beato (sommelier) quiser que eu beba naquela noite.

2. Coxinhas do Frangó (SP).

3. Couverts do Rodeio, em São Paulo e do Antiquarius, no Rio.

4. Cotoletta di Vitello, do Parigi (SP), prato que eu já frequentava quando o Rogério abriu o pequeno Fasano da rua Amauri; e o bollito, do mesmo restaurante.

5. Aves e polentas do D´Amici, no Leme (RJ).

6. Peixe alla Neroni, do casal Paulo e Conceição, donos do Margutta, em Ipanema (RJ).

7. Sanduíche Beirute do Frevo, na rua Oscar Freire e Bauru do Ponto Chic de Perdizes, ambos São Paulo.

8. Pizzas caprese e de atum da Quintal do Bráz (SP), Capricciosa de Ipanema (RJ) e Bráz do Jardim Botânico (RJ), esta acompanhada de duas outras grandes atrações da casa: os Negroni, tão bons quanto os do Harry´s Bar de Veneza, e o Cristo Redentor enquadrado no espelho do terraço.

9. Carpacci do mar e spaghetti alle vongole do Satyricon (RJ).

10. Tudo que o assanhado Murakami, do Kinoshita (SP), e o contido Jun, do Jun Sakamoto (SP), recomendarem que eu frequente.

11. Polpettone do Jardim de Nápoli (SP), acompanhado de gnocchi ou fusilli.

12. Culinária ítalo-paulista que o Toninho Buonerba prepara no seu Boteco do Tonico.

13. Filé à parmegiana do restaurante do Cidinho, em Araraquara, interior de São Paulo.

14. Capeletti in brodo do restaurante Butelli, em Farroupilha, no Rio Grande do Sul.

15. Moquecas do Yemanjá, em Salvador.

16. Pratos spicy do Koh Pee Pee de Porto Alegre (RS), um tailandês que não fica nada a dever ao restaurante do hotel Amanpuri, em Puket, onde, por sinal, eu também tenho meu prato favorito.


Felipe Titto é mais que um rostinho bonito?

Foto: Reprodução Instagram

 

Será que Felipe Titto é mais que um rostinho bonito?  Atualmente o ator interpreta o personagem Odair em “O outro lado do paraíso”, novela da Rede Globo. É ajudante no salão de Nicácio (Fábio Lago) -e conseguiu o emprego sendo bonitão.

Foto: Reprodução Rede Globo

 

Na vida real Titto é dono de oito negócios e pai de Theo, 14.  Seus investimentos são dois restaurantes, um salão de beleza masculino, um estúdio de tatuagem, um centro esportivo, uma oficina de moto, um site de classificados, uma marca de comida fit e outra de roupa, bonés e acessórios. Faz também o gerenciamento artístico de Arthur Aguiar, Lucas Lucco e Kéfera.

Além dos empreendimentos, boa parte da renda do galã vem da publicidade. É embaixador de duas marcas internacionais de carro e moto e uma nacional, de óculos. Faz 15 presenças vips, em média, por mês, além dos posts patrocinados no Instagram — são 3,6 milhões de seguidores.

Mais: Titto mora em uma mansão novinha em São Paulo, de 5 mil metros quadrados, com cinco quartos e um galpão para guardar seus seis carros (alguns antigos) e mais cinco motos.

Ao “Extra”, o cantor contou que “O universo do empreendedorismo me fascina muito. Não quero ser um ator que depende só de fazer televisão. Nasci na periferia de São Paulo, tive uma vida difícil e lutei para conquistar tudo o que tenho hoje.” Seus 400 pares de tênis, segundo ele, são “frustração de moleque pobre, sabe? Quando eu era criança, usava os tênis usados dos filhos dos patrões da minha mãe, que trabalhava como secretária do lar.”

 


Ainda não planejou sua ceia de Natal? A gente te ajuda

Ceia do Rancho Português (Foto: Divulgação)

 

Faltam quatro dias para a véspera de Natal, e a ceia é a parte mais complicada da noite. Pensar em agradar a todos, sair do óbvio e decidir se vai fazer tudo, dividir entre os parentes ou encomendar. São tantas questões…

Ainda não planejou a sua, e pensa em encomendar? Separamos opções de restaurantes e rotisseries que ainda aceitam pedidos a essa altura do campeonato.

ZUCCO
Entre as opções do restaurante italiano estão o ravioli de ricota e nozes (R$ 83/kg), paleta de cabrito assado no forno a lenha com alecrim (R$ 190 para quatro pessoas), leitão inteiro assado no forno a lenha com mostarda de frutas vermelhas (R$ 622 para oito pessoas) e peru assado no forno a lenha com molho de frutas vermelhas (R$ 380 para seis pessoas). Como acompanhamentos, eles apostam em arroz branco salteado com passas, damasco e amêndoas (R$ 48/kg), farofa com panceta, castanhas e cebolete (R$ 42/kg) e batata bolinha assada no forno (R$ 4/kg). As opções de sobremesa são torta de chocolate ao leite, meio amargo e branco (R$ 78/kg), tiramisù (R$ 109/kg) e profitrolis com mascarpone e chocolate (R$ 102/kg). As encomendas podem ser feitas até o dia 21. Mais informações

MICAELA
O chef Fábio Vieira, do Micaela, preparou quatro opções de principais e quatro acompanhamentos para a ceia de Natal. São eles: bacalhau aos quatro queijos brasileiros e tomates pelados produzidos na casa (R$ 310/kg); lombo suíno com curry (R$ 150/kg); pernil suíno assado com cabeças de alho (R$ 125/2 kg) e pernil de cabrito assado (R$ 260/2 kg). Para acompanhar, salada catalã de vegetais na brasa (R$ 35), farofa da casa (R$ 35), batatas bolinhas e echalotes assadas com ervas (R$ 48) e salpicão de frango defumado (R$ 70). As encomendas devem ser feitas até o dia 21. Mais informações

Bologna
Tradicional, a rotisseria prepara sugestões como tender fatiado (R$ 145,00 o quilo), pernil de cordeiro (R$ 145,00 o quilo) e chester recheado com farofa (R$ 93,00 o quilo). Para incrementar a mesa, também há sugestões o cuscuz com frutos do mar (R$ 84,00 o quilo) e a torta de bacalhau (R$ 89,00, dez fatias). As encomendas podem ser feitas até o dia 22. Mais informações

Pastifício Primo
Especializada em massas, a casa guarda pedidas como o ravióli de gorgonzola e pera, que vem decorado com listras em cores natalinas (R$ 140,00 a porção para até oito pessoas). Entre os assados, peru com molho de frutas vermelhas acompanhado de farofa, batata e frutas secas (R$ 490,00). Os pedidos são aceitos nas quatro unidades. Mais informações

Petit Comitè Rotisserie & Deli.
Dá para encomendar a ceia completa para oito pessoas (R$ 980,00 a R$ 1250,00) ou pedir itens separadamente. Entre eles, bife wellington (R$ 260,00 a peça de 1,5 quilo) e tender fatiado glaceado em abacaxi, mel, mostarda e especiarias e acompanhado de relish de frutas tropicais (R$ 260,00, para oito a dez pessoas). Mais informações

Rancho Português
Três pratos podem ser levados para casa da rotisseria do restaurante: o leitão à bairrada (R$ 610,00 para 10 pessoas), o peru assado com molho agridoce e farofa de bacon (R$ 120,00 o quilo) e o bacalhau assado na brasa (R$ 243,00 para 3 pessoas) acompanhado por batatas ao murro. De sobremesa, há pedidas tradicionais portuguesas como o toucinho do céu (R$ 153,00). Os pedidos devem ser feitos por telefone (2639-2077) até 22 de dezembro para o Natal. Mais informações

Tasca do Zé e da Maria
O restaurante português fez receitas especiais para o fim de ano. Para o Natal, aceitam encomendas da chamava cavaquinha tropical (R$ 139,00 para uma pessoa). Trata-se de um crustáceo preparado ao vinho branco com creme de leite e frutas da estação acompanhado de arroz com amêndoas. Os pedidos devem ser feitos até o dia 23 de dezembro. Mais informações

PAOLA DI VERONA
O cardápio da rotisserie Paola di Verona para as ceias de natal é bastante variado. Como entradas, é possível escolher entre salpicão de frango defumado (R$120/kg), salada de berinjelas e nozes (R$78/kg), e salada de bacalhau com grão de bico (R$120/kg). Para prato principal, as opções são peito de peru recheado com cogumelos ao molho de gengibre (R$156/kg); chester assado recheado com farofa de caju e passas ao molho de laranja e maracujá (R$165/kg); tender ao vinho do Porto e castanhas portuguesas (R$165/kg) e lombo recheado com damascos ao molho de mel e mostarda (R$118/kg). Cuscuz Marroquino com amêndoas e passas (R$70/kg); arroz de açafrão (R$48/kg); farofa especial de passas e caju (R$48/kg); arroz de sete cereais com amêndoas (R$48/kg) e purê de maçã (R$60/kg) são as opções de acompanhamento. A rotisserie também oferece massas, como raviolone de mozzarella de búfala (R$98/kg); mezzaluna de burrata com pomodori confit (R$89/kg); lasanha de funghi secchi (R$89/kg); tortelloni de gorgonzola, figo e nozes (R$98/kg) e capello de tender (R$90/kg). E, para finalizar, Apfel Strudel (R$75); bolo de árvore de Natal (R$150) e torta de nozes com fios de ovos (R$93/kg). As encomendas para o Natal podem ser feitas até o dia 20. Mais informações


De Natal no Unique a Ano Novo no Jockey: veja 7 opções de ceias e festas em SP

A tradição dos paulistanos no final do ano é fugir da selva de pedra para a praia, e passar a virada com o pé na areia. Mas às vezes os planos não saem como previsto, e ficar em São Paulo acaba sendo uma opção. E das melhores! Confira aqui algumas festas e ceias que vão te fazer pensar duas vezes antes de pegar a estrada:

1. Jockey Club SP

Foto: Divulgação

 

O Villa Jockey prepara para este ano um dos melhores e mais sofisticados Réveillons de São Paulo, o Vem 18. Com vista deslumbrante do skyline da capital, o espaço tem capacidade para até 500 lugares e contará com decoração especial para a noite com assinatura de Saint Clair. O ambiente do salão, considerado patrimônio histórico da idade, estará enfeitado com flores e folhagens em verde e branco, com destaque para a passarela de cristal. Para agitar a noite, o DJ Rodrigo Medeiros e a Banda Ambervision, que terá como vocalista Nathalie Alvim. Para beber, gim Hendricks, vodka Belvedere, Cava Cordoniu e um bar exclusivo de Cointreau. A queima de fogos começa à meia noite e terá duração aproximada de 10 minutos. Mais informações aqui.

.

2. Skye Bar, Hotel Unique

Foto: Divulgação

 

O restaurante e bar Skye, do Hotel Unique, montou menus exclusivos para o Natal e o Ano Novo. Para a ceia do dia 24 de dezembro, o Chef Emmanuel Bassoleil criou um menu que será servido a partir das 20h com welcome drinks e pratos que levam camarões, bacalhau e leitão. Já no dia 25, o restaurante servirá o cardápio normal no almoço, das 13h às 16h, mas com um mimo especial, a sobremesa Bûche de Noel, conhecida como tronco natalino. Para quem deseja celebrar a chegada de 2018 com muita alegria, o local preparou um pacote com hospedagem em quarto premium com Veuve Clicquot Rosé, jantar com cardápio especial acompanhado de champagne, presente para o casal, café da manhã e almoço no dia seguinte. Mais informações aqui.

3. Palácio Tangará

Foto: Divulgação

 

O hotel Palácio Tangará abriu as portas neste ano de 2017 e já é o queridinho para desfiles e eventos. Sua primeira festa de Réveillon será inspirada na Belle Époque, e acontece no elegante Salão Cristal, na noite de 31 de dezembro, das 20h às 4h. Para o jantar, uma imersão na alta gastronomia. As celebrações começam com coquetel de boas-vindas. Mesa de doces finos e queijos selecionados pelo chef, além de open bar, completam o pacote. Mais informações aqui.

 

4. Hotel Tivoli Mofarrej

Foto: Divulgação

 

O Hotel Tivoli Mofarrej SP e a Agência Mak armam o Réveillon Tivoli Celebre 2018. À beira da piscina, a festa terá um cardápio sofisticado preparado para surpreender os convidados. Entre as atrações, DJ Mau Garcia, Escola de Samba Rosas de Ouro e DJ Ludmila Prado. Para beber, open bar de vodka Grey Goose, whisky Jim Beam, gin, espumante Martini, tequila Patron, cerveja Stella Artois, energético Fusion, sucos Pin Up, refrigerantes, tônica e água. Mais informações aqui.

 

5. Seen, bar do Tivoli

Artesian, Hotel Trivoli (Foto: Ricardo Bassetti)

Foto: Divulgação

 

Além da festa do hotel, o Seen, bar que fica no 23º andar do Tivoli Mofarrej, também prepara ceias de Natal e festa de Ano Novo. O local já vale pela vista, que é de babar. A ceia de Natal terá menu com cinco tempos, coquetéis, vinhos, espumantes, DJ e Papai Noel. Dá para emendar no brunch do dia 25, com buffet, vinhos e outras bebidinhas. A festa de réveillon acontece das 20h às 4h e tem, além do menu de cinco tempos, um lanchinho na madrugada. Espumante Chandon, coquetéis e vinhos também estão incluídos. A animação fica por conta de uma banda de jazz e do DJ Zé Pedro. Mais informações aqui.

6. Café de La Musique SP

Foto: Divulgação

Já imaginou uma festa de Ano Novo com uma cartomante disponível para consultas sobre o ano que está por vir? No Cafe de La Musique SP tem. Para marcar definitivamente o retorno da casa à capital paulista, um réveillon badalado e exclusivo. A festa, para apenas 150 convidados, promete ser uma virada sofisticada e inesquecível. A noite será recheada de atrações inusitadas, com uma ceia premium complementada por uma carta de bebidas de alta qualidade ao som do DJ Rico Mansur e bateria de escola de samba. Mais informações aqui.

7. Lions Nightclub

Foto: Divulgação

 

A varanda do Lions Nightclub, balada localizada no centro da cidade, é uma boa escolha para contemplar os fogos de artifício do céu de SP. Não tem ceia, mas a noite promete ser agitada. A festa começa às 22h. Mais informações aqui.