Topo
Blog do Amaury Jr.

Blog do Amaury Jr.

Rosy Verdi: Invasão vegana, raw e vegetariana no reino da chuleta

Da Redação

26/09/2019 12h09

Mesmo com toda a crise que a Argentina enfrenta, o país muito me encanta. Voltando de Buenos Aires, fiquei espantada com a quantidade de restaurantes veganos, vegetarianos e de comida raw (alimentos crus) em um país onde a carne bovina, famosa por seu sabor e qualidade, sempre foi o destaque maior da culinária portenha.

A onda verde que está mudando o hábito alimentar no mundo

Há alguns anos passados, eu também me surpreendi com algo semelhante, quando a rede de cafés Starbucks tomou de assalto o Reino Unido desbancando o milenar costume de tomar o chá. Hoje, cafés são encontrados em cada quarteirão das cidades inglesas, disputando palmo a palmo a preferência dos ingleses.
Tomo 1, Sal, La Cabrera, Cabana Las Lilas, Piegari, Casa Cruz e vários outros restaurantes famosos de Buenos Aires destacam em seus cardápios, como pratos principais, verdadeiras delícias bovinas, como o Bife de Chorizo, Ojo de Bife, Lomo, acompanhados de "papas fritas", molhos diversos como o chimichurri, e encantam o paladar do mais exigente cliente. E, de repente, o que encontrei agora foram diversos e bons restaurantes que não usam a carne em seus cardápios e que também estão sempre cheios e agradam muito e cada vez mais os clientes, principalmente os mais jovens, os grandes adeptos desta nova culinária.
Selecionei alguns que achei mais interessantes, mas confesso que tive que pedir a ajuda de expert no assunto porque eu ainda dou preferência a uma boa chuleta ou um bom ojo de bife.

Sacro aposta nas empanadas de Carvão ativado, com recheio de cogumelos e azeitonas | Reprodução Instagram

Sacro 
do chef Maximiliano Rossi, aposta nas empanadas de Carvão ativado, com recheio de cogumelos e azeitonas.
Cozido de ricota, amêndoas, água de tomate, e tuille de semente de trigo.
Calle Costa Rica 6038 Palermo  f – 39840059

O Sacro também aposta em um novo spaghetti asiático

Jaam
A soma das iniciais dos sócios, Juan Socias, Aldo Marconi, Alejandro Dijilio e Mariano Cammarota, fica ao lado do mercado de San Telmo, bairro boêmio da capital e famoso por sua feira de antiguidades, aos domingos. Destaque para os ravioles de papel de arroz  recheados de verduras cozidas com molho de cítricos e uma salada com 25 tipos de verduras e legumes com vinagrete de miso e pasta de beringelas. Na sobremesa, o destaque vai para o doce de pera com tofu marinado e azeitonas doces.
Calle Bolivar 916, San Telmo  f – 44347626

Prato do Jaam com molho de cítricos

Artemisia
Foi o pioneiro dos veganos, aberto em 2003 pelos chefs Carolina  Guryn e Gabriel Gomez. Ficou famoso por sua limonada com gengibre, uma alternativa para as bebidas gasosas.  Com o sucesso imediato da casa, eles se transferiram para um local maior onde estão até agora. Destaque para os pães, com sementes variadas, os yogurtes e as geleias vendidas na parte da frente do restaurante. No cardápio, o nhoque de batata e queijo de cabra com molho de tomates frescos e o escabeche de beringelas com tahine são sucesso.
Calle Costa Rica 5993 , Palermo f – 47732641 Buenos Aires Verde
 

Lasanha de vegetais assados, do Buenos Aires Verde

Buenos Aires Verde
O chef Mauro Massimino experimentou em seu próprio corpo os benefícios da comida vegetariana e raw e foi quando resolveu abrir seu restaurante em 2015. Como sucesso na linha raw, tem o Taco Buenos Aires, recheado de verduras, guacamole, tomates secos e ricota de caju. E na linha Del fuego, dos picantes, a lasanha de vegetais assados, tabule de quinoa, tomates secos, azeitonas, queijo de caju defumado. Limonadas, leites vegetais, de amêndoas e de coco e sucos naturais são muito apreciados.
Calle Gorriti 5657 Palemo  f- 47759594
 
A  maioria destes novos restaurantes está situada em Palermo, bairro moderno e jovem demonstrando que são os jovens a maioria seguidora dos seguimentos vegetariano, vegano ou raw

Sobre os autores

Amaury Jr.

É jornalista e apresentador de TV. É o mais conhecido colunista social do Brasil e considerado o criador do colunismo social eletrônico no país, onde mantém um programa de TV há 39 anos ininterruptos.

Bruno Meyer

Começou no jornalismo pela revista Veja. Foi repórter de cultura e titular da coluna Gente, espaço focado na cobertura de personalidades no Brasil e mundo. É autor do livro "A Vida É uma Festa" e editor deste blog.

E-mail: bruno@amauryjr.com.br

Sobre o blog

Notícias, bastidores e informações exclusivas sobre quem é assunto no showbiz, na cultura, na política, nos negócios e em todas as rodas sociais.

E-mail: contato@amauryjr.com.br