Topo
Blog do Amaury Jr.

Blog do Amaury Jr.

Donos da Adepta explicam como a tecnologia mudou o mercado imobiliário

Amaury Jr.

2018-04-20T19:15:16

18/04/2019 15h16

Allan Kardosh e Ellen Victoria, da Adepta Realty, em Orlando, na Flórida: "As construções novas vão diminuir e a revenda vai aumentar"

 

A revolução digital tem mudado o mundo como conhecemos numa velocidade que nunca se viu antes: o hábito de se comunicar instantaneamente, a maneira de se entreter na hora e quando quiser em qualquer tela, o uso de aplicativos para se locomover nas cidades, entre outros exemplos. Os brasileiros Allan Kardosh e Ellen Victoria, donos da imobiliária americana Adepta Realty, baseada em Orlando, na Flórida, alertam que o mercado imobiliário sofrerá forte mudança também. Em entrevista ao blog, Allan e Ellen falam das mudanças do mercado imobiliário, da facilidade de compras de uma casa por um aplicativo e da atividade do corretor:

Como a tecnologia impactou o mercado imobiliário americano?

A compra e venda de imóveis foi muito impactada com o surgimento dos aplicativos para tablets e celulares. Hoje, com um celular, uma casa com as características da sua preferência fica disponibilizada em diversos apps, o que facilita a escolha do cliente sem intermediações. Com esse avanço tecnológico, percebemos a necessidade de evoluir, não apenas na parte digital, mas também na operação e comissionamento dos imóveis.

A atividade do corretor de imóveis está ameaçada?

Não, mas está exigindo sua modernização em como atuar no mercado. Os profissionais que se adaptarem a essa nova realidade continuarão tendo o diferencial em relação à segurança na compra e venda de imóveis e na facilidade de obtenção de financiamentos bancários. Atualmente, trabalhamos com uma taxa fixa na venda do imóvel, de US$ 5 mil na Flórida, independente do valor, que será paga somente no dia da venda do imóvel e mais 3%. Se não oferecermos essa comissão de 3%, infelizmente, sua casa não será mostrada tão frequentemente como deveria. Se compararmos a outras imobiliárias daqui, cobra-se 6% de comissão, sem taxa. Portanto, um imóvel de US$ 400 mil terá 24 mil de comissão. Conosco, fica 17 mil, uma economia de 7 mil dólares.

Como evoluir num mercado que sempre precisou de um intermediário (corretor) na transação?

Quando se entra em contato conosco, damos a oportunidade de facilitar a compra e venda em toda Flórida, por meio de diversos sites e aplicativos, de forma a atender rapidamente as necessidades e características dos nossos clientes.  Além disso, os interessados na compra poderão visitar o imóvel sem a necessidade de estarem no local, com nossos inovadores recursos de realidade virtual. Você pode entrar em uma casa na Flórida do sofá de sua casa, no Brasil.

Essa realidade já chegou ou chegará ao Brasil?

É uma tendência mundial, o Brasil certamente irá se direcionar para este caminho.

Como vocês vão atuar nesse novo modelo de negócios?

Usaremos todas as formas de divulgação digital para nossos clientes, tanto compradores como vendedores. Em poucos minutos, disponibilizamos uma propriedade e a mesma já poderá ser vista por centenas de possíveis interessados. Recentemente tivemos uma casa listada à venda que foi vendida em 24 horas.

Como é possível comprar imóveis nos Estados Unidos do Brasil?

Graças a tecnologia, hoje ficou muito fácil para o brasileiro comprar ou vender um imóvel nos EUA. Todos os contratos poderão ser feitos online com assinatura digital, sem necessidade de impressão de documentos. Temos muitos investidores que nunca vieram a Orlando, sendo toda a negociação realizada eletronicamente. Por exemplo, para compras à vista, bastam passaporte e comprovação de recursos. Nossa experiência de mais de uma década trabalhando com transações imobiliárias com estrangeiros, nos diferencia de muitas outras imobiliárias, facilitando todo o processo e principalmente dando total segurança.

Serviço: www.adeptarealty.com

Sobre os autores

Amaury Jr.

É jornalista e apresentador de TV. É o mais conhecido colunista social do Brasil e considerado o criador do colunismo social eletrônico no país, onde mantém um programa de TV há 37 anos ininterruptos.

Bruno Meyer

Começou no jornalismo pela revista Veja. Foi repórter de cultura e editor-titular da coluna Gente, espaço semanal focado na cobertura de personalidades e celebridades no Brasil e mundo. É autor do livro "A Vida É uma Festa", sobre Amaury, e editor-chefe deste blog. E-mail: bruno@amauryjr.com.br

Sobre o blog

Notícias, bastidores e informações exclusivas sobre quem é assunto no showbiz, na cultura, na política, nos negócios e em todas as rodas sociais.

Para completar, temos flashbacks da carreira de Amaury Jr, retirados de um precioso arquivo que documenta expressivamente a evolução da sociedade brasileira.