PUBLICIDADE
Topo

Vestidos inesquecíveis

Da Redação

26/06/2020 17h27

Na série abaixo veja a seleção dos vestidos que se celebrizaram, quer por quem os usou quer pela ousadia de seus criadores. Eles jamais serão esquecidos.

  A criação de Alexandre Vauthier que Bella Hadid   usou no Festival de Cannes, um vermelho com body por baixo,  revelava segredos quando o tecido se mexia com o vento.

 A cantora Rihanna recebeu o prêmio de Ícone de Estilo no CFDA em 2014 com um vestido transparente completamente coberto de cristais. Ela não usou soutien e quando questionada explicou: "Consegue imaginar aquele vestido com um soutien por baixo?"

 Lady Gaga chocou  ao aparecer no VMA de 2010 com um vestido completamente feito de carne, e teve como objetivo alertar o público para o consumo de produtos de origem animal.

Halley Barry, que levou o Oscar em 2002 como protagonista de "Depois do Ódio",  atraiu todos os olhares com esta  criação  de Elie Saab que continua a dar que falar até hoje.

Diz a lenda que foi ao assistir este desfile  de Charlotte Todd  na Universidade de St. Andrews  que o Príncipe William se  apaixonou pelas formas de  Kate Middleton e casou com ela !

 Jennifer Lopez mudou a história da internet usando um Versace com decote até o umbigo. Foi após esta aparição que o Google Image Search foi criado, tamanha a procura dos internautas. 

Lizzy Gardner, vencedora de um Oscar para Melhor Design de Figurinos em 1995, fez um vestido inspirado em cartões American Express e o usou na cerimonia. A American Express, que não autorizou que o vestido fosse usado no filme, acabou por comprar a peça mais tarde.

Conhecido como "o vestido da vingança", o modelo justo e com ombros caídos que a Princesa Diana escolheu usar na noite em que o Príncipe Charles confessou tê-la traído num programa de televisão, entrou nesta lista por razões óbvias.

A atriz  Elizabeth Hurley usou um vestido Versace com alfinetes  laterais para a estréia do filme "Quatro Casamentos e Um Funeral" e roubou todas as atenções da imprensa. Na época era conhecida apenas como a namorada de Hugh Grant.  Um ano mais tarde, conseguiu um contrato com a Estée Lauder.

Em Instinto Selvagem, Sharon Stone usa um vestido branco de gola alta. E ao  cruzar as pernas de forma sensual, exibiu sua intimidade e o vestido ficou associado a uma das cenas mais icônicas do cinema.A cantora Cher tornou este look inesquecível. Criado por Bob Mackie, em 1974, o vestido transparente foi capa da revista Time, provocando uma enchente de chamadas que pediam modelos iguais ao de Mackie.

"Tentei ser apenas atriz, mas o sexo vende melhor nas bilheteiras", disse Carole Baker sobre o vestido Pierre Balmain que usou na première do filme The Carpetbaggers, em 1964.

 A cena que ganhou o mundo. A atriz  Marilyn Monroe tem suas saias levantadas por um jato de  ar do metrô de Nova York. Foi vendido por U$ 5.52 milhões num leilão em 2011.

Zoë Kravitz, no Met gala  de 2018, veste um modelo assinado pela Saint Laurent, é conservador de um lado e completamente despido do outro.

Sobre o autor

Amaury Jr. é jornalista e apresentador de TV. É o mais conhecido colunista social do Brasil e considerado o criador do colunismo social eletrônico no país, onde mantém um programa de TV há 39 anos ininterruptos.

Sobre o blog

O blog traz notícias, bastidores e informações exclusivas sobre quem é assunto no showbiz, na cultura, na política, nos negócios e em todas as rodas sociais.

E-mail: contato@amauryjr.com.br

Amaury Jr.