Topo

Lobão revela período na prisão por maconha: "Comprava rivotril para todos dormirem"

Da Redação

24/09/2018 11h14

Foto: arquivo blog

 

Lobão relembrou o período que passou na prisão por causa de maconha no Programa Amaury Jr., exibido na madrugada de domingo. Perguntado pelo apresentador como foram os três meses, ele disse:

"No período de cadeia, eu pensava assim: 'é claro que isso aqui é um inferno'. Tem ratos, 50 pessoas numa cela de 5 metros quadrados, uma coisa absurda, 50 graus à sombra; na frente da cela, havia uma mesa de autópsia. Pior impossível. Mas eu pensava assim: 'isso aqui em termos de experiência de vida, é muito rico'. Conheci, e não só conheci, como fui protagonista na prisão. Eu, por exemplo, fiz melhorias incríveis na prisão. Tínhamos trinta pessoas num espaço que caberiam, incomodamente, cinco. Tinha ciranda para dormir: enquanto três dormiam, outros ficavam esperando. E tinham três chefes de boca de fumo dentro da cela. E, portanto, rolava muita cocaína e eu ficava apavorado. Como vocês cheiram cocaína nesse calor, nessa coisa incômoda, todos suando? Pensei: tenho de parar com esse péssimo hábito desses meninos na cela", disse. "Falei assim: vou consultar um amigo meu para pegar uma receita de um psiquiatra e comprar uma caixa de rivotril. E aí, chegou a caixa de rivotril. De agora em diante, vamos trocar de droga. Foi uma maravilha. Jogava rivotril para toda unidade penitenciária. Todos dormiam".

Na mesma entrevista, o cantor fez uma avaliação sobre as donas dos hits atuais no Brasil, como Anitta, Pabblo Vittar e Jojo Toddynho. ""Elas não têm relevância alguma. Meu ouvido não é penico. Sou seletivo, 100% elite. Não quero nem saber".

Leia mais: VÍDEO: Lobão sobre Anitta e Jojo: "Meu ouvido não é penico"

Assista o trecho sobre o período na prisão:

 

Sobre os autores

Amaury Jr.

É jornalista e apresentador de TV. É o mais conhecido colunista social do Brasil e considerado o criador do colunismo social eletrônico no país, onde mantém um programa de TV há 39 anos ininterruptos.

Bruno Meyer

Começou no jornalismo pela revista Veja. Foi repórter de cultura e titular da coluna Gente, espaço focado na cobertura de personalidades no Brasil e mundo. É autor do livro "A Vida É uma Festa" e editor deste blog.

E-mail: bruno@amauryjr.com.br

Sobre o blog

Notícias, bastidores e informações exclusivas sobre quem é assunto no showbiz, na cultura, na política, nos negócios e em todas as rodas sociais.

E-mail: contato@amauryjr.com.br

Amaury Jr.