PUBLICIDADE
Topo

Histórias do arquivo XII

Da Redação

13/05/2020 12h07

Na Espanha, Pelé tinha um encontro com o rei Juan Carlos, no Palácio Imperial, na qualidade de embaixador do turismo do Brasil. Luiz Carlos Miele era o mestre de cerimônias e tinha tambem a função de limitar as perguntas dos jornalistas. Na noite anterior ao cerimonial,  reuniu a imprensa brasileira que iria cobrir o acontecimento e a recomendação principal é o que não tratassem Pelé de  "rei" , até porque, pela etiqueta, rei ali era Juan Carlos.

-Vocês não podem, por favor, chamar o Pelé de rei em nenhum momento na presença do rei da Espanha. Nem fazer comentários do tipo "encontro de reis" etc…

As recomendações foram repetidas a exaustão .  Anunciada a presença real, Pelé estende a mão respeitosamente a Juan Carlos, que diz sorrindo em português:

-De um rei para outro. Como estás Pelé?

Ainda Pelé . Quando era contratado da Warner, o rei tinha um andar todinho reservado só para seu escritório em Nova York. Era vizinho do ator Robert Redford, que uma vez o convidou para um café . Desceram para a rua e aí ficou mais uma vez patente a popularidade de Pelé. Até chegarem ao tal café, na esquina, Pelé deu onze autógrafos e Redford apenas dois.

Placar final : 11 x 2

(Amaury Jr)

 

Sobre o autor

Amaury Jr. é jornalista e apresentador de TV. É o mais conhecido colunista social do Brasil e considerado o criador do colunismo social eletrônico no país, onde mantém um programa de TV há 39 anos ininterruptos.

Sobre o blog

O blog traz notícias, bastidores e informações exclusivas sobre quem é assunto no showbiz, na cultura, na política, nos negócios e em todas as rodas sociais.

E-mail: contato@amauryjr.com.br

Amaury Jr.