PUBLICIDADE
Topo

Blog do Amaury Jr.

Juliana San Martin e Viviane Furrier falam sobre o atual mercado da moda

Da Redação

06/05/2022 09h13

Juliana San Martin e Viviane Furrier, donas de marcas que levam seus nomes, participaram do Salão Casamoda, principal evento de negócios de moda premium, e responderam algumas perguntas sobre o atual mercado da moda. Confira:

Juliana San Martin.

Juliana San Martin

Criada em 2011, a marca Juliana Sanmartin foi inspirada a criar um lifestyle em torno do couro e das peles exóticas. A elaboração das peças exclusivas requer processos manuais de fabricação e padrões de qualidade que transcendem códigos e estações. Texturas, tingimentos e tratamentos únicos aliados ao trabalho de artesãos que dedicam horas de montagem para construir silhuetas com uma abordagem meticulosa e detalhada.

1. Como o mercado da moda está reagindo pós pandemia?

 O mercado pós-pandemia teve uma retomada muito expressiva, dentro da marca sentimos o resultado da demanda reprimida. Tivemos uma resposta positiva no nosso segmento e crescemos bastante. Estamos muito empolgados com este novo momento.

 

2. E as tendências atuais da moda?

Na nossa coleção 2023 lançamos uma cartela de cores extremamente vibrantes, exaltando o fim de um período complicado. No processo de desenvolvimento houve uma preocupação em transmitir nas nossas peças a alegria dos novos tempos. Queremos que todas as consumidoras da marca ao vestirem Juliana Sanmartin demonstrem essa felicidade em qualquer ocasião.

3. Após o período em que as pessoas ficaram em casa, parece que a moda tende mais para o conforto. Você acha que isso permanece?

Vestir uma roupa confortável sempre é bom, mas acho que os looks com moletom estão com seus dias contados! Depois desse período de pandemia que vivemos, as prioridades mudaram e acabamos buscando mais conforto no vestir. Passado isso, acho que agora que estamos voltando à normalidade, com mais liberdade as pessoas estão buscando roupas mais produzidas que as façam sentir bem. A busca pelo conforto vai continuar, mas não como a prioridade do consumidor neste momento.

 

4) Para os sobreviventes destes dois anos, como vê este mercado pós recessão?Para os sobreviventes destes dois anos, como você vê este mercado pós recessão?

Quem realmente perdurou esses dois anos fatídicos agora tende a realmente curtir um momento muito melhor, estamos com eventos, as pessoas se sentem mais seguras de sair de casa e isso causa um impacto positivo no varejo.

Viviane Furrier.

Viviane Furrier 

Viviane Furrier nasceu de sua fundadora homônima, em Jacutinga, polo de tricô no sul de Minas Gerais, há 26 anos. Tendo o tricô de alto padrão como o seu principal diferencial, a marca atua atendendo as melhores multimarcas do país.

Além da qualidade e excelência em tricô, com uma grande variedade de fios nacionais e importados, a marca amplia sua coleção oferecendo malhas diferenciadas e tecidos planos. E com o atual parque têxtil, consegue ter um domínio total do processo: criação, desenvolvimento e entrega.

 

1. Como o mercado da moda está reagindo pós pandemia?

Após 2 anos muito difíceis para o mercado da moda, hoje ele está em plena recuperação, aquecido. O desafio agora é voltar a produzir como antes, pois estamos enfrentando muitas dificuldades com o fornecimento de matéria prima e insumos. 

 

2. E as tendências atuais da moda?

Os últimos desfiles de moda trouxeram muito brilho, bordados, texturas, materiais nobre, transparências, volume, uma moda muita rica em possibilidades. Ainda mais após a pandemia, enxergamos peças que dão vida e alegria na volta do mundo "normal" 

3. Após o período em que as pessoas ficaram em casa, parece que a moda tende mais para o conforto. Você acha que isso permanece?

Acredito que as pessoas passaram a se conhecer e a se respeitar ainda mais, a valorizar o seu estilo próprio e, sim o conforto, mas após tanto tempo isoladas, elas querem sair, querem serem vistas, querem viver as experiências que o isolamento nos privou, então,  as pessoas também procuram e  valorizam a informação de moda, "para ser vista", querem designer, novidades, mas sem abrir mão do conforto.

4. Para os sobreviventes destes dois anos, como vê este mercado pós recessão?

Vejo um mercado pungente, com a demanda em alta!

Sobre o autor

Amaury Jr. é jornalista e apresentador de TV. É o mais conhecido colunista social do Brasil e considerado o criador do colunismo social eletrônico no país, onde mantém um programa de TV há 39 anos ininterruptos.

Sobre o blog

O blog traz notícias, bastidores e informações exclusivas sobre quem é assunto no showbiz, na cultura, na política, nos negócios e em todas as rodas sociais.

E-mail: contato@amauryjr.com.br

Amaury Jr.