Topo
Blog do Amaury Jr.

Blog do Amaury Jr.

VÍDEO: Paulo Henrique Amorim negava mágoa da Globo

Da Redação

2010-07-20T19:12:43

10/07/2019 12h43

Paulo Henrique Amorim | Divulgação

 

O jornalista e apresentador Paulo Henrique Amorim, morto nesta madrugada aos 76 anos, negava ter mágoa da Globo. "Sabe por que eu saí da Globo? Porque a Bandeirantes me ofereceu para ganhar o dobro e voltar para o Brasil", disse há três anos em entrevista que você pode assistir abaixo. "O Johnny Saad (presidente do Grupo Bandeirantes) fez uma proposta para dirigir o principal jornal da casa e eu fui. Eu não queria continuar nos Estados Unidos. Se você passa de um determinado período no exterior, você acaba voltando nunca mais. É o caso do Lucas (Mendes), é o caso do Luis Fernando (Silva Pinto)".

Amorim foi funcionário da Globo durante doze anos, entre eles quase oito como correspondente internacional em Nova York. Após sua saída, ficou conhecido pelo temperamento forte, por vezes polêmico, e pelas declarações diretas contra à emissora carioca e a Roberto Marinho.  

Paulo Henrique Amorim morreu nesta madrugada após sofrer um infarto fulminante. Ele havia acabado de retornar de um jantar com amigos e estava em casa, no Rio de Janeiro, quando passou mal.

Reveja a entrevista com ele:

Sobre os autores

Amaury Jr.

É jornalista e apresentador de TV. É o mais conhecido colunista social do Brasil e considerado o criador do colunismo social eletrônico no país, onde mantém um programa de TV há 37 anos ininterruptos.

Bruno Meyer

Começou no jornalismo pela revista Veja. Foi repórter de cultura e editor-titular da coluna Gente, espaço semanal focado na cobertura de personalidades e celebridades no Brasil e mundo. É autor do livro "A Vida É uma Festa", sobre Amaury, e editor-chefe deste blog. E-mail: bruno@amauryjr.com.br

Sobre o blog

Notícias, bastidores e informações exclusivas sobre quem é assunto no showbiz, na cultura, na política, nos negócios e em todas as rodas sociais.

Para completar, temos flashbacks da carreira de Amaury Jr, retirados de um precioso arquivo que documenta expressivamente a evolução da sociedade brasileira.