PUBLICIDADE
Topo

Blog do Amaury Jr.

Aprenda a amar a si mesmo e a seus selfies - sem filtro

Da Redação

05/11/2020 14h07

(Foto: John Rankin Waddell/Reprodução)

Nossos feeds de mídia social estão cheios de imagens de celebridades e influenciadores "perfeitos" com lábios carnudos, pele sem poros, dentes super brancos, seios aumentados, nádegas e cinturas esculpidas.

Muitas dessas imagens são retocadas ou usam filtros, criando looks que são inatingíveis na realidade, mas que, no entanto, definem os padrões de beleza pelos quais meninas e mulheres se avaliam.

Consequências da busca pela "perfeição"
Infelizmente, essa pressão para parecer impecável em selfies nas redes sociais não está apenas mantendo o Photoshop no mercado, assim como também, está levando mais e mais pessoas – incluindo vários adolescentes e jovens na faixa dos 20 anos – a alterar sua aparência real.
Em um projeto realizado em 2019, chamado "Selfie Harm", o fotógrafo de moda britânico Rankin tirou retratos de 15 adolescentes e pediu que editassem suas fotos para torná-los "mais preparados para as mídias sociais".

John Rankin Waddell

Embora a maioria dos adolescentes tenha dito que preferia suas fotos originais e não retocadas, cada um deles escolheu alterar digitalmente sua imagem para as mídias sociais e muitos se tornaram irreconhecíveis.
Evidências apontam a mídia social como a principal razão para essas tendências, e para o aparecimento de condições como a depressão e agravamento do transtorno dismórfico corporal.

Nós precisamos experimentar mudanças relacionadas ao envelhecimento e aceitar que esse processo é continuo, independentemente do que você faça, não tome medidas extremas tentando parecer 'perfeita'. Pense nos procedimentos cosméticos como uma maneira de se parecer com o que você tem de melhor em todas as idades, em vez de ser uma fonte da juventude.

Concentre-se em amar tudo em você.
Quando você olha para trás em sua vida, o que você lembra não é a sua aparência – é sua família e amigos, carreira e experiências. O mesmo é verdade para seus entes queridos. O que você ama sobre eles é quem eles são, não sua aparência.

Você nunca é valorizado apenas por sua aparência física, coloque tudo em perspectiva, em vez de ficar obcecado com sua autoimagem e, tenha em mente, que o que as pessoas postam nas redes sociais nem sempre é a realidade do que está acontecendo em suas vidas. Você está realmente feliz ou no Instagram feliz? Nas redes sociais, você pode criar a realidade que quiser, menos a sua própria.

 

Por: Dra Juliana Saab – CRM 155.741

Sobre o autor

Amaury Jr. é jornalista e apresentador de TV. É o mais conhecido colunista social do Brasil e considerado o criador do colunismo social eletrônico no país, onde mantém um programa de TV há 39 anos ininterruptos.

Sobre o blog

O blog traz notícias, bastidores e informações exclusivas sobre quem é assunto no showbiz, na cultura, na política, nos negócios e em todas as rodas sociais.

E-mail: contato@amauryjr.com.br

Amaury Jr.