PUBLICIDADE
Topo

Histórias do arquivo XV

Da Redação

23/05/2020 14h20

Conheci José Saramago em São Paulo, quando veio para um tête-à-tête com os atores da montagem da peça de seu livro "O Evangelho Segundo Jesus Cristo" (Maria Fernanda Cândido, Thiago Lacerda, Sergio Mamberti, Luis Melo, Selma Egrei e Julia Catelli). Depois estivemos em Lisboa, quando assisti pela primeira vez à peça com o mesmo elenco.

Entrevistei-o e fiquei muito impressionado com sua habilidade. Sabe usar sua vasta cultura por escrito também em viva voz, o que é pouco comum . Luis Fernado Veríssimo , que é um gênio escrevendo , diante do microfone é de uma timidez constrangedora.

Outra coisa em Saramago, da qual poucos entrevistados dispoēm: o homem fica antenado para descobrir segundas intenções  do entrevistador, pronto para desarmá-lo ao menor  sinal de perigo.

A carreira de Saramago foi, no mínimo, curiosa. Trabalhou como mecânico de automóveis sem jamais dirigir. Acabou Premio Nobel de Literatura, apesar de só ter lido seu primeiro livro aos 16 anos. Ele seguia à risca uma rotina. Escrevia sempre das 17 às 21 horas.

Por quê?

– Escrevo porque ja almocei e janto porque já escrevi.

(Amaury Jr)

Sobre o autor

Amaury Jr. é jornalista e apresentador de TV. É o mais conhecido colunista social do Brasil e considerado o criador do colunismo social eletrônico no país, onde mantém um programa de TV há 39 anos ininterruptos.

Sobre o blog

O blog traz notícias, bastidores e informações exclusivas sobre quem é assunto no showbiz, na cultura, na política, nos negócios e em todas as rodas sociais.

E-mail: contato@amauryjr.com.br

Amaury Jr.