Topo
Blog do Amaury Jr.

Blog do Amaury Jr.

Grace Gianoukas celebra convite da Globo e 18 anos do "Terça Insana"

Bruno Meyer

2004-05-20T19:08:22

04/05/2019 08h22

Grace: "Sempre proibi o humor adolescente do bullying" | Divulgação

Uma das mulheres mais festejadas da comédia em São Paulo, a atriz gaúcha Grace Gianoukas tem dois motivos recentes para comemorar na carreira. Seu "Terça Insana", seu espetáculo de humor, vai completar 18 anos com shows cheios pelo Brasil até hoje e ela acaba de ser escalada para nova novela das 7 de autoria de Daniel Ortiz na Globo. O blog conversou com Grace:

O que mudou no humor nacional nesses 18 anos em que está em cartaz com o "Terça Insana"? 

Eu acho que hoje nós temos um cenário muito amplo pro humor e pra comédia. O sucesso da "Terça Insana" inspirou muita gente, influenciou as novas gerações e viabilizou os shows de comédia como um bom negócio. Hoje, temos humor pra todos os gostos e estilos.

O "Terça Insana" já sofreu alterações no texto ou na maneira de contar piada para não agredir determinados públicos?

Uma das regras do Projeto Terça Insana é justamente o desafio de criar textos originais, engraçados, filosóficos, que riam de nós mesmos como sociedade. Sempre foi proibido o humor adolescente do bullying, quando algo parecido surgia em algum texto que os meus atores escreviam, eu já editava com eles antes de ir pro palco. A Terça Insana sempre primou pelo humor que não baixa o nível, nunca tivemos problemas com o público.

Como surgiu o contato para atuar na nova novela do Daniel Ortiz?

Eu já havia atuado em "Haja Coração", de Daniel Ortiz, onde eu fazia a personagem Teodora Abdalla, mãe de Fedora Abdalla, personagem de Tatá Werneck. Nessa novela, conheci melhor o trabalho do Daniel e ele o meu, eu adoro o que ele escreve, temos afinidade.

Você que é uma mulher do palco teve dificuldades em atuar em frente às câmeras dentro de um estúdio?

Eu já fiz bastante televisão, mas às vezes quando algum trabalho de teatro faz muito sucesso, a gente passa anos no palco, depois quando a gente volta ao estúdio de TV, tá meio desacostumado a se colocar no espaço pra favorecer a câmera. Mas é como ficar um tempo sem andar de bicicleta, dá aquela desequilibrado no início, mas rapidamente a gente reacostuma.

O que acha do humor feito hoje na televisão, desde a turma do Marcius Melhem (Globo) até "A Praça É Nossa" (SBT)?

Eu acho que tem muitos trabalhos interessantes. Gostava muito do "Tá no Ar", gosto da última versão do "Zorra", mais política, adoro "Lady Night", gosto muito de assistir as reprises de "Tapas e Beijos", da "Grande Família". Acho que programas como estes dois últimos e como a Praça fazem um humor bem popular e divertido para as pessoas que se matam de trabalhar o dia inteiro, chegam em casa e querem e merecem relaxar e desopilar.

 

Sobre os autores

Amaury Jr.

É jornalista e apresentador de TV. É o mais conhecido colunista social do Brasil e considerado o criador do colunismo social eletrônico no país, onde mantém um programa de TV há 37 anos ininterruptos.

Bruno Meyer

Começou no jornalismo pela revista Veja. Foi repórter de cultura e editor-titular da coluna Gente, espaço semanal focado na cobertura de personalidades e celebridades no Brasil e mundo. É autor do livro "A Vida É uma Festa", sobre Amaury, e editor-chefe deste blog. E-mail: bruno@amauryjr.com.br

Sobre o blog

Notícias, bastidores e informações exclusivas sobre quem é assunto no showbiz, na cultura, na política, nos negócios e em todas as rodas sociais.

Para completar, temos flashbacks da carreira de Amaury Jr, retirados de um precioso arquivo que documenta expressivamente a evolução da sociedade brasileira.