PUBLICIDADE
Topo

Uma constelação buscando novos rumos

Da Redação

04/07/2020 23h10

O colunista Ricardo Feltrin teve a paciência de elencar a maioria dos valores que a Rede Globo teve que abrir mão por conta da crise provocada pela pandemia. Visto em conjunto, a relação causa comoção por ver quanta gente a emissora líder teve que dispensar  por conta de uma crise na qual ela não passa ao largo.

É claro que todos eles não perdem o seu valor e que poderão ter outras oportunidades e projetos mas, não é nada agradável, constatar do quanto a Globo teve que abrir mão.

A saber:

Vera Fisher, Miguel Fallabela, Stênio Garcia, Zeca Camargo, Renato Aragão, Malu Mader, Otaviano Costa, Maria Fernanda Candigo, Leandro Hassum, Malvino Salvador, José de Abreu, Regina Duarte, Bruno Gagliasso, Bianca Bin, Rafa Brites, Lair Rennó, Aguinaldo Silva, Cininha de Paula, Maitê Proença, Isabella Garcia, Pedro Cardoso, Luiz Fernando Guimarães, Pedro Paulo Rangel, Danielle Winits, Helena Ranaldi, Marcelo Anthony, Carolina Ferraz, Barbara Paz, Dawton Vigh, Luana Piovani, Bruna Marquezine, José Mayer, Thiago Abravanel, Reinaldo Gianechini,sem falar de Jô Soares e o quinteto entre muitos diretores relevantes.

Na áerea de jornalismo entraram Carla Vilhena, Reginaldo Leme, Mauro Naves, Marcio Canuto, Sergio Chapelin, Sandra Passarinho, André Luiz Azevedo, William Waack, entre outros que se demitiram como : Monalisa Perrone o casal Mari Palma e Phelipe Siani, entre outras dezenas de menos conhecidos.

Até o Padre Marcelo, entrou na roda de cortes ao perder seu programa na Radio Globo.

Sobre o autor

Amaury Jr. é jornalista e apresentador de TV. É o mais conhecido colunista social do Brasil e considerado o criador do colunismo social eletrônico no país, onde mantém um programa de TV há 39 anos ininterruptos.

Sobre o blog

O blog traz notícias, bastidores e informações exclusivas sobre quem é assunto no showbiz, na cultura, na política, nos negócios e em todas as rodas sociais.

E-mail: contato@amauryjr.com.br

Amaury Jr.