PUBLICIDADE
Topo

A moda cada vez mais sustentável

Da Redação

30/07/2020 13h45

Entre grandes nomes da moda internacional e pequenas marcas,   conheça quem procura fazer a diferença em nome do planeta

Do cultivo das matérias primas à produção do têxtil, coloração ou transporte, o ciclo de produção de uma peça de roupa pode ser extremamente nocivo para o meio ambiente. Felizmente a maioria da indústria da moda está cada vez mais consciente dessa responsabilidade, e algumas marcas estão mesmo dispostas a mostrar como podem perfeitamente colocar o planeta em primeiro lugar.

Tommy Hilfiger

Na coleção Sustainable Style da Tommy Hilfiger vamos encontrar um número grande de peças para homem e mulher, criadas com  materiais sustentáveis. Peças em denim produzidas por 100% de plástico de garrafas PET, vestidos em poliéster reciclado ou t-shirts em algodão orgânico.

Levi's

Nem tudo depende da produção sustentada de algodão. Existem já alternativas, como é o caso do cânhamo, que a Levi's usa na nova coleção Wellthread. O cânhamo, por si só, é mais ecológico e sustentável que o algodão, porque o cultivo consome muito menos água. Além disso, a Levis continua a tratar e finalizar as peças com a tecnologia Water Less, que poupa mais de 3,5 biliões de água anualmente, só nesse processo e, há mais de uma década – muita água é poupada. Neste caso o cânhamo passa por um tratamento suavizante que o torna tão ou mais suave que o algodão de qualidade.
Entre jeans, Ribcage Jeans, Trucker Jackets, t-shirts , todas as peças foram ainda desenvolvidas com o seu fim de vida útil em mente, isto é reutilizando-as  por  um sistema de produção circular

Mango

A Mango lançou uma coleção de bijuteria composta em 90% por materiais sustentáveis, combinando elementos como terracota, plásticos de origem vegetal biodegradáveis, madeira e cerâmica. Lançou também uma coleção de denim confeccionada com algodão sustentável e juntou-se ao Fashion Pact, uma iniciativa que reúne 56 empresas e 250 marcas  e visa fomentar a sustentabilidade. Como meta, a marca espanhola definiu ainda que, até 2025, 100% do seu algodão terá origem sustentável.

Intimissimi

A Intimissimi criou uma Green Collection, onde os materiais são escolhidos pelo seu baixo impacto ambiental. Assim, as rendas são produzidas com fios de poliamida reciclada, a seda é certificada pela Bluesign pela sua produção responsável,  com fibras de madeira sustentável como bambu. A coleção conta com duas séries, a The Garden Fairy, composta por conjuntos de roupa íntima, bodies e slips, e Rare Beauty lingerie.

ISTO

ISTO significa Independent, Superb, Transparent, Organic e, apesar do inglês, a marca é mesmo portuguesa, com produção  em fábricas no Norte, de Vizela ou Guimarães. Começaram por apostar nos básicos masculinos (t-shirts, camisas…), mas desde então já expandiram a oferta para incluir os mesmos básicos para mulheres. Quanto à sigla… quantas marcas colocam no site o custo real das peças fabricadas? São transparentes sim, e a honestidade merece ser recompensada, ainda mais quando o algodão é sustentável.

Revista Flash – Portugual

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do BOL

Sobre o autor

Amaury Jr. é jornalista e apresentador de TV. É o mais conhecido colunista social do Brasil e considerado o criador do colunismo social eletrônico no país, onde mantém um programa de TV há 39 anos ininterruptos.

Sobre o blog

O blog traz notícias, bastidores e informações exclusivas sobre quem é assunto no showbiz, na cultura, na política, nos negócios e em todas as rodas sociais.

E-mail: contato@amauryjr.com.br

Amaury Jr.