PUBLICIDADE
Topo

Como eles se conheceram

Da Redação

15/08/2020 09h52

Bonnie e Clyde

Em janeiro de 1930, Bonnie Parker, de 19 anos, garçonete no Marco's Café, a leste de Dallas, Texas, e casada com um assassino que estava preso, visitava uma amiga no oeste de Dallas quando conheceu Clyde Barrow, de 21 anos, ladrão que havia sido preso várias vezes por roubos a carros e arrombamento de cofres. Os dois se apaixonaram. Infelizmente, logo a polícia prendeu Clyde e o levou a Waco, onde confessando alguns furtos e diversos roubos de carro, foi condenado a dois anos de prisão .

Bonnie, que visitava Clyde todos os dias, levou uma pistola a ele, possibilitando sua fuga naquela mesma noite com o companheiro de cela, William Turner, e um terceiro detento, Emory Abernathy. A polícia recapturou Clyde e Turner em Middletown, Ohio, e Clyde foi condenado a 14 anos na Penitenciária Estadual do Texas. Bonnie e Clyde mantiveram contato por carta.

Durante um trabalho na prisão, Clyde convenceu um amigo a decepar dois dedos de seu pé para que ele não precisasse trabalhar nos campos de algodão . Logo depois, a mãe de Clyde conseguiu que seu filho fosse absolvido, no dia 2 de fevereiro de 1932. Após permanecer em um emprego por duas semanas em Massachusetts, Clyde voltou para Bonnie. Eles fugiram em um carro roubado, chamando a atenção da polícia. Clyde escapou, mas Bonnie foi detida e condenada a vários meses de prisão em Kaufman, Texas.

Solta em junho, Bonnie juntou-se a Clyde, que havia cometido diversos roubos, além de ter matado um policial . Juntos , assaltaram bancos e postos de gasolina, açōes que às vezes acabavam deixando mortos. Os dois namorados estavam  sempre fugindo da polícia e foram os protagonistas das mais espetaculares caçadas policiais da história.

Nos bastidores:

  • Clyde Chestnut Barrow, nascido em 21 de março de 1909, em Teleco, Texas, afirmava que seu nome do meio era Champion e usava as identidades falsas de Roy Bailey, Jack Hale e Elvin Williams.

 

  • Bonnie e Clyde estavam viajando com Henry Methvin, que eles tinham conseguido libertar do presídio agrícola Eastham, em Huntville, Texas, junto com Raymond Hamilton. O pai de Methvin, que já tinha dado cobertura a Bonnie e Clyde no passado, temia pela vida do filho. Ele concordou em fornecer informaçōes  às autoridades do Texas sobre a gangue de Barrow em troca de absolvição total do filho. Antes do amanhecer do dia 23 de maio de 1934, um grupo de  Lousiania e do Texas , entre eles o policial Frank Hamer, se espalhou pela estradas próximas a Sailes, Louisiana, e todos ficaram escondidos no mato. Às 9h 10min, Bonnie e Clyde surgiram dirigindo um automóvel e receberam ordem para se entregar . Quando pegaram suas armas, os policiais abriram fogo, acertando 167 tiros no carro, matando Bonnie, de 23 anos, e Clyde, de 24.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do BOL

Sobre o autor

Amaury Jr. é jornalista e apresentador de TV. É o mais conhecido colunista social do Brasil e considerado o criador do colunismo social eletrônico no país, onde mantém um programa de TV há 39 anos ininterruptos.

Sobre o blog

O blog traz notícias, bastidores e informações exclusivas sobre quem é assunto no showbiz, na cultura, na política, nos negócios e em todas as rodas sociais.

E-mail: contato@amauryjr.com.br

Amaury Jr.