PUBLICIDADE
Topo

Hoje, 29 dia do batom

Da Redação

29/07/2020 09h26

O batom permeou a história dos EUA no último século e foi símbolo da revolução feminista, além de marca registrada das divas de Hollywood. Por sua importância, ganhou um dia só para ele, 29 de julho é comemorado o Dia do Batom.

Se você usasse batom na Grécia antiga seria considerada prostituta, pois as outras mulheres não usavam nenhuma maquiagem.

Uma pesquisa feita em 1998 apontou que 32% das mulheres têm mais de 20 cores de batom.

Os maiores índices de venda de batons são nos dias chuvosos e cinzentos.

5% dos batons usados podem ser encontrados em copos e xícaras de café, chá e água e outros 5% nos estômagos das mulheres, que ingerem sem querer ao lamber os lábios.

Óleo de rícino é um composto comum dos batons e ajuda a manter o brilho e a durabilidade do produto, já a cera de abelha ajuda a manter a forma e a deslizar mais facilmente pelos lábios.

No império Romano, batom era sinal de status, os ricos usavam para mostrar a classe social, inclusive os homens.

George Washington usava batom, maquiagem e uma peruca empoada.

Em 1915, no Kansas (EUA), o batom foi proibido para mulheres com menos de 44 anos pois passava impressão dúbia.

Elizabeth Taylor tinha tanta paixão por seus lábios vermelhos que exigia até nos sets de filmagem  apenas ela usando sua  cor de batom.

As estatíscas mostram que no ano 2000, 80% das americanas usavam batom ,10% a mais do que as francesas.

No ano passado, a, M∙A∙C (Make-up Art Cosmetics), que nasceu em Toronto, Canadá, há mais de 30 anos e hoje faz parte da The Estée Lauder Companies Inc., vendeu mais de 60 milhões de batons em todo o mundo,  o que significa mais de 2 batons por segundo.

A vermelha, cor preferida de Liz Taylor, hoje batizado de  Retro Matte Ruby Woo foi o best seller, ao lado dos Matte Chili e o Powder Kiss Devoted to Chilie.  A tendência do mercado de beleza com textura matte foi a mais vendida,  significando mais da metade das vendas globais.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do BOL

Sobre o autor

Amaury Jr. é jornalista e apresentador de TV. É o mais conhecido colunista social do Brasil e considerado o criador do colunismo social eletrônico no país, onde mantém um programa de TV há 39 anos ininterruptos.

Sobre o blog

O blog traz notícias, bastidores e informações exclusivas sobre quem é assunto no showbiz, na cultura, na política, nos negócios e em todas as rodas sociais.

E-mail: contato@amauryjr.com.br

Amaury Jr.