PUBLICIDADE
Topo

Igrejas perdem sacerdotes e pastores

Da Redação

23/07/2020 18h34

Por mais rígidas medidas que tenham tomado para a reabertura das igrejas, mais de uma dezena de padres católicos e muitos pastores foram vítimas da COVID.

A cada dia a igreja católica se queixa de que há menos vocações  sacerdotais, imagine nesta época de COVID.

Como a igreja católica pode querer enfrentar o mundo do Demônio e das novas igrejas evangélicas com um exército de líderes que têm que gastar metade do seu tempo tapando os ouvidos, olhos e nariz para não serem tentados por causa de regras hoje inadmissíveis se comparadas ao tempo em que foram criadas.

Por que não liberar esses sacerdotes, heróis da fé, para experimentarem, enquanto estão na Terra, os encantos do amor pleno que completa o ser humano?

Porque exigir deles esse sacrifício dilacerante? Por que impedir que o sacerdote se entregue, de corpo e alma, a uma mulher que o ame e o complete se, para isto, mulher e homem foram feitos?

O que impede que a igreja católica acabe com o celibato? Como a igreja quer conquistar coração e mentes se desconhece as razōes do corpo? Para os ouvidos dos católicos de fé são velhas perguntas.

 

 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do BOL

Sobre o autor

Amaury Jr. é jornalista e apresentador de TV. É o mais conhecido colunista social do Brasil e considerado o criador do colunismo social eletrônico no país, onde mantém um programa de TV há 39 anos ininterruptos.

Sobre o blog

O blog traz notícias, bastidores e informações exclusivas sobre quem é assunto no showbiz, na cultura, na política, nos negócios e em todas as rodas sociais.

E-mail: contato@amauryjr.com.br

Amaury Jr.